Toda graça e ginga de Julio Baiano

O bophy era alto. Musculoso. Brações. Peitoral de nadador. Cor do pecado. Moreno. Careca. Sorriso Colgate. O único defeito eram as pernas completamente peladas e que não acompanhavam os anos de malhação na academia. Mas enfim, nada que uma bela neca escondida naquele shortinho safado não me fizesse ignorar. 
Cheguei na porta da academia completamente sem fôlego e já de saco cheio carregando um saco enorme de pão francês. O bophy tesão veio me receber e me ajudar. Deixei a mão escorregar até a neca.

_ Aim, desculpa! - ninguém sabe simular rubor como eu.
_ Opa, até que eu gostei! Quem não gosta de uma pegada no cacete, né não? - a sinceridade e sotaque baianos fez a minha neca presa pra trás se soltar do emplastro com todas as forças existentes em seu diminuto ser.
_ Aim, gostei de você!
_ É pra isso que a gente existe, né não? Eu sou o Julio Baiano e você?
_ Maddyrain. Sou sua vizinha. Moro aqui atrás.
_ E a madame veio reclamar do barulho das nossas aulas?
_ Aim, quem é madame? Eu? Aim, assim você me ganha fácil de mais, Julio!
- bochechas vermelhas, ATIVAR! - Na verdade, passei o dia procurando uma academia e por acaso vim comprar pão e encontrei a sua. Nem imaginava que tinha uma atrás de casa!
_ Opa, mas que coisa louca é o destino, né não? Veja só! Mas a academia não é minha não. Opa, se fosse... Sou um mero funcionário.
_ E que funcionário... né não? - risadinha de donzela virgem - Gato, por que você não me mostra a academia?

A academia se chamava "Work, Bitch!". Xente, tudo aqui me faz querer virar aquelas ratas de academia! Até o nome é uma loucura! Aposto que o dono é viado! Será que dá pro Julio Baiano!? Ciumenta e neurótica como sou, já passei a odiar o dono da "Work, Bitch!" com todas as minhas forças! A academia não era grande como aquela 24 horas (e nem funcionava o dia todo), mas era aconchegante e limpinha pros padrões "acadêmicos". 
Os aparelhos estavam em bom estado e as salas eram razoavelmente grandes. A "Work, Bitch!" também ensinava lutas marciais e coisas desse tipo e meu edy já começou um verdadeiro código morse só de pensar nos bophys que faziam essas aulas. Voltamos à recepção e Julio Baiano me entregou um panfleto com os preços. Até que não era muito caro malhar lá, mas resolvi arriscar um choro manhoso.

_ Entonces, gatón. Eu vou fazer academia com uma amiga. Será que não rola um descontinho, naum?
_ Opa, mas é claro! Não tem como o chefe não gostar de ter duas novas alunas aqui, né não? Vocês começando amanhã mesmo eu retiro $50. Tá bom ou quer mais?
_ Quero mais, néam? Sempre mais!
- sorriso maroto e sensual - Olha... eu sou boa no bokétji. Deixa eu ficar mais magra e desejável e te mostro que eu mereço um desconto maior...
_ Opa, então eu tiro mais $50!
_ Minha amiga também é boa na chupeta, gato. Não tão boa quanto eu, é óbvio, mas tem lá sua clientela...
_ Maddie... posso te chamar assim?
_ Aim... podji... - derreti na cadeira.
_  Maddie, não tenho como baixar pra menos de $100, mas duvido que você encontraria preço tão bom por aí, né não? Vamos subir rapidinho. Esse papo todo me deixou com vontade pra fazer uma checagem rápida.

Checagem me lembrou cheque que me lembrou xuca que me lembrou que eu não fiz a xuca. Aliás, não faço há séculos. Xente, não posso deixar esse bophy chegar perto do meu edy! Além de suja, tô toda suada de ficar andando pra cima e pra baixo! Vou só chupar. Minha boca não tá super limpa, mas nada que uns dois Halls pretos triturados não resolvam! E joguei as balas na boca escondida, mastigando o mais rápido que podia.
Julio Baiano me levou pra uma sala pequena em que eu mal cabia. Pegou uma fita métrica e começou a me medir toda.

_ Claro que você passará por uma avaliação melhor, mas eu só quero tirar algumas medidas... sabe como é...
_ Aim, naum sei naum. Pra que?
_ Eu vou ser o responsável por você ficar ainda mais gostosa, Maddie. Quero anotar todas suas medidas só pra saber o quanto eu consegui te mudar. Sou foda, né não?
- e me pegou por trás, o pau duro esfregando na minha bunda mais que grande.
_ Gato, não tem condições de eu dar pra você hoje... nem se eu quisesse você conseguiria encontrar o olho do meu kool. Mas tô super com hálito refrescante pra te pagar um kétji. 
_ Não precisa dar... não precisa chupar... só quero me esfregar nessa banha gostosa... - e percorria meu corpo como uma cobra. A neca dura ia passando pelas dobras e mais dobras de gordura das minhas costas, bunda e pernas.

Confesso que eu tava vivendo um momento... assim... singular na minha vida. Aquele homem gostoso daquele jeito... todo grande e viril... com toda sua ginga e graça baiana... se esfregando atrás de mim até gozar na cueca.
Acabado o serviço, tomou algumas notas e nos despedimos. Voltei pra casa ainda sem entender direito o que tinha acontecido naquela salinha da academia. O bophy tinha tara na minha banha toda, mas mesmo assim queria me ver magra? Olha, quando você pensa que já viu de tudo nesta vida loka... 

Um beijo,
Maddyrain

Pure Pleasure Seeker

Edit
Plankton's Vox Pontinental Edit
Murk Deep South Mix
Murkstrumental
Oscar G. Cuba Libre Dub
Oscar G. Deeper Dub
Pleasure for Life UK Vocal
Pleasure for UK Dub
Pure Pleasure Disco Vocal
Disco Seeker Dub
Pure & Stripped Disco Vocal (thanx to N!)
Pizzicato Mix
Pizzicato Mix 2


Procurando a neca perfeita:
Eu AMO "Pure Pleasure Seeker"! #prontogritei! Xente, lembro super bem, lá nos dias finais da década de 90, quando descobri o Moloko e comprei o CD deles com essa música. Pirava e despirocava completamente surtada e vidrada na voz da Roisin Murphy! Uma loucura generalizada! Se joguem nessa coisa loka que é "Pure Pleasure Seeker" com a versão Edit! Prefiro a versão inteira do álbum, mas é o que tem pra hoje!

Acho válido começar recomendando os remixes dos Murk Boys! O babadu é sério, meus amores! Sério e nervoso! Se joguem na macumba house do Murk Deep South Mix! Um tribal delicioso com todo aquele clima dark e underground dos Murk Boys! Adógo! O babadu fica ainda mais tribalesco com o Oscar G. Cuba Libre Dub e a interminável sequência de "I wanna go deeper... body and soul". Já que eu tô falando de dubs, peguem também o ótemo Oscar G. Deeper Dub, com mais vocais, mas o mesmo estilão.

Deixando esse clima de dark room pra trás, temos os remixes do Todd Edwards que também são bem interessantes. O Pleasure for Life UK Vocal tem uns vocais de trás pra frente engraçados e batidas dance bonitinhas e contidas. Nada muito pervertido. O Pure Pleasure Disco Vocal, como diz o nome, adiciona uma pegada old skool safadjénha. Recomendo também!
Temos ainda o estranho Plankton's Vox Pontinental Edit, que tá longe de ser um favorito, mas vale como curiosidade. Por fim, os remixes do Pizzicato Five que SUPER não movem minha xaninha e são extremamente parecidos entre si. Uózice ao quadrado.

1 Bilus felizes:

N disse...

here's your request ;)
http://www.sendspace.com/file/i21zn1

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela