Rotina

Senta de frente para o computador e, ao mesmo tempo, aperta o botão para ligá-lo. Espera a tela de inicialização do Windows e, enquanto isso, mexe e remexe nos dedos dos pés. Dá aquela cheirada disfarçada para ver se não há nada de errado e continua a espera. Sente algo lhe incomodando no nariz e decide cavocá-lo. Olha para trás para se certificar que está sozinha na sala. O computador demora para inicializar. Sente uma coceira debaixo dos braços. É a depilação nas axilas. Sempre lhe deixa assim.
Finalmente a tela lhe mostra sua área de trabalho com aquela interminável coleção de capas de CDs esperando serem postados no blog. Por detrás, vê o corpo escultural de algum ator pornô do leste europeu. Admira aquele pau descomunal e se pergunta quando é que a vida lhe dará a oportunidade de ser feliz em um gang bang interminável na Hungria.

Não sabe nem bem por onde começar. Será que coloca uma músiquinha pra animar? Checa os emails pra ver se alguém passou a lhe amar? Ou já vai direto pro chat do UOL e faz tudo isso ao mesmo tempo? Acaba decidindo-se pela última opção.
Quase que mecanicamente abre três abas do Firefox destinadas exclusivamente para as salas do UOL. Abre mais uma para o email. Por fim, abre o Winamp com sua inesgotável lista de músicas.

Usa três apelidos diferentes para os chats, mas todos em comum. DouGostoso. ChupoGostoso. Dou&ChupoGostoso. Passeia pela relação de outros desocupados no recinto e sai bloqueando todos os michês que deveriam estar fodendo e não tentando foder. Promete para si mesma que jamais fará propagando de seus serviços sexuais nos chats do UOL. Orelhão pode, mas chat do UOL não! Reconhece outros cinco ou seis usuários. Uns usam os mesmos apelidos sempre, outros se jogam nas variações. Às vezes adicionam o local em que estão. Outras vezes a idade (falsa). Mas no fundo, são sempre os mesmos desesperados de plantão.
Para pra pensar e chega à conclusão de que o clima nos chats do UOL é esse mesmo: de desespero. De urgência. Todo mundo querendo trepar ontem. Tem a sensação de que o povo tecla com o pau no teclado. Acha excitante e sente a neca fazendo força para se soltar do emplastro.

Após ponderar um pouco sobre como chamar a atenção de seus coleguinhas virtuais joga um Alguém afim de namoro sério? na sala. Com pouco de esforço consegue até imaginar os outros membros da sala ignorando seu convite à felicidade com desdém.
Abre seu email para ver se o príncipe encantado usa Internet e lhe mandou uma mensagem. Spams. Propagandas para aumentar o tamanho do pau. Vendedores de poppers. Cobradores. Ignora todos. Um email chama sua atenção: Contato - Namoro.

Oi,
Vi seu perfil no Par Perfeito e me interessei por você. Sou macho, pauzão de 18 cm, mas também adoro levar vara...

Apaga logo o email. Única mensagem "aproveitável" do dia vem de um versátil. Volta para os chats. Sua mensagem procurando um namorado fiel, digno e estável continua lá, perdida entre as medidas dos outros membros da sala e convites para foder com ou sem aditivos. A escolha é do freguês.
Abre de novo sua caixa de mensagem, mas não há nada novo. Decide mudar sua abordagem. 

Sai da sala e muda o apelido para TeenPassSafado. Maddyrain nunca teve medo de apelar. Nem no Street Fighter.
Volta para a sala e, mágica e instantaneamente, começa a chover mensagens. Todos querem teclar com o TeenPassSafado. Todos querem saber a idade do TeenPassSafado. É apenas passivo ou também come? Mora aonde? Tem local? O TeenPassSafado se perde em tantas mensagens. Cogita distribuir senhas para dar atenção a tantos fãs. Até os michês lhe oferece sexo gratuito. Não tá fácil pra ninguém.

Uma fila enorme de desesperados se iludindo com um apelido pintado de vermelho.

Um beijo,
Maddyrain

The Line

Album Edit
Daveney & Mokran Mix
Boilerhouse Radio Edit
Ian O'Brien's Desert Funk Mix
Pure Funk Mix (low quality...)
Pure Funk Radio Edit
Snowboy's Extended Mix
Snowboys Radio Edit
Hippie Torrales Mentor Mix (low quality...)
Hippie Torrales Radio Edit
Black Science Orchestra Mix
Black Science Magic Vocal
Black Science Magic Session Part 1 (low quality...)
Loop da Loop Gangster House Mix
Loop da Loop Uptown Mix
Loop da Loop Downtown Dub


Retire sua senha e entre na fila pra comer meu edy:
O retorno da diva Lisa Stansfield por essas bandas não podia ser com single mais desconhecido que "The Line"! A música não fez lá aquele sucesso, mas tem uma pegada gostosa e válida. Além de ser um pé no saco encontrar os remixes pra ela, então depois você me agradece. 
"The Line" é um pop com vibe urbana e funk. Uma gracinha, além da Lisa dar um show nos vocais. Pode pegar o Album Edit pra conhecer. Como dá pra perceber, "The Line" recebeu uma caralhada de remixes, mas a maioria segue a linha funk da original, então vou falar de apenas alguns e não espere que você saia dançando pela casa, tzá?!

O Boilerhouse Radio Edit acrescenta batidas mais agitadas e soul. Bem interessante. Já o Pure Funk Radio Edit deixa a música mais street funk. Outro que é uma graça é o Snowboy's Extended Mix, que dá todo um ar "banda ao vivo" à música. Pode pegar!
O Hippie Torrales Radio Edit é um dos únicos remixes realmente dançante pra "The Line". Loucura! O Black Science Orchestra Mix é o meu favorito de hoje, dando um clima todo lounge phyno e chic. Adógo! O raro Black Science Magic Session Part 1 é bem diferente e se joga nas batidas mais dançantes. Pena que a qualidade não tá excelente, mas é o que tem pra hoje!

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Já foi um parto de quadrigêmios conseguir todos esses remixes raros de "The Line", mas ficaram faltando dois que nem a própria Lisa Stansfield deve ter!

black science magic session part 2  6:29
ian o'brien's benfleet 3:30 mix

2 Bilus felizes:

Washington Batista disse...

Já te disse que sou seu fã??
Já néah??
Vc é maravilhosa demais!!!

Vc é Renato Russo, Vc é Cassia Eller, Vc é Chorão... (Cazuza não gosto)
Meu sonho: conversar contigo no Face...
Faz a humilde e entra qualquer dia.
Eu tenho vc lá.

Bjos,
Ash

Maddyrain disse...

Amore,
Eu às vezes tô on no Facebook sim! Vem conversar comigo já com o pirulito na mão, tzá?

E Chorão!? Eu!? Tá loko!? Eu sou Sidney Sheldon... ahahahaha A loka!

Um beijo,
Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela