Vamos falar da Madonna: Like a Virgin

"Este disco é dedicado a todas as virgens do mundo"! Xente, vocês não têm saudades da Madonna de verdade? Hoje em dia, ela dedica os álbuns pra cabala. Ah, meu kool, néam? Enfim, a população mundial deve ser formada principalmente por virgens, já que mais de 21 milhões de virgens têm comprado o Like a Virgin desde 1984. Eu geralmente considero o primeiro disco da Madonna o Like a Virgin e não o Madonna. É como se o Madonna (álbum) fosse um esquenta para o furacão que seria o sucesso de Like a Virgin.
Dizem que Madonna ficou plantada na porta do produtor Nile Rodges, ex Chic, e só saiu de lá depois que ele topou produzir a bunita. Em termos musicais, o pulo do Madonna (álbum) para o Like a Virgin é notável. Enquanto o primeiro disco ainda apresentava muitos elementos já datados mesmo para a época de lançamento, Like a Virgin jogava Madonna em um pop mais atual e praticamente eterno, com bastante sintetizadores aqui e ali.

Pra começar a colocar lenha na fogueira, Madonna decidiu lançar o primeiro single, Like a Virgin, no primeiro MTV Video Music Awards de 1984 (onde a grande vencedora da noite foi Cyndi Lauper, by the way). Vestida de noiva e com fogo na pirikita, Madonna rolava pelo chão e gemia enquanto a plateia não sabia se fugia do recinto ou batia uma punhetinha. As associações familiares já caíram matando na coitada, achando aquilo tudo um absurdo. Quando o álbum Like a Virgin foi finalmente lançado, acenderam uma fogueira em praça pública especialmente pra Madonna. A clássica capa ficou a cargo de Steven Meisel, que viria a fotografá-la várias outras vezes no futuro, culminando no escandaloso livro SEX. O sucesso foi praticamente imediato. O tracking list do Like a Virgin é o seguinte:

1- Material Girl (single)
2- Angel (single)
3- Like a Virgin (single)
4- Over and Over
5- Love Don't Live Here Anymore
6- Dress You Up (single)
7- Shoo-Bee-Doo
8- Pretender
9- Stay
10- Like a Virgin (Extended Dance Remix) (bonus track da versão remasterizada de 2001)
11- Material Girl (Extended Dance Remix) (bonus track da versão remasterizada de 2001)

O álbum inteiro vomita pop por todos os cantos e os principais hits da carreira da Madonna estão no Like a Virgin, como Material Girl e a música título. Angel também virou single, mas é um daqueles singles menores e que poucas pessoas conhecem. Eu atóron e já postei por aqui. Over and Over é uma das várias músicas da carreira de Madonna com potencial para single de sucesso, mas que ficaram restritas a encher espaço no vinil. Ela acabou sendo lançada em alguns poucos países da Europa, mas nada muito impactante. Um dance pop acelerado super gostoso. Dress You Up felizmente foi lançada, mas eram tantos singles juntos nessa época, que só conseguiu ficar em quinto lugar na Billboard.
Eu considero Love Don't Live Here Anymore a primeira balada da Madonna. Embora não tenha sido lançada na época, é possível encontrar uma versão mais madura da Madonna. Eu fico toda cagada com essa música. Shoo-Bee-Doo também é baladinha, mas sabe... tão boba que prefiro não comentar muito. Parece música da Angélica. Fika a dika. Pretender é, para mim, a grande cagada do Like a Virgin. Eu confesso que nestes anos todos de fanatismo madônico, dá pra contar nos dedos as vezes em que ouvi Pretender inteira! Muito chata! Por fim, temos Stay que ficou para lado b apenas. Uma pena! Eu e só mais eu que eu conheça atóramos Stay! É bem diferente da versão demo lançada anos depois no Pre-Madonna.

O álbum foi relançado em 1985 pra incluir o mega hit Into the Groove, tema do filme Procura-se Susan Desesperadamente, mas ficou de fora da versão remasterizada de 2001. Além de Into the Groove, a atenção e exposição da Madonna era tamanha que ainda sobrava espaço pros singles Crazy for You, uma das baladas mais conhecidas da bunita, e Gambler, single obscuro que nunca foi lançado em CD. Você já parou pra pensar como devia ser ligar o rádio nessa época? Ou você ouvia Madonna ou ouvia Madonna! Foi uma verdadeira lavagem cerebral!
Pra comemorar o sucesso, Madonna estreou sua primeira turnê, The Virgin Tour, nos Estados Unidos e Canadá. Todos os principais hits dos dois primeiros álbuns faziam parte do tracking list. Infelizmente, os únicos formatos oficiais lançados dessa turnê são em VHS e LD, mas cortaram Angel, Borderline e Burning Up. Vai entender...

Embora o Like a Virgin revele uma Madonna extremamente sensualizada e materialista, características que a bunita tenta fugir de todas formas atualmente, foi com esse álbum que ela realmente fundamentou seu estilo musical e estabeleceu os hits que expressariam sua carreira até hoje. A expectativa para o próximo álbum era intensa e Madonna conseguiu lançar algo ainda melhor, o True Blue...

Dress You Up

The 12" Formal Mix
The Casual Instrumental Mix
Remix Edit
Live from The Virgin Tour
Re-Invention Tour Studio Version

I've got something that you'll really like...

Chupa meu edi que é de tecido:
Dress You Up é uma das minhas músicas favoritas do Like a Virgin. Acho uma graça, mas seu lançamento infelizmente foi um pouco ofuscado pelos singles de Crazy for You e Into the Groove, todos lançados num mesmo bolo fecal na mesma época. É duro ser famosa, meu amô. E olhem só que interessante: foi a última música incluída no tracking list do album e só entrou porque Madonna bateu o salto alto de quinta categoria.

Os remixes ficaram por conta do então namorado de Madonna e figura carimbada, Jellybean. Se joguem no The Formal 12" Mix. Um dos melhores remixes dessa fase da Madonna. Como todos os remixes da primeira metade dos anos 80, é apenas uma versão extended com mais batidas e batuques aqui e ali, mas ficou tão legal! O The Casual Instrumental Mix também é válido pra você treinar seus "dons" musicais.
Nem toda biluzinha presente no recinto já assistiu o The Virgin Tour, a primeira turnê da Madonna. A xente ainda tá esperando esse babadu sair em DVD, néam Dona Warner? Isso sem falar na ótema Blonde Ambition... Mas, enfim... se joguem na Live Version from The Virgin Tour pra ter uma noção de como era bonita a voz da Madonna ao vivo nessa época. A bunita tentou inserir Dress You Up no tracking list da Re-Invention Tour, mas super não rolou. Só temos a Studio Version pra ter uma noção de como ficaria ao vivo. Eu atórein! Felizmente não é aquela coisa "mamãe, quero ser rockeira". Finalmente, ela colocou Dress You Up na segunda parte da turnê Sticky & Sweet.

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela