Luv Ur Ass

Voltar a me esfregar safadamente com Fabinho das Bananas trouxe lá suas vantagens à vida de Soraya Místika. Craro, além daquela neca odara pulsante. Vejam só, minha tenda exotérica no Viaduto do Chá passou a ser carinhosamente conhecida como "Tenda da Treme Terra". 
Fabinho vem me visitar todos os dias na hora do almoço. Voltou a carregar caixas de bananas e tá trabalhando no Mercadão, pertinho da minha tenda. Bate o tesão no bicho e lá tá ele na minha porta pronto pra me arrombar. Nunca reclamo. Tô pra ver nascer passiva que reclama ao ver uma neca bonita e gostosa. Nosso tesão é tão intenso que o balanço da minha tenda faz as estruturas do Viaduto do Chá tremeram, daí o apelido que recebi. Isso também ajudou na minha reputação e fama. Todo dia a mulherada e bicharada fazem fila pra serem atendidas! Todas querem saber apenas de uma coisa, meus amores: PIROCA.

Noutro dia, tava num dos meus raros momentos de folga tirando uma selfie com umas cartas dum tarô kardecista que comprei na 25 de Março na mão quando uma bilu toda hipster adentrou minha tenda. Fechei a cara como fecho pra todo esse povo hipster que se veste igual. Alguém me explica a graça de usar camisa de botão xadrez e óculos de armação grossa? Sivuplê? Porque até agora não entendi. Isso sem falar no péssimo gosto musical. Mas enfim, cliente é cliente. A bicha sentou na minha frente. Coloquei as cartas na caixinha, fiz um bico ainda maior e falei:

_ Bem-vinda à Tenda Exotérica de Soraya Místika.
_ Aaaai... assim... nem tô acreditando que tô te conhecendo. Você é o mais novo fenômeno da internet, tá sabendo, Soraya Místika?
_ Pode me chamar de Ialorixá Místika, tzá? Eu caminho pelas camadas do exoterismo como se estivesse na Santa Ifigênia. Assim que você entrou na minha tenda eu vi o que você procura, meu fio. 
_ Aaai... assim... tô ficando cada vez mais arrepiado! Você consegue descobrir meu nome? Assim... só de me ver?
_ Mas é claro, mas não vou te falar. E sabe por que? Porque você é uma bilu muito da atrevida. Veio duvidar do meu dom espiritual? Ai, que te rogo uma praga que gruda nos pelos do teu saco e não sei nem se você rapar tudo!
_ Aaai... que temperamental. Não tô assim duvidando, eu só tava muito assim intrigado. 
_ Já desintegrou então? Fala logo o que te trouxe aqui porque tá chegando a hora de meu cochilo espiritual voltada pra Meca. Aliás, não diga nada. Eu sei o que você tá procurando: uma neca bem grossa pra foder esse cú de passarinho que você tem. Acertei ou não acertei?
_ Aaai... você me deixa... assim... super tímido falando tudo assim tão explícitamente.
_ E você quer dar o truque em Maddy... Madame Soraya Místika, meu amô? Se fecha, néam? Gato, a neca que você tá procurando pode ser encontrada na Vieira após às 19 horas. É só falar com o Sidinei. Diga que foi indicação de Soraya Místika e rola um descontinho básico. Uma dica importante: finja-se de morta na hora da fofação. É uma tara dele. Estranha, eu sei, mas é tara, néam? Tara é tara, não é amor. Amor é amor, tara é tara. Você tá me acompanhando, néam?
_ Aaai... tô só um pouco perdido. Mas esse Sidnei é bom? Eu só curto pau maior que... assim... 21cms. - guardei aquilo na memória junto com um post-it escrito NUNCA APRESENTAR AO FABINHO DAS BANANAS.
_ Hmmm... 21cms? Você é gulosa mesmo. Então comece a noite com o Sidnei, depois procure o Claudionor. Ele geralmente fica em frente ao Hotel Luv Ur Ass. Você pode falar "luvuras" que todo mundo conhece. Se soltar um "luvi iór és" ninguém vai te indicar, tzá? Não existe lugar pra elitismo no Centrão. Então, Claudionor tem uns 23cms, maaaassss não se empolgue tanto. Como quase todo pau quilométrico, é meia-bomba. Eu chamo essas necas carinhosamente de neca sanfona, tzá? Vão entrando e se enroscando toda lá dentro do edy. Não gosto. Você gosta, tô vendo. Sua sórdida. Não julgo minha clientela, mas você é sórdida, meu amô.
_ Aaai... tô ficando... assim... super animado aqui! Não vejo a hora! Mais alguma indicação?
_ Xente! Olha, uma fadinha tá me sussurrando aqui que amanhã você mal conseguirá segurar um peidinho. Aliás, cuidado! Vai mais pra esquerda! Tem um gnomo aí, não tá vendo!? Volte amanhã e conversamos mais. - a bicha ia levantando-se como se nada fosse - Hey! Tá loka, meu amô? Você tá achando que a consulta com Soraya Místika é assim? De graça!?
_ Aaai... assim... se eu voltar amanhã... assim... acabado, eu te pagarei de uma forma muito melhor que dinheiro.

Levantou e foi embora num suspiro. Filha da puta! Ah, mas amanhã ela volta! Volta e não consegue nem sentar! Peguei meu celular e liguei primeiro pro Sidinei e depois pro Claudionor, ambos antigos rolinhos meus, mas que ainda geravam repetecos semanais. Clau, Maddyrain, tudo bem? Tô boa. Gato, é o seguinte, uma bilu vai te procurar aí hoje. Já sabe, néam? Arregaça! Não deixa uma prega naquele edy. Primeiro ela vai sair com o Sidinei, lembra dele? Esse mesmo... lembra daquela DP que fizemos? Então, esse! A bilu já não vai chegar com muita prega aí pra contar história, mas arromba com tudo. Ah, e mais uma coisa: Maddyrain não existe, tzá? Agora é Soraya Místika. Tô te falanda porque você é de confiança e eu sei onde você mora. E também sei onde mora tua esposa, seu puto. Beijo. Meu amô, nunca mexa com uma bicha com contatos bafônicos no seu celular. Fika a dika.

Beijinho na neca, porque eu lá sou vinhada de mandar beijinho no ombro?!
Maddyrain

Make it Happen

Edit
MTV Unplugged
C&C Classic Mix
Extended Version
Radio Edit
Dub Version


Acredite no poder do seu edy!
Amores, vou começar sendo bem franca! A música de hoje é uma prova do quanto a Mariah Carey se perdeu no meio do caminho e não tem mais cura. "Make it Happen" foi tirada do segundo álbum da moça, o "Emotions", e ainda podemos sentir nela a paixão que a Mariah tinha em cantar. Hoje em dia, meus kéridos, só na misericórdia, viu?
"Make it Happen" foi escrita, produzida e remixada por David Cole & Robert Clivillés, que também atendiam por C&C Music Factory. O mítico C&C Music Factory, meus amores! Podem pegar a versão Edit, mas confesso que acho muito calminha pro meu gosto. Ela devia ser mais puxada pra versão tirada do MTV Unplugged, minha favorita de hoje. Isso sim é classic gospel house ao vivo, meus amores! Uma loucura!

Os remixes não fogem muito da sonoridade da original. O C&C Classic Mix acrescenta algumas batidas na música, mas não acelera o tempo da música. Mesmo assim, é bonito e bem feito. A Extended Version dá aquela acelerada que a xente tava pedindo e deixa a música mais animada. Uma graça! Por fim, já ouvi dubs melhores por aí. Fika a dika.

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela