Guia Prático da Bilu Perfumada III

Xente, parece que faz um tempão que eu falei de perfumes com vocês, néam? Bom, no último post eu falei sobre a diferença entre as marcas, o que é rastro, o que são flankers e perfumes de nicho e como eles podem estar relacionados à qualidade geral de um perfume, lembra? Se não, leia o último post, garai! De toda forma, encerrei o assunto dizendo que trataria de famílias e notas olfativas. Olha o pepino que eu joguei pra eu mesma! Que delícia! Então, prepare-se, meu amô, porque hoje você vai ficar um pouco mais recheada de futilidades!

GUIA PRÁTICO DA 
BILU PERFUMADA 
PARTE III
BY MADDYRAIN

Falarei no post de sobre algo que é, normalmente, a coisa mais vaga na cabeça de alguém que não é interessado, ou talvez apenas desinformado, em perfumes: as notas nos perfumes. Quando você ler ou ouvir a palavra "nota", não pense que o povo tá falando em nota escolar, meu amô! Jesuis, santa ignorância! Já até imagino o diálogo entre as bichas desavisadas!

_ Aim, quais são as notas do 1 Million (Paco Rabanne)?
_ Hmmm... eu dou um 8,5 pra ele. E você?

A resposta certa da bilu perfumista seria Hmmm...  ele abre com uma nota forte de laranja completamente inserida numa base duradoura de couro, canela e patchuli. Sinto também certa nuance floral, provavelmente pela nota de rosa. Aim, eu fico toda cagada se você der uma resposta assim, meu amô!
As notas num perfume são os elementos que compõem uma fragrância. Se um perfume tem cheiro de limão com manjericão, então ele provavelmente tem notas de limão (seja lá qual tipo) e manjericão! Se o seu Kouros (Yves Saint Laurent) tem cheiro de noite de sexo nos puteiros mais baratos da sua cidade, então imagine a combinação de notas necessárias pra criar essa sensação olfativa! Algumas marcas (principalmente as de nicho) vão ainda mais fundo nessa ideia de sensações olfativas e criam fragrâncias que remetem a coisas mais específicas, como os perfumes da marca Demeter (que, infelizmente, não são vendidos no Brasil).

As notas são também responsáveis pela sensação de mudança dos perfumes. Embora algumas fragrâncias foquem apenas em alguma nota específica (as fragrâncias lineares), outras começam marinhas, mas evoluem para um fundo amadeirado, ou então começam frutais e vão para um fundo atalcado, e assim por diante. Dessa forma, as notas são normalmente classificadas em três tipos:
Notas de cabeça: também chamadas de notas de topo, entrada ou saída. Independente do nome, são as notas que abrem uma fragrância e geralmente evaporam com mais rapidez. Como são o chamariz de um perfume, elas são fundamentais às vendas.
Notas de coração ou de corpo: são as notas que surgem após o primeiro estágio da aplicação do perfume. Elas introduzem a base do perfume e levam mais tempo para se dissipar.
Notas de base: são as notas que encerram uma fragrância e acompanham a pessoa durante o dia. Quando você sente aquele cheiro gostoso no cangote de alguém, você está geralmente sentindo as notas de coração ou de base.

Mas como saber as notas do seu perfume favorito? Normalmente, as marcas divulgam quais compõem determinado perfume, mas não confie apenas nisso, porque há muito marketing envolvido. Afinal, perfumes são feitos para serem vendidos, não é mesmo? São mercadorias como quaisquer outras. Mas também não duvido de tudo que ler. Dificilmente você encontrará informações completamente discrepantes. E, como perfume é algo relacionado às sensações individuais de cada um, não é difícil encontrar depoimentos de pessoas que sentem café numa fragrância e outras que ignoram completamente tal nota!
Algo que pode dificultar, no entanto, o reconhecimento de algumas notas é a falta de contato real com elas. Eu, por exemplo, NUNCA vi um patchuli na minha vida e tenho apenas "impressão" do que vem a ser um! Outras notas, no entanto, são mais comuns e facilmente identificáveis, como as notas frutais e florais. Além disso, meu amô, tudo na vida é experiência, néam? Com o tempo e o contato com perfumes, você começa a identificar um elo entre diferentes fragrâncias e as notas começam a se mostrar mais reconhecíveis. 

As notas não apenas compõem uma fragrância, mas também ajudam a classificá-las nas famigeradas famílias olfativas. Mas esse assunto, meu amô, eu tratarei apenas em outro Guia Prático, porque ele é bem extenso e meu kool que eu vou escrever uma Bíblia duma vez só!

Um beijo,
Maddyrain

Crazy Cool

Single Remix Version
Urban Mix
Jeep Mix
Deep Dish's Crazy Cool Remix
Deep Dish's Crazy Cool Remix Edit
Sharam Crazy Journey
Dubfire Cool Dub
Bad Boy Bill House Mix
Bad Boy Bill House Mix Edit
Bad Boy Dub (low quality...)
Strike's Vocal Mix (low quality...)
Strikes's Dub


Crazy Cú:
Nossa, eu tô pra postar coisas da Paula Abdul aqui no blog há milênios, mas sempre deixo pra depois! Pra compensar, hoje temos "Crazy Cool", que aposto ninguém conhece, e já tenho outro single da bunita engatilhado. Aguardem! Como eu disse, "Crazy Cool" não fez o menor sucesso fora da casa da Paula Abdul então duvido muito que alguém me escreva "Aim, eu conheço e amo Crazy Cool!". Se isso acontencer, você vai ganhar um bokétji na hora (e uma cartinha de agradecimento da própria Paula Abdul)!
"Crazy Cool" é um pop com pegadinha r'n'b bem básiquinho que não vai revolucionar a vida de ninguém. Pode pegar o Single Remix Version pra conhecer. Pra deixar a música ainda mais chata, temos a versão Urban Mix e o Jeep Mix que eu vou mega ignorar.

LinkFelizmente, nem tudo é espinho hoje, pois temos o ótemo Deep Dish's Crazy Cool Remix. Como grande parte dos remixes do Deep Dish, são onze minutos de glamour e phynesse. Se gostar, se jogue também no Sharam Crazy Journey, que é uma espécie de dub. Além dele, temos também o Dubfire Cool Dub. Todos muito bons.
Pra você ahazzar no house safado, pegue o Bad Boy Bill House Mix. Super bonitinho e animadinho. Mil vezes melhor que a versão original. Fika a dika. Infelizmente, o dub está com a qualidade cagada, mas é ótimo! Mais underground e jogativo. Adógo! O Strike's Vocal Mix também não tá lá aquelas coisas, mas vale a pena pegar. Esse também vai mais pro lado dance bobinho e gostosinho. Uma graça.

5 Bilus felizes:

francis disse...

¡Hola
Miro a los remixes fabulosos de Tony Humphries de "Leash Called Love" de los Sugarcubes.
larga vida a su sitio y usted!

Anônimo disse...

"Aim, eu conheço e amo Crazy Cool!". E também My Love is for Real, do mesmo album. E agora? rs

Maddyrain disse...

Gato, você acaba de ganhar o melhor kétji da sua vida! COloca a neca pra fora e eu REALMENTE espero que ela seja grande!

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkk Falando sério, seu blog é muito legal e resgata boas pérolas das pistas. Acompanho sempre. Mas se posso deixar uma sugestão, talvez fosse bacana que os arquivos tivessem sempre uma qualidade mínima de 192 kbps. Sei que tem umas músicas que não encontramos com qualidade boa nem a pau, mas muitas acho que dá para achar. No mais, continue com esse trabalho bacana do blog.

Maddyrain disse...

Amore, no começo os arquivos eram todos em 128kbps! Ainda que eu aumentei pra 160! Uma loucura!

Bjs e obrigadjénha pelo carinho!
Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela