O triste fim do Orkut

Amores, vocês já pararam pra pensar como temos vivido o fim de coisas inusitadas e aparentemente eternas? Eu confesso que fiquei bem chocada quando o MSN encerrou suas atividades. MSN, meu amô, você trucidou o ICQ, levou todo mundo embora e depois sucumbiu perante o chat do Facebook!? Fiquei Bélgica.
E hoje, em pleno final de setembro, chegou a vez de darmos adeus à primeira grande rede social, o Orkut. Eu imagino que tenha existido outras redes sociais antes dele, não joguem pedras em mim, mas ninguém aqui pode negar que o Orkut foi a primeira a ser relevante. Pessoas ameaçavam as outras de morte caso não recebessem um convite pra ingressar a última grande moda entre os internautas.

O meu, por sinal, demorou pra chegar. Todo mundo falava de Orkut e eu dava peidinhos de importância enquanto me jogava em tudo que era site de busca de macho: chat do UOL, manhunt, disponível e gaydar. Se eu pudesse ir pra cama sabendo que no dia seguinte tinha um encontro, eu já conseguia dormir mais aliviada e sem precisar recorrer pros narcóticos proibidos por leis brasileiras. Vejam só!
Mas quando ele finalmente veio, eu passava as noites dando risadas com uma comunidade mais engraçada que a outra! Passei a considerar o povo brasileiro um dos mais criativos da Terra... ou o mais desocupado, já que logo o Orkut foi dominado. Mas nestas comunidades engraçadas foi possível encontrar várias pessoas com quem eu pudesse me identificar pelos mesmos gostos musicais, pelas mesmas manias e vícios.

Não arranjei nenhum namoradinho pelo Orkut, confesso, mas tive algumas boas fodinhas. A primeira, aliás, é memorável porque nunca outro bophy saiu de minha cama tão milionário. 
O mais legal que o Orkut me proporcionou, num primeiro momento, foi poder reencontrar pessoas com quem eu havia estudado e perdido completamente o contato. Nada é mais gostoso do que ver que aquela pessoinha nojenta e desagradável do colégio está enorme de gorda. Fala a verdade! Todo mundo adora esse sentimento!

Quando as pessoas começaram a migrar pro Facebook e cuspir para cima dizendo que Orkut era mais povão, eu permaneci firme e forte por lá. Afinal, onde mais eu conseguiria baixar alguns dos remixes mais raros? Somente nas comunidades exclusivas para esse fim! Aonde mais conseguiria saber se a última atualização do Xbox 360 iria foder com meu destravamento? Somente nas comunidades de pirataria! Facebook era (e ainda é) muito certinho pra essas coisas. No final das contas, só mantive meu perfil no Orkut porque ainda era possível conseguir essas informações todas esporadicamente e trocar ou vender ou comprar um perfume aqui e ali.

Infelizmente, eu queria poder gostar do Facebook como gostei do Orkut. Nunca entendi qual é a bendita graça de saber... com detalhes... o que os outros estão fazendo... para onde irão nas férias... o que estão comendo... comprando... assistindo... Uma coisa o Facebook conseguiu fazer comigo: perdi completamente a graça em ser amigay de muita gente na vida real por simplesmente não aguentá-las na vida virtual. Pronto falei.
Você acaba entrando numa enorme bola de neve e começa a postar também essas banalidades esperando receber pelo menos uma curtida. Como se isso fosse tornar sua vida melhor de alguma forma. Facebook é o grande mal da sociedade do século XXI. As pessoas não sabem como se comportar lá... não sabem. Qualquer dia faço um guia prático de boas maneiras no Facebook esperando que várias pessoas o leiam e mudem sua postura chata e desagradável. Conheço um monte de gente que é super legal ao vivo, mas... meus amores... é só entrar no Facebook que parece que encarnou uma monstruosidade insuportável.   

Adeus, Orkut. Sentirei falta de suas comunidades engraçadas, informativas e, de alguma forma, anônimas. Não saber tanta coisa dos outros é a chave do futuro e você entendia disso perfeitamente. Sentirei saudade também dos testimonials que por ali ficarão como registros de uma época levemente mais inocente da internet.

Um beijo,
Maddyrain

Waiting for Tonight

Album Version
Pablo Flores Miami Mix
Pablo Flores Miami Mix Radio Edit
Pablo Flores Power Dub
Hex's Momentous Club Mix
Hex's Momentous Radio Mix
Hex's Momentous Video Edit
Hex's Momentous Dub
Hex's Momentous Acapella
Metro Club Mix
Futureshock Midnight at Mambo Remix
Matt & Vito's Vox Club Mix

Una Noche Más

Album Version
Pablo Flores Miami Mix - Spanish
Pablo Flores Miami Mix Radio Edit - Spanish
Pablo Flores Miami Mix - Spanglish
Pablo Flores Miami Mix Radio Edit - Spanglish


Waiting for your neca:
Jennifer Lopez não poderia voltar por essas terras de ninguém com uma música mais gostosa! Aliás, "Waiting for Tonight" super marcou uma das fases mais gostosas da minha vida e é uma das minhas favoritas da bunita. Adógo e toda bilu de categoria deve gostar também. A Album Version é uma delícia e traz boas lembranças. Ahazze! Pra você praticar seu espanhol que aprendeu no Fisk, tem também Una Noche Más, que é "una gracita".
O que tornou a música especial pra uma legião de bilus é o remix do Hex Hector. O bophy simplesmente arrombou todo mundo com o Hex's Momentous Club Mix! Um dos remixes que mais representam o começo dos anos 2000 na minha opinião. Pra continuar o gang bang, tem também o fodástico Hex's Momentous Dub. Uma loucura sem fim!

A música nem precisa ter ganhado outros remixes. Só os do Hex Hector já bastavam! Mesmo assim, temos o Pablo Flores Miami Mix, que mostra que o que o Pablo Flores sabe fazer bem é remix latino com pegada salsa e merengue. Ele simplesmente não ahazza tanto quando faz remixes mais dance.
O Metro Club Mix é bem bonitinho e segue uma linha mais euro dance fofa, mas vinhado naquela época queria bater cabelo. O Futureshock Midnight at Mambo Remix também é um dance interessante, mais acelerado e club, mas não adianta, "Waiting for Tonight" é do Hex Hector!

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Eu e todo mundo que gosta dessa música queremos essas versões raras pra cacete! Acho que só o Hex Hector deve tê-las. Como eu sei que ele me lê, libera essa budega, Réquis!

hex's 12" vocal mix - vocals up .75 db  11:17
hex's 12" t.v. track  11:17
hex's 12" instrumental  11:17
hex's 12" instrumental piece  0:44
hex's 7" vocal mix  - vocals up .75 db  3:52
hex's 7" t.v. track  3:52
hex's 7" instrumental  3:52

4 Bilus felizes:

Anônimo disse...

Eu tb fiquei no Orkut até o final. Havia algumas comunidades muito legais de músicas bem raras. E lá era bem melhor pra procurar músicas que no face...

Maddyrain disse...

Aim, e dá pra procurar músicas pelo Facebook!? Nem sabia! Olha só!

Uma das quem eu mais baixei remixes raros foi a GLoria Estefan. Tinha uma comunidade dela de MP3 em que o dono tinha até os peidos dela pra compartilhar! Amava!

Charles disse...

Madyrain achei as musicas que vc não tem. Posta pra mim novamente o single da Whitney Try it on my own
http://bodus.ru/album/id5474d295d1f0b59922a400ff/Waiting-For-Tonight

Maddyrain disse...

Charles, querido, o link que vc postou da Rússia não funciona e estou atrás dos remixes de Try It On My Own de novo. Um beijo.

Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela