Meu aparelho excretor e eu

Hoje decidi compartilhar com vocês como eu cuido e mantenho o meu aparelho excretor, vulgo kool... rabo... enfim, vocês nomeiam ao gosto do freguês.

Eu devo ser uma das bilus com o aparelho excretor mais confuso desta paróquia. Não dá pra confiar nele nem um pouco! Nunca sei quando tô realmente limpa e preparada pra enfrentar a turba de ativos que me perseguem e querem meu sexo em plena luz do dia.
Penso nas irmãs passivas que relatam suas peripécias amorosas e aquendam necas odaras... assim... na hora do almoço e morro de inveja. JAMAIS que posso cogitar presentear meu aparelho excretor sem antes tê-lo lavado e preparado uma bela duma xuca.

Não pensem que sou uma diva suja, meus amores, apenas sou humana e, ao longo do dia, imagino que meu edy... e o de vocês também... vai ficando... hmmm... inutilizável pra certas atividades de contato físico.

Agora vou confessar uma coisa que o meu aparelho excretor não faz. Melhor ainda, duas coisas que ele FELIZMENTE não faz:

A primeira coisa, meu aparelho excretor não reproduz, embora haja controvérsias a respeito disso. Certa vez, exagerei no Xenical e é possível que eu tenha parido algum bastardinho na buatchi.
A segunda coisa... e a mais fundamental... é que meu aparelho excretor não fala. 

Ouviu bem, sr. Levy Fidelix? Diferente do seu aparelho excretor, que é conhecido como BOCA.
Nunca na minha vida pensei em ouvir tanta MERDA saindo da boca de um candidato à presidência como ouvi hoje. E sabem por que ele pode falar tanta bosta assim, porque ele é amparado pela lei. Lei esta que não pune qualquer forma de violência contra os homossexuais. Por isso, meus amores, a galera na plateia dá risadinha enquanto o sr. Levy Fidelix vomita... humilha... violenta todos nós, homossexuais, com suas palavras. Porque se ele se atrevesse a falar a mesma coisa sobre os negros ou judeus, ah, meus amores, aí a casa tinha caído pra esse infeliz.

Como violentar, xingar, maltratar e humilhar os gays não é um crime, o sr. Levy Fidelix e tantos outros brasileiros que compartilham de suas opiniões homofóbicas se veem no pleno direito de agirem de tal forma... EM CADEIA NACIONAL. 

É óbvio que um bosta desse tipo jamais chegará à presidência, mas é do nosso santo dinheirinho que ele vive. Sim, por que alguém sabe no que trabalha este cidadão? Ou o trabalho dele é esse? Fingir que é político, continuar embolsando do meu dinheiro e fazer essas campanhas eleitorais que ultrapassam os limites do ridículo? Porque afirmar que a minoria gay pode cortar pela metade a população total do Brasil é... olha, acho que não tem nem adjetivo pra descrever tamanho absurdo.

Então, prezado sr. Levy Fidelix, o meu aparelho excretor não manda nem um beijo pra você, Eu tenho é pena e vergonha alheia dessa prole que foi gerada a partir desse pauzinho que você com certeza tem. E espero que esse mal... a ignorância... não seja de família... mesmo sabendo que geralmente é. Pega essa porra de aerotrem e enfia no teu aparelho excretor pra ser um pouco feliz na vida, meu amô. Dar o kool é o futuro é virou tendência.

Maddyrain

And I'm Telling You I'm Not Going

Ralphi's Classic House Mix
Ralphi's Classic House Radio Edit
Ralphi's Funky Underground Vox
Ralphi's Hard House Dub
Rosabel Anthem Mix
Rosabel Anthem Radio Edit (thanx to Lord N!)
Rosabel Attitude Mix
Rosabel Invasion Dub
Junior's Earth Club Anthem
Junior Vasquez Padapella (thanx to Lord N!)
Tranceuro Express Radio Edit
Almighty Definitive Mix (thanx to Lord N!)
Almighty Definitive Album Mix (thanx to Lord N!)
Almighty Club Mix (thanx to Lord N!)
Almighty Anthem Mix (thanx to Lord N!)
Almighty Anthem Dub (thanx to Lord N!)
Almighty 7" Anthem (thanx to Lord N!)


Prepare-se pra quebrar o pescoço, meu amô:
Xente, vocês sabem que Jennifer Holliday é sinônimo de bateção de cabelo e travequismo, néam? Agora deem uma olhada nos remixes acima e preparem-se pra virar a bilu mais phêmea da sua cidade. "And I am Telling You I'm Not Going" é uma música antiguinha que fez parte do musical "Dreamgirls", que foi mais recentemente estrelado pela Beyoncé e aquela insuportável da Jennifer Hudson no cinema. Bom, a música é de uma breguice bem típica dos musicais e nosso amado Ralphi Rosario decidiu torná-la a coisa mais viada da face da Terra.
O Ralphi's Classic House Mix segue aquela linha club house que eu ADORO! Pianinho e batidas dubabadu pra você sair pela casa ahazzando na dublagem. O Ralphi's Funky Underground Vox é completamente diferente, mas não perde a pinta. Jennifer Holliday é muito escandalosa! Mantenha a bateção de cabelo com o Ralphi's Hard House Dub e sobreviva se for capaz!

Quando o Rosario se junta ao seu compadre Abel Aguilera e assinam como Rosabel, preparem-se pra perder toda a dignidade. O Rosabel Anthem Mix mantém a vibe club house e como club house de qualidade nunca é demais, não reclamo nem um pouco! Se você quer algo ainda mais travesti, temos o ótemo Rosabel Attitude Mix, que é pura despirocação! Você é passiva, que eu sei!
Outro que também fez algo mais puxado pro house foi o Junior Vasquez, que ahazzou com o Junior's Earth Club Anthem. Não adiciona nada de excepcional aos remixes de hoje, mas não decepciona (como quase tudo que ele tem feito). 
Por fim, fechamos com chave de kool de ouro com os remixes do Almighty. Não vou falar muito de cada uma das versões, porque elas são todas dignas. Se joguem com fé na piruka pra ela não voar longe!

PS.: agradecimentos especiais ao leitor do meu blog Lord N que super me ajudou a encontrar vários remixes de hoje! Obrigadjénha, gato! Se quiser um kétji (BOKÉTJI!) gostoso, é só falar!

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Aim, xente, só uma versão!

benny maze club mix  6:03

5 Bilus felizes:

Anônimo disse...

Ain, Maddie, o meu fala, e ainda dá bronca quando fujo da neca odara. Beijos.

Maddyrain disse...

olha, é verdade que o meu solta muxoxos...

Beijo e encaminhe suas necas odaras rejeitadas para mim!

Anônimo disse...

O Fidelix tinha que ler esta!!!!!!

JM Devotion-Boy disse...

Thanks for sharing, I love this song, Originals & remixes inclued the dreamgirls 2006

Maddyrain disse...

Glad you like it, honey honey.

Kisses,
Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela