Vamos falar da RuPaul: Champion

Se a RuPaul fosse a Mariah Carey, ela já teria tentado se matar algumas vezes e seria figurinha carimbada na clínica de reabilitação mais próxima da sua casa, meu amô. A vida não tava fácil pra drag queen mais famosa dos Estados Unidos! 
Depois do cagado "Red Hot", a carreira musical da Ru tava... assim... num estágio "vamos deixar ela pra depois". O que veio pra salvar a nação foi a brilhante ideia dum reality show nos moldes de "American Next Top Model" mas só para drag queens.

Bom, pra quem tá dormindo no ponto e nunca assistiu "RuPaul's Drag Race", o esquema é bem simples: um bando de drag queens disputam para se tornar a próxima top drag dos Estados Unidos. O que eu mais gosto no programa é da qualidade e criatividade das viadas! Tem cada cavalo horroroso que se monta e vira uma drag deslumbrante! Bom... a própria RuPaul é assim, néam?
O programa teve um começo discreto, com poucas concorrentes e produção simples, mas logo atraiu a atenção dum público maior e hoje em dia é o queridinho até de xente que nem sabia que algo chamado "drag queen" existia. Obrigadjénha, Netflix! Aliás, só assinei Netflix aqui em casa pra poder assitir RuPaul (mas já conhecia pelo VH1).

Em março de 2009 (xente, como o tempo voa), e um mês após a estreia da primeira temporada de "RuPaul's Drag Race", o "Champion" foi lançado. A produção inteira é do gatíssimo Lucian Piane que até hoje não descobri se ele come ou não a RuPaul. Se sim, que nojo dele e que inveja dela.
O álbum rendeu poucos singles, mas algumas faixas foram divulgadas ao longo das três primeiras temporadas do reality show.

1- Main Event
2- Jealous of My Boogie (single)
3- Cover Girl (single)
4- Tranny Chaser
5- LadyBoy
6- Champion
7- Never Go Home Again
8- Destiny Is Mine
9- Let's Turn the Night
10- Devil Made Me Do It
11- Them from 'Drag Race'
12- Throw Ya Hands Up

Xente... RuPaul me arromba toda vez que escuto Main Event! Aquele pianinho do começo é simplesmente um ahazzo! A música é um drama drag queen maravilhoso! Melodrama na buatchi, meu amô! Teve uma apresentação bem discreta no "RuPaul's Drag Queen" e até hoje arranco meus pentelhos mais profundos por ela não ter tido mais divulgação.
Jealous of My Boogie ficou mais famosa no reality pelo remix do Gomi. A versão original é um tanto sem gracinha e o vocoder na voz da RuPaul é muito chato! Já Cover Girl, que foi usada logo na primeira temporada, é uma delícia! Música pra vinhado mesmo, sabe?

Aí vem as merdas. Tem que ter, néam? Tranny Chaser é um r'n'b acelerado bem uó. Mas bem uó mesmo, tzá! LadyBoy, que segundo a RuPaul foi escrita pra Ongina, mas coitada... merecia coisa melhor.
Felizmente temos Champion, que foi divulgada na terceira temporada e ganhou um vídeo clip bem marromenos. Uma música bem gostosinha e um dance até que contido. Never Go Home Again é bem lentinha, mas com potencial (nunca explorado) pra virar bate cabelo. Bonitinha, vai...
Por outro lado, Destiny Is Mine é uma delícia! Uma pegada dance que me lembra coisas dos anos 90 e começo dos 2000. Adógo o refrão todo trabalhado no dub. Let's Turn the Night tá aí pra encher linguiça. Nada além de dance com vocoder na RuPaul.

Devil Made Me Do It até ganhou clip, mas sei lá o porquê, já que não chegou a ser divulgada no "RuPaul's Drag Race". Não faz a minha cabeça...
O Theme from "Drag Race" é basicamente a versão inteira da emblemática música de abertura do "RuPaul's Drag Race". Olha, acho que já me acostumei tanto com aquele trechinho curto que não consigo gostar dessa versão maior. Por fim, Throw Ya Hands Up é um dueto com a Lady Bunny (outra drag queen famosa dos Estados Unidos) e é TODA trabalhada nos anos 90. Uma delícia de música nostálgica!

Um ano depois do lançamento de "Champion", RuPaul lançou o seu segundo álbum de remixes, o "Drag Race". O tracking list é basicamente formado por faixas do "Champions" em versões bem legais. Super recomendo o donwload!
Depois de muito penar, RuPaul finalmente voltaria a ser uma figura gay marcante no presente da biluzada, já que seu valor histórico pras drags americanas é enorme.
E já tava mais do que na hora de Mama Ru lançar um álbum decente, néam?! E parece que a bunita voltou a pegar gosto pela coisa. Além do sucesso imediato do "RuPaul's Drag Race", RuPaul aprendeu que ninguém mais compra CD físico hoje em dia (infelizmente) e seus próximos álbuns seriam lançados apenas em formato digital. Um edy xucado, eu sei, mas pelo menos ela não precisaria mais vender a janta pra pagar o almoço... ou vice versa...

Cover Girl

Album Version
Feat. Bebe Zahara Benet
Acappella
Twisted Dee's Club
Joe Gauthreaux's Runway Anthem
Macutchi's TaterZ DeeP
Macutchi's TaterZ DeeP Edit
RevoLucian's I am the Runaway
RevoLucian's Ruskool
One... Two... Drew G's Coming for You

And when they see me, they wanna be me...

Chupa meu edy na Ilha de Caras:
"Cover Girl" super marcou as temporadas de "RuPaul's Drag Race". Aliás, se a senhora não assistiu é porque não tem TV a cabo! Fica aí no seu combo Globo e SBT, meu amô! Pode se jogar na Album Version, que é uma graça e super dançante. Bem que merecia uma versão extended, instrumental e o caralho a quatro! O delícia do Lucian Piane, até então desconhecido por toda uma nação, ahazzou na produção (mas cagou nos remixes). Se você assistiu o reality show da Mama Ru, se joga também na versão com os vocais adicionais da Bebe Zahara Benet (ganhadora da primeira temporada do programa).

Pros remixes, fica evidente a falta de grana que a RuPaul devia estar passando. Ninguém muito conhecido no pacote de hoje, mas como popularidade não é sinônimo de qualidade, até que temos coisas boas. O Twisted Dee's Club é aquela coisa diva de club gay bem básica e gostosa pra se acabar. O Joe Gauthreaux's Runway Anthem é ainda mais pintoso e despirocado. Um show de travequismo! Recomendado!
Os outros remixes não são lá aquelas coisas. O Macutchi's TaterZ DeeP também segue a linha club diva, mas sem nada de muito especial. Por fim, o One... Two... Drew G's Coming for You que tem uma pegada mais bicha colocada. Enfim, nada que mude a nossa vida.

8 Bilus felizes:

wingnux disse...

Nossa, RuPaul's Drag Race é MUITO FODA! Também assinei Netflix só para assistir e não consegui parar. Infelizmente eles não colocaram a temporada All-Stars que é maravilhosa e tem um dos melhores lipsync da vida! Recomendo baixar, caso já não o tenha feito.

Já o Lucian Piane... ai ai <3. Eu o seguia no instagram e era só suspiros.

wingnux disse...

Aliás, o que é o Piane de frentista no clipe de Cover Girl?? Traço até ele virar do avesso!

Anônimo disse...

já ouviu get over you da sophie ellis baxtor ? é muito boa, e acho que você vai gostar dos remixes ;-)

N disse...

+TWISTED DEE's Edit https://www.sendspace.com/file/zhk9es

Maddyrain disse...

Wingnux!! Aim, adógo quando a velharia volta pro meu blog, viu? Lucian Piane ativo me fofando até amanhecer.... aim aim... mas tem cara de ter neca mediana. sei lá...

Anônimo, amore, acho que a Sophie Ellis Baxtor nunca apareceu por aqui, néam?! Tá mais que na hora...

N, honey, luv ya!

Beijos,
Maddyrain

wingnux disse...

Xi gata, aquilo alí tá longe de ter cara de ativo! rs

Geff disse...

Suuuuper apoio a aparição da Sophie Ellis-Bextor por aqui. Não tinha notado essa ausência. Acho ela linda , dona de uma voz única e, claro, as músicas dela tem remixes maravilhosos. Os do Freemasons pra "Bittersweet" são divinos!
Amo RPDR mas essa S07 tá bem difícil de aturar.

Maddyrain disse...

Geff, amore... Sophie Ellis-Bextor aparecerá bem em breve. Aguardji!

E essa sétima temporada da RuPaul tá HORRÍVEL. Não tô torcendo pra nenhuma. Depois do furacão Bianca del Rio seria difícil mesmo encontrar alguém digna...

Um beijo,
Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela