O segredo sórdido de Kilo Minhoca

Levei um puta susto quando espiei o que tinha dentro de uma das caixinhas de papelão de Kilo Minhoca. Litta Walitta tava na cozinha preparando um baseado pós-academia pra xente.

_ Litta! Vem cá! Mas faz silêncio!
_ Que foi?
_ Achei uma dessas milhares de caixas da Kilo Minhoca aberta! Você não vai acreditar no que tem dentro dela!
_ Ai, o que?! Não, peraí! Deixa eu adivinhar! Padê importado! Ela virou traficante!?
_ Naum! Antes fosse! Já teria duas clientes pra vida inteira.
_ Hmmm... começa com que letra?
_ C.
_ C? Ca... Camisinhas!? Camisinhas usadas!
_ Quase!!
_ Quase?! Camisinhas limpas!?
_ Naum! O "usadas" tava certo!
_ Gente... tô ficando curiosa! Fala logo, inferno!
_ Kilo Minhoca tá enviando calcinhas usadas pelo correio!

Litta Walitta esbugalhou os olhos em completo choque. Olhou pra mim... olhou pra Kilo Minhoca ainda dormindo no sofá... olhou pra caixa e explodiu numa gargalhada que o prédio inteiro ouviu. Kilo Minhoca deu um salto mortal de susto e caiu no chão em posição de kung fu. Fiquei espantada! Vivendo e aprendendo com as amigas!

_ Ai, que horror! Eu tava tiranu uma cochilada tão gostosa!
_ Kilo Minhoca, o que a senhora tem a explicar sobre o conteúdo dessas caixas todas?!
_ Ai, não acredito que vocês mexeram nelas!
_ Uma hora ou outra a xente ia descobrir do que se tratava essa loucura de papelão, néam? Você transformou esta casa num depósito!
_ Maddyrain, você não tinha o direito de estar mexenu nas minhas coisas!
_ Eu não mexi em nada. Tinha uma caixa caída no chão aberta e eu fui ver o que tinha dentro, ué. Normal! Qualquer uma faria o mesmo.
_ Kilo Minhoca, que história é essa agora de você enviar calcinha melada pelo correio!? - o constrangimento de Kilo Minhoca era quase que uma quarta pessoa na sala.
_ Olha, eu já fiz muita coisa sórdida nesta vida, mas isso!? Cagar na calcinha e depois mandar por correio!? Que loucura! Daqui a pouco tá comendo merda! Já pensou que horror, Litta!? - Litta de repente, não mais que de repente, ruborizou. Decidi ignorar o fato. Por ora.
_ Ai, que horror! Vocês tão fazenu um drama desnecessário! Qual é o problema em vender calcinha suja?
_ A senhora tá vendendo então!?
_ Sim! Pelo MercadoLivre! Tenho 100% de qualificações positivas! Só vendo calcinha de qualidade!
_ E sujeira tem qualidade, Donna Summer?! Xente...
_ Peralá, Maddyrain. Deixa a viada explicar essa história direito.
_ Obrigada, Litta. Então, eu tava precisanu de dinheiro... mais dinheiro do que consigo nos programas...
_ Pra que, podemos saber? Ou vai esconder isso da xente também?
_ Ai, você sabe que não sou de esconder nada de vocês, Maddie! Desculpa! Eu tava com vergonha!
_ Não é pra menos. Sua porca.
_ Eu preciso de dinheiro porque... porque quero colocar silicone! Cansei de usar próteses externas!
_ Bom, o motivo é nobre, Maddyrain.
_ Hmm, é verdade. E da onde você tirou essa ideia de vender calcinha suja?
_ Do chat do UOL! Tem uma multidão de bophys procuranu por calcinha e cueca suja! E gostam de todo tipo de sujeira! Porra, mijo, merda! Suor! Aceitam tudo!
_ Xente, mas a senhora é uma só! Como tem conseguido mandar tanta calcinha!? Anda se cagando toda?!
_ Eu... ai, que vergonha... eu roubei algumas calcinhas das senhoras... - não sei se sentia pena ou raiva da descarada. Litta Walitta voou pra cima dela.
_ Você. Anda. Vendendo. Minhas. Calcinhas. Da. Victoria's.Secret?! Sua puta despeitada! Logo vi que tava sumindo minha roupa íntima! Pensei que fosse Maddyrain...
_ Epa! E eu ia fazer o que com suas calcinhas sujas, amore!?
_ Sei lá eu! Mas pensei logo em você, que já teve problemas com cleptomania! Mas era você!?
- eu?! Cleptomaníaca!?
_ Ai, sai de cima dela, coitada! Ainda bem que as minhas são da Marisa mesmo. Deixei de usar calcinha importada quando comecei a engordar.
_ Vocês não tão pensanu grande, Maddie e Litta! A xente pode estar ganhanu dinheiro com a venda de calcinhas suadas! Pensem nisso!

Dinheiro. Só uma outra coisa consegue mover as convicções de uma bilu com tanta força, pirocona. Olhei pra Litta Walitta e começamos nossa conversa telepática. Hmm... pensando bem, não há problema algum em deixar a calcinha bem suja durante o dia pra depois mandá-la pra algum depravado. Ainda mais agora que a gente faz academia! Imagine quanto suor conseguiremos depois de uma aula de jump! Melhor ainda! Imagine um dia de caganeira finalizado com uma aula de spinning?! Ai, chega! Topa logo!

_ Você me convenceu, Kilo. Vamos ganhar dinheiro vendendo calcinha e cueca sujas! 

Interessados, deixem o contato. Segue a tabela de preço:

KOOL SUJO COMÉRCIO DE 
ROUPA ÍNTIMA USADA LTDA.


Preços: 
Calcinha / Cueca Suada - R$ 15.
Calcinha / Cueca Mijada - R$ 18
Calcinha / Cueca Cagada/Freada - R$ 20
Calcinha / Cueca Gozada - R$ 35
Combine os fetiches! Acrescente R$ 5 por imundice! Em breve: calcinhas menstruadas!

Agradecemos a preferência!
Maddyrain

Mine to Give

Original
David Morales Happy Mix
David Morales Happy Mix Edit
David Morales World Mix
David Morales Facedown Mix
David Morales Bonus Mix
Satoshi Tomiie 12" Mix
Satoshi Tomiie Dub


O edy é meu e eu dou pra quem quiser:
Hoje é dia de glamour neste blog, meu amô! Glamour house! Glamour com um single dubabadu do Photek com o delicioso vocal do Robert Owens, que já apareceu por aqui algumas vezes! A versão Original de "Mine to Give" é um house underground com bastante potencial pra fazer o povo se acabar na buatchi.

David Morales viu esse potencial da música e aflorou o classic house no David Morales Happy Mix. O remix não foge muito do house de sempre do Morales. Ou seja, é digno e válido. Confesso que gosto mais do David Morales World Mix, que mantém as batidas da versão original. Uma coisa... assim... bem dark room! Os outros dois remixes do Morales são bons, mas não acrescentam nada de muito novo.
Satoshi Tomiie também ficou responsável por remixar "Mine to Give", mas não fez a linha house dessa vez, ficando mais próximo da versão original. O Satoshi Tomiie 12" Mix acrescenta batidas mais rápidas e dance. Música de bilu colocada. Fika a dika.

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela