O retorno de... Roxxana Boluda!?

Depois de dias trancada dentro do meu quarto, abrindo a porta apenas pra pegar alguma comida que pedi por telefone, a luz de fora me incomodova e a voz de Litta Walitta e Kilo Minhoca me dava nos nervos! Aposto que só pra me provocar, Litta e Kilo inventaram de praticar uma nova coreografia pra cada música do novo CD da Madonna. Passava meus dias remoendo uma vontade interna absurda de matar ambas enquanto roia um pacote após o outro de Doritos Queijo Nacho.
Não é nenhuma surpresa que minha noção de espaço e tempo tava completamente cagada. Só fui saber em que dia da semana eu tava quando Litta escancarou a porta do quarto me chamando pra sair pra buatchi.

_ Maddyrain, vamos à buatchi?
_ Aim, me deixa em paz! Tô tentando ligar pra Pizza Hut!
_ Pode desligar o telefone! A gente vai sair pra dançar hoje!
_ Eu não vou sair pra lugar nenhum. Quero ficar sozinha. - Kilo Minhoca apareceu com suas palavras de incentivo.
_ Maddie, você precisa sair, conhecer novas pessoas e...
_ E comer menos!
_ Ai, que horror. Eu não diria assim, mas é verdade!
_ Eu nem tenho comido tanto. Vocês é que são malditas. - Litta Walitta acendeu a luz do quarto. Minha visão ficou turva.
_ Não tem comido tanto!? E o que são todas essas caixas empilhadas aqui no canto!? Isso aqui tá até dando barata pela casa toda! Vamos, levanta do seu leito gastronômico e vai já pro banho.

Motivada pela ideia de finalmente sair, me montar e ahazzar nos palcos da buatchi, levantei-me (com muito esforço) das minhas almofadas e fui pro banheiro. Litta e Kilo nem conseguiram esconder a cara de nojo quando começaram a arrumar meu quarto. Eu mesma não me aguentava com meu próprio cheiro. Sabe aquele cheiro de gente suja, que suou horrores e o suor secou? Então... gostoso, néam? (o pior é que tem quem curte!)
Sem grandes surpresas, a baladjénha escolhida foi a Tunnel. Só de pensar que já ahazzei horrores lá no passado. Hoje em dia, aquele lugar é a sombra (dominada por heteros) do que já foi um dia. E, como ela nunca foi uma balada top de linha, imagine só a dura realidade atual... Litta já tinha ligado e falado com o pessoal que a diva absoluta Maddyrain faria o seu retorno triunfal aos palcos da noite guêi de São Paulo. Eu já imaginava o povo se descabelando por um lugar na pista só pra me ver!
De fato, a buatchi tava lotada e sempre que vou à Tunnel fico me perguntando se a casa não tá virando uma balada hetero aos poucos. Não sei o que é pior: hetero se incomodando em ser bulinado por gay numa buatchi gay, uma buatchi gay que aceita tal invasão bárbara ou as bichas pão com ovo que me olhavam com desdém. Cheguei e corri pro bar. Minha amiga de longa data, Cida, (que aliás tem um plano de carreira bem pobre) veio me atender.

_ Pois não?
_ Cida, amore! Não tá me reconhecendo!?
_ Hmmm... não...
_ Xente, ela tá com amnésia! Tá lembrada da minha amiga aqui, a Kilo Minhoca, pelo menos?
_ Claro! Oi, Kilo! Quanto tempo que você não aparece! Mas você é a...
_ Eu sou... - preferi fazer a loka - Eu sou... Roxxana... Boluda. Roxxana Boluda!
_ Roxxana Boluda, Maddie!? Que é isso!?
_ Aim, pra quem não me reconhecer, vou criar uma nova persona!

Enfim, sair pra dançar foi a pior decisão que eu havia tomado! Podia ter ficado na minha casa comendo, comendo e comendo. A Tunnel não foi projetada pra bilus... rechonchudas como eu! E o público não é tão simpático também! Sofri bullying na fila do banheiro! A bicharada ficou comentando que eu tava atrapalhando o fluxo. O povo não conseguia entrar no banheiro nem sair de lá. Enquanto isso, eu comia minha pizza em pedacinhos procurando algum funcionário que me trouxesse mais azeite.
Fui pra pista passar mais nervoso. Aquele bate cabelo barato e sem vergonha atual de sempre. As bilus pareciam conhecer todas as músicas enquanto eu olhava com cara de paisagem e tentava descobrir qual remix bootleg tava tocando. Xente, esses DJs não conhecem Danny Tenaglia, Thunderpuss e afins? Hex Hector, meu amô! Por Donna Summer, vamos injetar cultura dance nesses vinhados!! Senti que era melhor não comentar nada com ninguém, senão seria mais bullynada ainda! Uma wannabe drag qualquer subiu no palco e anunciou a surpresa da noite.

_ Viadada, hoje nós teremos o retorno triunfal de uma diva... um modelo... uma professora pra todas as drags e travestis. Eu tô falando da Maddyrain, cambada!! La diva absoluta del sexo anale em lo quartito escurito! - as luzes se apagaram e eu subi por uma escadinha lateral até o palco. A drag, sem me ver, me deu um beijo e disse - Boa sorte, Maddyrain! Eu sou sua fã! - quando Music is the Answer começou a tocar, as luzes voltaram e ouvi os comentários de surpresa da biluzada. Continuei dublando como se nada fosse. As bichas se olhavam perguntando-se que caralho de música era aquela e que porra de drag queen era eu. Terminada a performance, a drag queen veio falar comigo completamente desconfiada - E hoje nós tivemos a... Gata, quem é você? Essa dúvida não é só minha, né gente?
_ Gomoassí quem sou eu? Você não tá me reconhecendo, garai? - ela nem precisou responder que não - Eu sou... Roxxana Boluda! - As bichas começaram a vaiar.
_ Calma, gente! Não precisa vaiar! Deixa que eu gongo essa biscate! Você não tem a menor vergonha de se passar por Maddyrain, "Roxxana Boluda"?! Primeiro, a produção fala que Maddyrain fará seu retorno aos palcos da Tunnel, depois surge uma drag grotescamente gorda copiando o estilo da Thália Bombinha e o nome da finada Roxxana Veludo!? Pode sair do meu palco, copiona! E vá dublar essas músicas de idosa em outro lugar!
_ Seu palco!? Pois saiba que o "seu palco" já foi meu muitas noites!

Juntei o que havia da minha dignidade, virei-me pro público e mostrei minha ENORME bunda. E ainda gritei um Não preciso de vocês! antes de sair do palco. Litta e Kilo me aguardavam do lado de fora da pista com cara de desilusão. Deixem pra lá, gatas. Deve ter alguma buatchi pra bilus mais... mais... GORDAS como eu! E fomos embora.
A sorte da Tunnel é que eu não tinha saído com minha lata de querosene de estimação. Fika a dika.

Um beijo,
Maddyrain

Music is the Answer 
(Dancin' and Prancin')

Radio Edit
Danny Tenaglia's Tourism Mix
D-Tour Groove Mix
D-Tour Acappella
Deep Dish Deadline Mix
Fire Island's "La Musica es la Respuesta"
Brother Brown's BooyaKaffekop Mix
Future Shock Junior Vocal
Future Shock Junior Dub
Cevin's Kiss the Sky Mix
Gabriel Vezzola Mix
Rossko Mix
Dirty Rush Mix
Rob Rives Mix
D & K Remix
DJ Saeed Mix


Sexo é a resposta:
Olha, eu sempre gostei do trabalho do Danny Tenaglia, desde os remixes intermináveis dele até as produções que ele já fez. "Music is the Answer" é bem antiguinha já (de 1998... desde quando isso é antigo!?), mas ainda abafa! Se joga no Danny Tenaglia's Tourism Mix, que é a versão original com 14 minutos de travequismo! Uma loucura! O D-Tour Groove Mix é bem diferente e é mais bate cabelón. Uma coisa... assim... BEM travesti.
Os remixes do primeiro lançamento do single ficaram a cargo das duplas Deep Dish e Fire Island. O Deep Dish Deadline Mix começa idêntico ao remix do próprio Deep Dish pra "House Music", do Eddie Amador, que já pintou por aqui. Vai ver os bunitos tavam com o deadline apertado e decidiram não criar nada. Mesmo assim, o remix é escandaloso e arrombativo. O Fire Island's "La Musica es la Respuesta" é bem parecido com a versão original, mas tem um trecho instrumental com uma vibe toda latina super bonitinha.

O single foi relançado em 1999 e ganhou mais remixes. Isso mesmo, um ano após o primeiro lançamento! Vai entender! O Brother Brown's BooyaKaffekop Mix (Jesuis, que nome!) é interassente muito bem feitinho e dá uma contida no travequismo da versão original. Acho que são os vocais da Celeda que deixam tudo com cara de vinhado... O Future Shock Junior Vocal é mais aceleradinho e se joga bastante nas batidas da original.
O Cevin's Kiss the Sky Mix é bonitinho também e mescla elementos mais oitentistas deixando tudo com cara de produção do PWL. Interessante. Esse tal Desert Purple Haze Mix a xente ignora.
Por fim, o single foi relançado em 2008 e ganhou mais remixes, mas como esses não adicionam nada à minha já grande beleza, vou ignorá-los porque tô cansada. Um beijo.

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Aim, até que hoje é pouca coisa, vai!

ar radio edit 3:55
twisted radio edit 3:36
danny tenaglia's tourism mix edit 9:12
fire island's "la musica es la respuesta" edit 10:35
wackside remix 7:06
klubbheads remix 7:30
future shock radio edit 4:02

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela