Vamos falar da Mariah Carey: #1's

Diferente da Kylie Minogue, que tem tantas coletânias quanto calcinhas no guarda-roupa, Mariah não só demorou para lançar a sua primeira como não tem tantas assim para se vangloriar. Na verdade, ninguém bate a Madonna no quesito "fodam-se as coletânias, comprem meus álbuns". Apenas duas e olhe lá! 
Enfim, o "#1's" veio em ótima hora e fiquei super contentinha quando ele foi lançado, já que na época eu tinha apenas o divino "MTV Unplugged" e a cagada no maiô "Emotions". Na verdade, a coletânia já passou na minha mão duas vezes distintas, porque um amigay muito bonzinho MEGA deu a elza no meu primeiro "#1's". Enfim, esse povo que não sabe o significado da palavra "emprestar". Meu segundo CD veio duma doação de Litta Walitta, se não me engano.

Mariah sempre deixou claro que a escolha das faixas de sua primeira coletânia não refletia seu gosto particular. Então, meu amô, por que a senhora não lançou uma coletânia com as SUAS músicas favoritas até hoje? Eu particularmente acho que o "#1's" abrange os principais hits da Mariah até então e as faixas inéditas são... hmm... melhor do que nada.
A coletânia foi lançada em novembro de 1998 (ai, como o tempo voa) e veio com o seguinte tracking list controverso:

1- Sweetheart (single)
2- When You Believe (single)
3- Whenever You Call
4- My All
5- Honey
6- Always Be My Baby
7- One Sweet Day
8- Fantasy
9- Hero
10- Dreamlover
11- I'll Be There
12- Emotions
13- I Don't Wanna Cry (exclusiva da edição americana)
13- Someday
14- Love Takes Time
15- Visions of Love
16- I Still Believe (single)
17- Without You
18- Do You Know Where You're Going To (promo)
19- All I Want for Christmas Is You (exclusiva da edição japonesa)

Aim, vamos ser bem sinceros e esconder nosso lado lamb:"#1's" não abre muito bem com Sweetheart, néam? Um hip hop pra lá de besta com o medonho Jermaine Dupri (que já havia produzido outras músicas com a Mariah) que não fede nem cheira. Na verdade, fede um pouco. Teve um lançamento meio cagado e ganhou alguns remixes até que interessantes, mas a original é trevas.
Em seguida temos When You Believe, que é uma verdadeira batalha de divindades. Mariah e Whitney Houston decidem resolver no grito quem é mais diva. A música é aquela típica baladinha de trilha sonora de desenho da Disney (e antes que me corrijam, eu sei que "O Príncipe do Egito" não é da Disney, tzá?) Enfim, a música acabou ganhando merecidamente o Oscar em 1999.

Embora Whenever You Call tenha aparecido no "Butterfly", aqui ela ressurge como um dueto com um tal de Brian McKnight. Prazer, Maddyrain. Desculpa, gato, mas eu prefiro a versão original desta música... sem você. As próximas músicas são todas versões originais dos hits da bunita, tirando "Fantasy", que é o remix com o tenebroso O.D.B.
Pulemos para I Still Believe, uma das baladinhas mais bonitas da Mariah. Fico toda cagada com essa música. A coletânia encerra com Do You Know Where You're Going To, cover da Diana Ross. Mais uma balada bem gostosinha e que ganhou alguns remixes promocionais. Eu duvido que a Mariah consiga dar aqueles gritinhos do final hoje em dia... DUVIDO! 

Embora a escolha do tracking list tenha deixado Mariah dando piti, "#1's" é uma coletânia essencial... tipo aquela do Roxette, sabem? "Don't Bore Us - Get to the Chorus!" Todo mundo tem que ter! 
Na mesma época saiu também a versão em DVD da coletânia, mas o conteúdo é pra lá de cagado. Algumas músicas com clips bons acabaram saindo em versão ao vivo, enfim... uma bagunça só. Mariah ainda precisa lançar uma coletânia em DVD com TODOS os clips que ela já lançou. Eu compraria lindamente. Fika a dika, Mariah. Sei que você tá me lendo.
"#1's" fez sucesso no mundo inteiro porque... enfim... era uma coletânia da Mariah Carey, néam? Uma verdadeira máquina de fazer dinheiro! Foi o último CD que eu comprei da bunita antes de ver sua carreira degringolar cada vez mais. No próximo post, uma Mariah Carey ainda mais peituda... ainda mais escandalosa... e gueto power.

I Still Believe

Morales' Classic Club Mix
Morales' Classic Club Mix - UK Edit
Morales' Classic Club Mix Edit
The Eve of Souls Mix
The Eve of Souls Mix - UK Edit
The Kings Mix
The Kings Mix Instrumental
Stevie J. Remix
Stevie J. Remix Clean
Stevie J. Remix Edit
Stevie J. Remix Instrumental
Stevie J. Remix A Cappella
Pure Imagination - Damizza Reemix
Pure Imagination - Damizza Reemix Instrumental
Pure Imagination - Damizza Reemix A Cappella


Eu ainda acredito no poder da piroca mágica:
Xente, sabe quando você tá ficando velha? Quando a música que você gosta e lembra da primeira vez em que a ouviu já tem bem mais de dez anos. Simples assim! Eu lembro perfeitamente do meu primeiro encontro com "I Still Believe" quando passou o clip na MTV e ouvi os remixes num single que, na época, era raro e caro. Loucura! Nem conhecia o poder do download ilegal de MP3 em 1998! A loka!
"I Still Believe" é uma das baladjénhas mela-calcinha mais famosas da Mariah Carey e eu simplesmente a adógo. Como hoje não tem versão original ou editada, se joguem no YouTube e curtam o clip.

Mesmo com tantos remixes pra "I Still Believe", hoje as indicações serão curtas. Ou seja, tem muita merda nesse bolo fecal todo. Vamos começar com o que é bom, ou seja, os remixes do David Morales. O Morales' Classic Club Mix é um crássico e super gostoso. House de qualidade, meus amores! Não tenho certeza, mas desconfio que a Mariah regravou alguns poucos trechos.
Os outros dois remixes do Morales são completamente lokos do meu kool. O The Eve of Souls Mix já começa com backing vocals cantando um trecho inédito. O remix em si é mais tribal e meio dubístico. O The Kings Mix é mais pesado, mas ainda na mesma linha tribal dub. Os dois têm vocais regravados. Um looshu.

TODOS os outros remixes seguem a linha r'n'b chata que só a Mariah sabe fazer, mesmo com vocais e trechos novos. Com o remix do Stevie J. (produtor da versão original) você só sabe que ainda é "I Still Believe" porque tá escrito no nome. A versão I Still Believe - Pure Imagination (Damizza Reemix) até fez certo sucesso na época (ganhou até clip! Horrível, mas ganhou!) e é mais tragável. Eu acho o refrão tão grudento. Não dá pra não cantar junto enquanto escuto...

2 Bilus felizes:

Fini disse...

#1's foi meu primeiro contato com Mariah. Ai que linda nostalgia.
Maddy, a The Ballads foi uma coletânea com o gosto dela. E a tracking list não foi das melhores...
Esse dvd com todos os clipes eu compro, hein! Louca pra ler sobre o Rainbow.

Maddyrain disse...

Aim, a única coletânia que eu tenho dela é esta, mas sempre cogitei comprando aquela só de remixes...

Um beijo,
Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela