Vamos falar da RuPaul: Glamazon

Bom, se a xente for recapitular a trajetória da RuPaul até aqui, seria mais ou menos assim: diva drag queen que sai do mundinho underground gay do começo dos anos 90 para o estrelato com sua presença descontraída e hit "Supermodel". Comete o erro de achar que toda uma nação hetero lhe amaria pra sempre e vê sua carreira musical degringolar, embora continue sendo presença marcante na mídia americana. Após lançar um álbum todo trabalhado na merda, decide se aventurar no mundo dos reality shows com uma variação bem humorada (e glamourosa) de "America's Next Top Model". Volta a ser uma das personalidades gays mais importantes do mundo e passa a revelar novos talentos a cada temporada de sucesso de seu programa. Até sua carreira musical volta a ser relevante! Ponto final.

"Glamazon" foi lançado em maio de 2011 junto com o final da terceira temporada de "RuPaul's Drag Race". RuPaul percebeu que lançar álbuns ou singles físicos era agora coisa do passado e todos seus lançamentos futuros seriam em formato digital. Enfim, deve rolar um corte nos custos drásticos, néam, porque todo mundo tem feito isso basicamente!
O tracking list do "Glamazon" é bem enxuto como vocês podem ver e, mesmo com tantos singles lançados, encontrar os (poucos) remixes lançados dessa época é um saco, então nos próximos posts da RuPaul teremos singles antigos relacionados a ela de alguma forma. Não reclamem!

1- The Beginning (single)
2- Click Clack (Make Dat Money)
3- Glamazon (single)
4- I Bring the Beat (single)
5- Superstar (single)
6- Responsitrannity (single)
7- Live Forever
8- Get Your Rebel On
9- (Here it Comes) Around Again
10- If I Dream

Curiosamente, a primeira música do "Glamazon" é seu último single (e melhor faixa), The Beginning. Foi a música trabalhada na quinta temporada de "RuPaul's Drag Race" com a diva do sono Jinks Monsoon. Um dance super gostoso e a RuPaul ahazza nos vocais! Adógo essa música!
Click Clack (Make Dat Money), mesmo com sua pegada old skool, é um porre. Aliás, que estilo musical é esse? Hip hop? Funk? Freestyle? Meu kool, néam? Uma salada de várias coisas, mas nenhuma fazendo sentido. Glamazon nunca me pegou de jeito. Um dance eletrônico bem fraco, viu? Foi a música-tema da quarta temporada e ganhou um clip bem tosquinho. Pulo lindamente quando começa a tocar.

I Bring the Beat é mais interessante, mesmo com a salada russa de estilos ocorrendo em seus três minutos. Superstar foi o primeiro single lançado do "Glamazon", e é um dance pop bem gostosinho. Não é nenhuma vigésima maravilha do mundo moderno, mas tá acima da média do álbum.
Em seguida vem a gracinha Responsitrannity, que foi trabalhada na edição "All Stars" com as melhores drags de todas temporadas até então. Uma fofurinha!
Live Forever é mais bate cabelón e eu eu acho... ACHO... que tocava no final dos episódios de alguma temporada, mas posso estar mega equivocada. É a música mais batidão do "Glamazon" e é bem digna. O mesmo posso dizer de Get Your Rebel On. Uma música dignamente enchedora de linguiça.    
(Here It Comes) Around Again também tem todo esse ar de "tô aqui só por estar", mas é bonitinha. RuPaul até dá uma cantada num tom diferente nos vocais. Bem fofinha. Por fim, a baladinha dance de autoajuda If I Dream. Não fede nem cheira, sabe?

Poucos meses após o lançamento do "Glamazon", RuPaul lançou seu terceiro álbum de remixes, o "SuperGlam DQ". O tracking list seria mais limitado que a coletânia anterior e a qualidade geral também, mas enfim... O dinheiro é curto, então não dá pra esperar um "You Can Dance" by RuPaul, néam?
Com cinco temporadas de sucesso do "RuPaul's Drag Race", uma seleção maravilhosa de viadas na edição "All Stars" e ainda um reality show derivado chamado "RuPaul's Drag U" (que eu NUNCA assisti, por sinal), ninguém pode mais tirar a coroa de rainha das drag queens e principal porta-voz gay de RuPaul. E, posso ser bem franca: é uma coroa mais do que merecida! Sei que o estilo da RuPaul é um tanto quanto repetitivo nas temporadas de "RuPaul's Drag Race", mas qualquer um percebe o quanto ela é venerada por TODAS as drags que participam do seu programa. E MEO DEOS! Como é que ela prende aquela piruka?!

No próximo post... o furacão chamado Bianca del Rio!

It's Raining Men... The Sequel

Extended Version
Radio Mix
Headman Extended Mix
Headman US Radio Mix
Eric Kupper's Super Popalicious Mix
Eric Kupper's Radio Edit
Dillon & Dickins Hers & Hers Vox Mix
Dillon & Dickins Allstars Dub
Calle & Rizzo Mix
Calle & Rizzo Radio Edit
Almighty Definitive Mix
The Millennium Mix
The Millennium Radio Edit


Chupa meu edi que eu gosto:
Mais um dia de fechação e pinta aqui no blog, meus amores. Se você por algum motivo cósmico não conhece "It's Raining Men" eu SUPER desconfio de sua condição de ser humano, viu? Bom, a versão de hoje é tipo uma continuação do hit máximo da poderosa Martha Wash, agora com a participação da RuPaul nos vocais. Martha Wash + RuPaul: pura pinta. Se sua família ainda finge que não sabe que você é bilu, taí uma boa forma de esfregar na cara da sociedade sua gayzice.
Extended Version é uma delicinha. Um dance meio europeu super pintoso. Mas a versão original foi produzida por esse tal de Headman, então super se joguem também no Headman Extended Mix, que é um pouco mais animadinho e biluzístico.
Eric Kupper é um keridón, super amiguinho da RuPaul e talentoso. Atóron! O Eric Kupper's Super Popalicious Mix é uma delícia dance também. 

Dillon & Dickins Hers & Hers Vox Mix segue uma linha dance mais hardcore. Super ahazzante! As barbies colocadas do recinto irão atórar essa versão! Tem até uma escandalosa dando uns gritos super assustantes!
Calle & Rizzo Mix é SUPER diferente e estranho. Parece que já foi gravado com qualidade péssima no próprio single, não dá pra entender. É um pouco lento e os vocais estão mais altos que as batidas. Enfim, é o remix mais fraco do pacote, mas eu atóron.
Por fim, algumas versões apenas com a Martha Wash nos vocais. Não preciso nem falar do Almighty Definitive Mix. PURA FECHAÇÃO! PURA PINTA! PURO GLAMOUR GAY! O The Millennium Mix também segue essa linha vinhada que a xente tanto gosta. Seja gay, seja feliz.

3 Bilus felizes:

Fini disse...

Lançado em 2001, maddyrain?
Acho esses lançamentos digitais dela um cu. Não vale nada comprar, todo mundo baixa mesmo.
1 beijo.

Geff disse...

Eu amo "I bring the beat" pela memória que ela me traz da quinta temporada. Amava as entradas bamboleantes da Jinkx com essa música, casavam perfeitamente.
Essa versão de "It's raining men" foi dublada lindamente pela Sharon Needles na quarta temporada.

Maddyrain disse...

Fini, amore, obrigadjenha pelo toque. Tava faminta e comi o um... um pau.

Um beijo,
Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela