Idas e vindas

Cheguei em casa e encontrei Kilo Minhoca sozinha na sala rodeada por caixas de papelão. Como eu imaginava, Litta não tava. Aposto que tá peidando algodão uma hora dessa! Ah, doce vigança! Kilo Minhoca me olhou assustada. Como se eu a tivesse pego no meio de um plano diabólico.

_ Maddie! Já chegou?
_ Já, gata. O bophy era necudo, mas gozou em três segundos contados no relógio. Um uó!
_ Eu sempre achei que os mais pauzudos demoravam pra gozar.
_ Eu também. O caminho pra porra percorrer deve ser maior... ou algo assim. Anatomia não é meu forte. Isso aí é tudo caixa com calcinha e cueca suja?! Xente!
_ É... sim... tem de tudo. São as minhas coisas na verdade.
_ Gomoasí, gata?
_ Eu tô inu embora, Maddyrain. - olhei pra ela espantada. Sentei numa caixa pra não cair dura no chão da sala.
_ Indo embora pra onde se aqui é sua casa?
_ Eu vou pra Itália, Maddie. Arranjei um bophy italiano que quer me bancar. Quer pagar minha cirurgia de mudança de sexo! Eu vou virar mulher, Maddie! 
_ Xente, mas quando aconteceu isso!? Por que você não nos contou nada, sua traíra?
_ Eu não queria contar para vocês. Tava arrumanu tudo rápido enquanto vocês duas tavam transanu pra ninguém me ver sainu.
_ Mas por que você tá fugindo, Kilo? O que a xente te fez? Aconteceu alguma coisa? 
_ Não! Donna Summer sabe como gosto de vocês duas, Maddie. Você é minha melhor amiga, mas eu não posso continuar caganu na cueca o dia inteiro pra ganhar alguns trocados. O valor da cirurgia é alto e eu tô longe ainda dele. E depois... vai ser bom eu dar uma mudada de ares. 
_ Xente... não tô acreditando! Você ia fugir na calada da noite! Kilo Minhoca, se eu não estivesse tão atordodada eu levantava agora e dava uma na sua cara! E quem é esse italiano que você nem conhece, vinhado?
_ Ele é um freguês nosso. Se encantou com a qualidade da nossa mercadoria. Começamos a trocar mensagens, fotos... até sexo virtual nós fizemos!
_ Aim, isso é tão 2000...
_ Ele já pagou tudo... a passagem e tudo mais. Já tá tudo certo, Maddie. Torça pela minha felicidade.
_ Sempre, Kilo... sempre.

E nos abraçamos em lágrimas. Conheço Kilo Minhoca desde que o mundo é mundo e sou péssima com despedidas. Ajudei Kilo com as caixas até o elevador, mas permanecemos caladas. Na verdade, eu sentia uma mistura de revolta e felicidade. Não há como querer o mal de alguém como Kilo Minhoca. Se ela queria se jogar assim no mundo, que fosse feliz. Trabalho não faltará na Itália, néam?

_ Kilo, se qualquer coisa der errado, mande uma mensagem e eu e a Litta iremos correndo pra Itália te salvar!
_ Eu sei, Maddie, mas nada dará errado. Tô sentinu que dessa vez eu serei feliz de verdade. É tudo que eu sempre quis.
_ Sentirei sua falta, Kilo. Dos seus gerúndios pronunciados errados, das risadas e suas opiniões engraçadas. 
_ Eu também, Maddyrain. Sempre que ouvir "In Your Eyes" da Kylie lembrarei da senhora e de nossos tempos inu de táxi pro Autorama... Lembra?
_ Craro! Lembra quando a bicharada parava na frente do nosso carro e ficava dançando aquele remix do Roger Sanchez? Xente... como o tempo passou. Obrigada pela amizade.
_ Obrigada você. Se nossa amizade for realmente verdadeira, o tempo e a distância não significarão nada.

A porta do elevador fechou e a última visão minha de Kilo Minhoca foi de seus olhos abertos, sorriso estampado no rosto e coração a mil. Litta Walitta ia ficar uma arara por Kilo não ter esperado ela. Ia voltando pra casa quando ouvi um barulho no andar de cima e alguém veio rolando escada abaixo. Levei um susto e fiquei parada segurando a porta de casa com medo. A luz do corredor já havia apagado e eu nem imaginava o que ou quem era aquilo no chão.

_ Mas que porra! Vou meter esse salto de merda no rabo daquela vadia que me vendeu esses sapatos pelo Mercado Livre! Que horror! Acende a luz aí! Não tá vendo que eu tô no chão toda esparramada que nem batatinha quando nasce? - diante de tal intimação, corri até o interruptor e acendi a luz do corredor. Uma trava magra e negra tava estirada no chão toda vestida de oncinha. Ela estendeu a mão para eu ajudá-la a se levantar - Nossa, obrigada. Mas só tem viado nesse prédio! Prazer, meu nome é Rita Linda.
_ Maddyrain.

Senti em nosso aperto de mãos que Rita Linda e eu seríamos grandes amigas OU grandes inimigas...

Abriendo Puertas

Extended Album Version
Africuba Mix
Spanish Fly Club mix
D's Classic Club Mix
D's Underground Dub
Rum and Coke Dub
Teri's Twirlin' Vocal Mix
Teri's Twirlin' Dub Mix
Teri's Gettin' Hard Dub


Abrindo meu edy:
Amores, vou ser bem franca logo de cara: "Abriendo Puertas" é de uma breguice sem fim! Uma coisa... assim... bem tema de novela mexicana do SBT! Eu adóron o perigón latino da Gloria, mas que ela tem coisas bem cafonas na sua discografia, ah isso tem! Se já era pra fugir da versão original, imagine essa versão extended!
Felizmente, "Abriendo Puertas" ganhou remixes dignos. A primeira indicação de hoje é a macumba braba do Pablo Flores com o Africuba Mix. Atenção para não incorporar nenhuma divindade exótica durante a dublagem!

Todos os outros remixes seguem a linha house que a xente adora. Os remixes do Bobby D'Ambrosio são um desbunde. Já ouvi outras coisas dele, mas agora não lembro de nada. O meu remix favorito de hoje é o D's Classic Club Mix, que é isso mesmo que parece ser. Um classic house super gostoso e dançante. Super recomendado! O D's Underground Dub também é gostoso, mas tem uma pegada mais... underground? A loka. House underground. Praquela época talvez... Por fim, o Spanish Fly Club Mix não é muito diferente do Classic Club Mix, tem apenas umas coisas a mais aqui e ali. 
Os remixes da Teri Bristol não me empolgam tanto, embora eles sejam mais animadjénhos. O Teri's Twirlin' Vocal Mix é super happy latin house. Deu pra entender? Não? Então ouça o remix e você entenderá! O melhor dub da moça é sem dúvidas o Teri's Gettin' Hard Dub. Uma coisa bem loka do meu kool. Aquela sirene me deixa surtada! Se joga mona!

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela