Soraya cozinha: Cuscuz Marroquino

Inhaim, amores! Aqui é Soraya Místika voltando com o meu... o seu... o nosso "A Cozinha Maravilhosa de Soraya Místika"! Vocês acharam que eu não ia voltar depois do escandalo do meu último programa? Ledo engano, meus amores! Cá estou pra xente realmente cozinhar hoje! E como eu não posso perder mais tempo... mesmo porque Adorinal tá me esperando no camarim novamente (ele virou meu assistente), vamos se jogar na receita de hoje? 
Pro meu primeiro programa de fato, escolhi uma receita MEGA fácil de preparar, mas que eu sempre achei que fosse uma verdadeira tese de mestrado em física quântica: cuscuz marroquino! Aim, Soraya, eu só conheço o cuscuz paulista que eu como no boteco toda semana, não meu amô, esse cuscuz é importado lá do Marrocos! Coisa phyna! Aim, Soraya, aonde eu moro não tem cuscuz marroquino pra vender, meu kool pra você, então. Mude-se pruma cidade maior e seja feliz!

Depois de todo esse mimimi, vamos aos ingredientes?! A lista é enorme!!
_ 1 xícara ou 2 de cuscuz marroquino
_ 1 xícara ou 2 de água fervente
_ só isso!

Pois éam! É só isso mesmo! Não disse que era fácil, vinhado!? Pra fazer, então, é mais fácil ainda! Coloca o cuscuz marroquino numa travessa e joga por cima a água fervente. Tem que ser o suficiente pra cobrir o cuscuz, sem precisar alagar tudo. Tampa a travessa com um pano de prato e deixa os grãos do cuscuz absorverem a água. Depois dá uma soltada com um garfo e pronto!
Só que essa receita tá muito simples, néam?! Vamos incrementar! Quando você colocar o cuscuz na travessa, coloca junto umas duas colheres de azeite. Aproveita e coloca também um pouco de sal e pimenta. Na água fervente, dissolva um cubinho de caldo de legumes. Pronto, já demos um toque a mais! 

Aim, mas tá muito simples ainda! Compra uma seleta de legumes em lata. Depois que o cuscuz tiver absorvido a água, joga a seleta por cima e mistura tudo. Ahazze no vegetarianismo! Pra você ahazzar no carnivorismo, enquanto o lance da água com o cuscuz tá rolando, prepare uma linguicinha fininha fatiada na frigideira junto com cebola em rodelas. Joga tudo no cuscuz e seja feliz!
Pra fazer o cuscuz marroquino das rykas, misture amêndoas, uvas passas e damasco. Eu particularmente fujo de passas e damascos secos, mas se você gostar... Enfim, pra você que é uma pervertida, tá preparando a receita com seu bophy? Taca um pouco de porra na receita pra ver se fica bom! Vai que fica, néam!?

Depois me contem o que vocês criaram e se gostaram! Se tiverem outras variações de cuscuz marroquinos, sejam boazinhas e compartilhem!

Um beijo,
Soraya Místika

Can You Handle It

Original
Radio Edit
Shep Pettibone's Mastermix
François Kervokian's Special Remixed Version
DNA Full Version
DNA Radio Mix
E-Smoove's Groovy Mix
E-Smoove's Groovy Instrumental
Maurice's Classic Mix
Maurice's Classic Instrumental
Roy Ayers Vibe Workout Mix


Maddyrain, você aguenta tudo isso? Craro, meu amô!
Nunca duvide do poder da passiva, meu amô! Bom, vou ser direta ao ponto com o single de hoje, xuxu. Não conhecia essa música até ouvi-la na casa da kérida (e sumida) Babooshka Summer. Achei bunitinha e fui atrás dos remixes. Pronto. Fim da história.
"Can You Handle It" foi lançada originalmente no começo dos anos 80, então já sabem que a versão Original ahazza no finzinho da disco music. Nosso sempre adorado Shep Pettibone manteve as batidas soul/disco e agregou seus elementos básicos no Shep Pettibone's Mastermix. Saudosismo na veia, meu amô! O François Kervokian's Special Remixed Version manteve o clima da original, com umas coisinhas novas aqui e ali. Uma doçura também.

Em 1992, a música foi relançada com novos remixes e reproduzida pelo DNA, que já remixou "Shocked" da Kylie Minogue. O resultado é um dance super gostosinho e digno. Pode se jogar no DNA Full Version.
E teve mais remixes babadus! Adógo! O E-Smoove's Groovy Mix ahazza no house que o E-Smoove fazia bastante no começo dos anos 90. Não tem como não gostar! Maurice Joshua vai pelo mesmo caminho com o Maurice's Classic Mix. Viva ao house dos anos 90! Pra finalizar, tem também o Roy Ayers Vibe Workout Mix, que ahazza no xilofone. Uma graça.

2 Bilus felizes:

Anônimo disse...

Quenhé que canta isso? E por que os comentários estão bloqueados com caracteres em letras? Os numéricos eram bem melhores e simples :(

Maddyrain disse...

Amore, quem canta é a Sharon Redd... acho que citei o nome dela, néam?

Quanto aos comentários, não fui eu quem mudou. É coisa do blogger mesmo! Pra mim aparece uma caixinha pra clicar "não sou um robô". Tá boa que não!

Um beijo,
Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela