Seu nome é Rita Linda

_ E você não vai me convidar pra entrar, queridinha? Tomar um café? Um chá? Um suco? Uma água? Uma vodka eu iria gostar mais... Só pra deixar você sabendo.
_ Xente... quanta coisa você quer tomar! Na tua casa não tem nada disso? Mas entra. Olha o teu estado, vinhada. Toda esfolada. Eu tenho uma amiga doutora, Kelly Caleche, que me ensinou a fazer curativo. Entra, mas não tem vodka pra você, tzá?

Rita Linda passou por mim e entrou em casa deixando um rastro perfumado. O perfume era tão forte que minha cabeça ardeu na hora. Conheço esse cheiro de puta! Lou Lou de Cacharel! Perfume de puta véia! Ritta olhava pra minha sala com curiosidade. Passou o dedo por um móvel em busca de pó. Que audácia! Aqui a xente é limpinha! 
Mexeu na vasta cabeleira jogando-a para o lado como se fosse Naomi Campbell e fez um biquinho de muxoxo. Aim, farei a mesmíssima coisa quando for no apartamento dela! Bicha abusada! Bom, eu não podia deixar de concordar que Rita Linda era um mulherão... ou melhor... um travecão. Era alta e tinha o corpo todo magro definido. Seu vestido de oncinha era de fato brega, mas combinava com sua cor linda. O rosto também era de uma beleza incrível. Os dentes reluziam e o cabelo deixaria Diana Ross com inveja. Me senti a bicha mais feia do universo. Não posso sair com essa mocreia pra buatchi. Seu magnetismo pessoal é por demais irritante!

_ Posso saber o motivo do muxoxo, amô? Acho aqui feio? É feio, sim! Perto da cobertura em que eu morava isso aqui é um cafofo, mas é o que tem pra hoje, tzá? - ataquei toda ressentida.
_ Desculpa, não era minha intenção. Você sabe quem morava aqui antes de você?
_ Naum, por que?
_ Ninguém menos que eu, queridinha. Tô impressionada de ver esse lugar tão limpo. Nossa, era um chiqueiro comigo morando aqui! Roupa jogada pra tudo quanto é lado. Até meu padê eu vivia perdendo! - "padê"... meus olhos brilharam!
_ Padê? Será que tem padê esquecido debaixo dos tacos?!
_ Menina, é capaz! - nós duas voamos para o chão revirando todo o assoalho da sala - Olha só! Encontrei um baseadinho!
_ Aim, pode ficar. Baseado velho me dá uma diarreia terrível!
_ Você não quer subir lá em casa, queridinha? Tenho padê de qualidade.
_ Tem alguma coisa importada?
_ A Baixada do Glicério é importado pra você?
_ Xente, que perigón!

Tranquei a porta de casa e subi um andar com Rita Linda. Aquele rastro de Lou Lou devia incomodar até o porteiro do prédio. Rita Linda abriu a porta do seu apartamento e o odor que escapou de lá de dentro misturado ao Lou Lou me fizeram quase vomitar. O apartamento era a personificação do caos.

_ Cruzes! Você matou um bicho aí dentro!?
_ Que nada, queridinha! Tô com a privada entupida faz duas semanas! Não encontro o desentupidor do banheiro por nada nesta vida! E eu tenho um! Tenho certeza! Comprei na feira com o Olegário. Bom moço, mas que pau pequeno! - "pau"... meus olhos brilharam novamente. Esse vinhado deve ter uma neca considerável.
_ Você tem o pau grande?
_ Nossa, mas é direto esse viado! E o que você quer com o meu pau, hein? 
_ Ah... você sabe... vinhado só quer saber de pau. Eu sou vinhado. Logo...
_ Logo se fecha, queridinha. O meu pau é o segredo de estado mais bem guardado dessa nação! Não tem um viado vivo que saiba disser como é o pau de Rita Linda!

Rita Linda fechou a porta do banheiro/esgoto a céu aberto, fez uma carreirinha considerável e tomamos Balalaika com Citrus. Fiquei tão retardada que passei a considerar a combinação de merda velha da privada com o Lou Lou gritando pela sala uma fragrância divina e digna de virar hit se lançada pela Givenchy!
Não sei nem como consegui descer pra casa horas mais tarde, mas pelo menos eu tinha visto, pegado, chupado e aquendado a neca de Rita Linda.

Um beijo,
Maddyrain

(PS.: não é nada fora do comum... mas também não é a vergonha para os negros do Brasil!)

Crazy Love

LP Edit
12" Remix
Dub Version
A.R. Mix 12"
A.R. Mix
Hard Radio Mix
B. Boy Mix
5 Oh Beats
Kenlou 12"
Masters at Work Dub
House Dub
Krazy Dub
Bass Dub


Loka do meu kool:
"Crazy Love" não foi lá um puta sucesso fora da casa da CeCe Peniston. Também, acho que depois de "Finally" e "We Got a Love Thang" seria até difícil ela engatar uma baladjénha r'n'b bem mela calcinha. Mas a música é bonitinha e devia receber mais atenção da Alpha FM. Fika a dika! Ela foi produzida pelo veterano Daniel Abraham, então ouça logo o LP Edit. O 12" Remix acrescenta umas batidas e toda uma sonoridade mais pop fofa. Não sei bem qual é a função do A.R. Mix, já que ele é basicamente a mesma coisa. Meu kool.

Todos os outros remixes foram produzidos pelos Masters at Work. Vamos começar pelas versões r'n'b, ou seja, o B. Boy Mix. Eu acho que até peido remixado pelos MAW merece a nossa atenção, então ouça, mas não espere sair rodopiando pela casa. Lá pro final do remix surge uma batida bem gostosa.  O Hard Radio Mix mistura o clima gueto com algumas batidinhas mais pop.
Como eu sei que bilu gosta é de dançar, ouça o Kenlou 12", que é a principal versão house de hoje. Não é muito diferente do house produzido pelo MAW na época e lembra os remixes de "Erotica" da Madonna. Se gostar, tem uma caralhada de remixes pra você!

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela