TBT: Lições de autoestima

[modo "Madre Maddyrain do Cú-que-Dá" on:]

Você! Você que anda sempre olhando pra baixo, chutando o chão, procurando moeda. Saia dessa vida! Olhe pra cima! Levanta essa cabeça! Nem edy gosta de cabeça pra baixo! Gosta de cabeça pra cima! Você espera arranjar algum bophy olhando pra baixo? Minha mãe me ensinou uma lição muito importante quando eu era mocinha virgem e inocente. Olhe sempre pro chão, ela dizia, pra não pisar na merda de cachorro. Sabem o que eu descobri, meus fiéis seguidores? Que mesmo olhando pro chão eu continuava pisando em merda! Sabem por que? Porque São Paulo tem merda em todo lugar. Aí eu comecei a olhar pra cima e mandar beijinho pras merdas no chão. Se pisei, pisei... se não pisei, ótemo. Não vou precisar lavar merda de cachorro dos outros do meu Prego!

E você que vai pra buatchi como se estivesse indo pra feira! Que roupa é essa, meu filho? Espera arranjar quem vestido como entregador de pizza? Meu amô, se arruma antes de sair de casa! Você é o que veste. Já ouviu falar nisso? Não tem dinheiro pra comprar uma roupa mais bonita? Isso não é problema! Pra que servem os amigos? Pede emprestado pra algum amiguinho seu mais abastado. O importante é não ir pra buatchi usando calça de moletom marrom. Conheço uma biluzinha que saiu assim uma vez... Abaphe the case. Mas já adianto que depois eu evolui, tzá?!

Não tô te falando pra você se jogar na Gucci ou no Christian Lacroix é só sair de lá depois de afundar sua família em dívidas, meu amô. Na C&A tem bastante coisa bonitinha. Na Renner também. Enfim, opção não falta. O que não pode é colocar qualquer trapo pra comprar pão de manhã, ficar com o mesmo trapo o dia inteiro e decidir ir pra buatchi à noite com o mesmo trapo. E reze, meu amô, mas reze MUITO pra você não cair no desgoto de virar alvo dos comentários das biluzinhas fashionistas. Elas são mordazes, cruéis e não se preocupam com o sentimento alheio. Por isso, faça como eu, saia queimando todo mundo com o cigarro.

Aliás, essa tática de queimar o povo com o cigarrinho é uma maravilha. Se você é uma biluzinha humilhada no serviço, alvo de todos os comentários maldosos e homofóbicos, faz assim: acende um cigarro (pode ser de marijuana, porque é mais gostoso e ecológicamente correto) e sai queimando todo mundo. Aim, queimei você? Desculpa, amore. Da próxima vez acerto o olho. Acreditem na voz da experiência: todo mundo tem medo de uma bilu freneticamente desequilibrada.

Ninguém, meu amô, ninguém é melhor que você. Não importa a sexualidade, escolaridade ou status financeiro. Ninguém é melhor que você. Você só precisa acreditar nisso, é craro. Mas, também vamos ser ponderadas. Não precisa acreditar demais no seu poder de sedução e sair dando close e bancando a esnobe por aí, néam? Eu já comentei que não tenho um pingo de paciência com biluzinhas tipo 
Serginho? Então, meu amô. Não faz a Serginho porque é feio e ninguém comia. Aliás, ninguém mesmo. Nem o Diego Hypólito. Se você male male conseguiu seu diploma na Uninove (é 10!) e vem aquela bilu insuportável com Doutorado em Física Quântica da Bosta da Vaca na Universidade de Oxford do Kool da Mãe, fecha os olhinhos, acende um cigarro e queima essa bilu e, de preferência, o diploma dela também!

A música de hoje é You Gotta Be da Des'ree e é uma mensagem de fé e força pra biluzada que me lê e tem tendências suícidas. Se você não concluiu seu curso de inglês no Fisk, meu fiel intérprete traduziu alguns trechos que eu acho super importantes:

Você tem que ser, você tem que ser mau
Você tem que ser careca, você tem ser maior
Você tem que ser duro, você tem que ser gripe, você tem que ser mais forte
Você tem que ser legal, você tem que ser calmo, você tem que estar junto

Olha, amô, eu não acho que você tem que ser careca não, tzá? Vai entender essas artistas gringas, néam? Elas têm cada ideia... E também super não entendo o lance de ser gripe. Gomoassí? Mas o babadu é ser duro. Duro como uma neca pedra, sabe? Aquelas necas bem duras? Então, tem que ser dura. Ouçam a voz da experiência: o povo tem medo de bilu dura. Podem acreditar.

Bom, meus amores, o recado tá dado. Tá cansado de levar tapinha na cabeça e ser motivo de brincadeira de mau gosto? Levanta a cabeça, empina a bunda e sai queimando todo mundo com o cigarro. Ah, outra coisa importante. Academia não dá credibilidade e autoestima a ninguém, viu? Não adianta você virar um Jean-Claude Van Damme e continuar levando no toba. E digo "levando no toba" no mau sentido, tzá? Porque no bom sentido eu atóron! Aliás... falando no Van Damme... levante a mãozinha a biluzinha com seus mais de 20 e poucos anos que nunca bateu aquela siririca gostosa pensando naqueles braços... ai ai...

Um beijo,
Madre Maddyrain do Cú-que-Dá

[modo "Madre Maddyrain do Cú-que-Dá off.]


You Gotta Be

1999 Mix
Love Will Save the Day Mix
Hourglass Mix
Frankie Foncett Mix
After Hours Mix
Tin Tin Out Remix
Blacksmith 12" Mix
Blacksmith 7" Radio Edit 

You gotta be hard, you gotta be tough, you gotta be stronger...

Você tem que ser macho, pauzudo e ativaço:
Hoje é dia de relembrar seus dias de mocinho comportado, sentado no sofá assistindo a novela das 8 com a família. Quem nunca ouviu "You Gotta Be" levanta a mão! Você de mão levantada aí. Não tem vergonha, não? O maior hit de Des'ree! Tadinha, tem uma voz tão linda e glamourosa, mas não emplacou muita coisa. Se você não conhece "You Gotta Be" por algum motivo, super se jogue no 1999 Mix, que é um pouquinho diferente da versão original, com as batidas mais marcadas.

A versão do Little Louie Vega, sim, aquele dos Masters at Work, também não foge muito da original. O Love Will Save the Day Mix tem uma gingada mais gostosa e old school, mas não esperem nada house ou fora desse mundo. O Tin Tin Out Remix super ahazza nos violinos. Super lindinha e perfeita pra tocar no seu casamento. Fika a dika. É aquela coisa, néam meu amô... se a versão original já é boa e agradou o povo, não vamos cagar nos remixes. 
O Frankie Foncett Mix tem todo um r&b feeling interessante e que, FINALMENTE, foge totalmente da versão original. Ufa... Essa pegada mais gueto fica mais evidente no Blacksmith 12" Mix. Interessante como reinterpretação da versão original. O Blacksmith 7" Radio Edit é mais diferente e com mais melodia. Ahazze.

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Des'ree? Taí uma artista cagada pra encontrar remixes!

the max
the smoove flava mix
cool down mix

4 Bilus felizes:

Eduardo disse...

Maddyrain eu já sou seguidor do seu blog faz quase três anos e por esse e tantos outros textos eu nunca deixo de visitar sua casa aqui. Você não imagina o quanto isso significa pra mim, acordar com esse texto pra mim hoje foi o incentivo que eu precisava pra levantar a cabeça. Obrigado mais uma vez querida e receba meu carinho. Beijos.

Maddyrain disse...

Eduardo, meu amô.
Fico mais que contente em saber que um texto meu antigo (de 2010) ainda consegue chegar até o coração de quem o lê. Parece que certas coisas são atemporais, néam...

Um beijo,
Maddyrain

wingnux disse...

Amore, como eu ADORO essa música! Lembra tanto minha 7ª série... =)

A propósito, ela diz "you gotta be bold" (você tem que ser forte), e não "you gotta be bald" (você tem que ser careca) kkkk!

Beijos!
Wingnux

Maddyrain disse...

Wingnux, vc tá vivo!?!?!? Jesuis! Vai chover hoje... e que chova na Cantareira, sivuplê!

Amore, eu sei que é "bold" ao invés de "bald"... você ficou muito tempo sem vir aqui e esqueceu como funciona esse blog, néam?! Bicha safada.

Um beijo,
Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela