A senhora da verdade

Sabem, tem coisa que realmente não vale a pena... de verdade. Nada pode ser mais gostoso do que finalmente admitir que, chega, meu amô. Depois de tentar chupinhar meus amigos, meu estilo e tudo mais, acho que cada um deve agora seguir pro seu lado sem estress ou mais indiretas.

Um beijo e não me liga.

Talking with Myself

7" Edit
12" Version
Instrumental
Opium Mix
Deep Drama Remix
Anabolic Steroid Mix
Next Best Thing Mix
Frankie Knuckles Mix
Frankie Knuckles 7" Mix
Frankie Knuckles Edit
Frankie Knuckles Lovely Dub
Talking 2
Lambada Version
Riddim Mix
Riddim Dub Mix
Brixton Club Mix Master
Brixton Bass Dub
After Dark Vocal
Jazzy Piano Mix
Canny Remix
Canny 12" Vocal
Canny Radio Edit
Canny Dub
Beloved Club Vocal
Beloved Radio Edit
Blue Horizon


Bocca della verità:
Olha, já fazia tempo que a Billie Ray Martin não dava as caras por aqui e hoje decidi desenterrar um dos primeiros singles da carreira da bunita, quando ela ainda fazia parte do grupo Electribe 101. Aim, Maddyrain... nunca ouvi falar da Billie Ray Martin e muito menos desse tal de Electribe 101! você pode dizer. Não se sinta má, biluzinha! Billie Ray Martin só fez sucesso na sua carreira solo com o single "Your Loving Arms", que já apareceu aqui milênios atrás. E é uma pena essa falta de reconhecimento porque a racha tem uma voz lindíssima. 
Enfim, "Talking with Myself" é aquele tipo de eletrônico do final dos anos 80. Legal para alguns, insuportável para outros. Ouça o 7" Edit e tire suas próprias conclusões. Eu gosto, mas em doses homeopáticas.  

Como a maioria dos remixes da época é completamente dispensável, vamos pular logo pro trabalho do nosso kérido Frankie Knuckles. O Frankie Knuckles Mix é MUITO parecido com a versão original, apenas com a batida mais marcada e levemente mais acelerada. Tá longe de ser aquele house gostoso que faz a xente sair dublando pela casa, mas é de qualidade. A Lambada Version, que NÃO é uma versão lambada, tzá?!, ahazza no pianinho que a xente tanto ama. 
"Talking with Myself" foi curiosamente relançada em 1998 e ganhou novas versões. O Canny Remix super se joga no lounge music. Gostoso pra meditar em cima da grande piroca pulsante, mas cuidado pra não dormir. O Canny 12" Vocal, por outro lado, é aquele pai do trance mega ultrapassado. Por fim, o Beloved Club Vocal eu acho acelerado demais nos vocais, mas não é de todo ruim...

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Aim, assim... até desisti.

instrumental edit  3:48
opium mix edit  4:58
instrumental  3:28
beloved surge mix  8:15

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela