Diva da maquiagem

Outro dia, o telefone do meu novo cafofo tocou. Aim, que alegria ver seu telefone recém instalado tocando! Eu, Litta e Kilo corremos pra atender. Ninguém tava esperando ligação alguma, mas só o frenesi de ter o telefone tocando foi algo... assim... emocionante! Fui mais rápida no gatilho e brochei na hora em que ouvi a voz do outro lado da linha. Era a moça do "Festinha Animadinha".

_ Maddyrain, preciso da ajuda de você e suas amigas desesperadamente!
_ Xente, isso dá até nome pra filme! Desembucha, mulher!
_ Tenho uma festa pra daqui três horas num buffet no alto de Moema. Festa de gente rica e importante! Por favor, quero as três arrumadas e comportadas! Vocês vão ficar responsáveis pela maquiagem no rosto das crianças.
_ Aim, maquiagem é com a xente mesmo! - desliguei e fomos nos arrumar. Kilo Minhoca, toda ingênua, foi pegando sua caixinha de maquiagem Chanel. Levei um susto. - Gata, onde é que a senhora vai com esse estojo da Chanel!?
_ Ué, não é pra gente maquiar os demônios?
_ Sim! Mas você vai gastar Chanel naquele bando de criança remelenta? Pode guardar isso aí! Litta, amore, pega a caixinha de maquiagem da Avon.

A festa era realmente bem glamourosa. A aniversariante, um cocô! Uma combinação de Luciana Gimenez e Paris Hilton. Só a cara dela de nojo me dava vontade de entupi-la de bordoada. Um ataque de violência absurdo! E o nome da criatura!? Aurélia. Isso lá é nome de criança, Diana Ross?! Já nasceu com nome de velha ranzinza!
As crianças convidadas pareciam ter medo da Aurélia. Chegavam, entregavam o presente, Aurélia abria o embrulho, soltava um comentário frio e mortal, a criança se afastava desolada e ficava num canto junto com todas as outras. Aim, se eu fosse a responsável por servir a bebida hoje... ia entupir essa vadiazinha mirim de cachaça! Da mais vagabunda possível! Sentamos num canto do salão com três mesinhas nos esperando. Chamei a mocinha da Festinha Animadinha toda indignada.

_ Gata, vem cá. Essas mesas e cadeiras são minúsculas pra xente. Somos travestis grandes, tá sabendo?
_ Maddyrain, as mesas e cadeiras não foram feitas pensando em vocês três. São pros convidados.
_ Meu kool! EU NÃO CAIBO NESSA BUDEGA!
_ Shhhh! Fala baixo! Isso aqui é festa de gente fina! Já pensou se eles escutam você gritando e assassinando o Português assim!?

Voltei pra cadeira com a maior cara de kool do mundo. Já sei qual será a primeira pintura que farei na cara desses demônios infernais! Um menino com cara de Galinho Chicken Little sentou na minha frente. Eu quero que você faça um tigre no meu rosto. AGORA! Xente, que mandão! Pera aí que você vai adorar sua maquiagem! Pinta aqui, retoca ali, contorna aqui, umas pregas ali e o menino saiu com o desenho de um cú na cara. Kilo Minhoca ficou horrorizada. Uma menina com cara de meiguinha sentou na minha frente. Abriu a boca e senti o maior cheiro de fossa do mundo. Menina, escova esses dentes! Eu tenho problema... Ah, vá! Eu quero uma borboleta... Você vai adorar a borboleta. Saiu com uma lata de lixão na cara. Sou bem franca!
A aniversariante veio caminhando até nós como se estivesse desfilando em seu palácio. As crianças saiam do caminho cambaleando com medo de serem atropeladas.

_ Ai, que horror! Tomara que não sente comigo!
_ Naum, essa eu quero pintar! Vem cá, amore. Vem cá!
_ Quem você pensa que é para me chamar de "amore"? - olhei bem nos olhos dela e incorporei o lobo mau da Chapeuzinho Vermelho.
_ Eu sou a travesti que vai acabar com sua reputação de fodona. Agora senta aí e deixa eu pintar o seu lindo rostinho. Você será o assunto da escola por gerações! - ela tentou levantar da cadeira, mas Litta Walitta foi mais rápida e segurou a bunitinha - E não tente gritar, A-M-O-R-E, se não eu desenho algo pior!

Quando eu era pequena, minha matéria favorita era Artes. Adorava ir pra sala de Artes lá no último andar da escola. A sala em si não tinha absolutamente nada de mais. Era um espaço enorme com as carteiras e nenhum instrumento muito diferente. As aulas eram legais. O professor, um aloprado. Frenético. Achava que todo mundo tinha talento pras artes cênicas. Tentou que encenassemos "Disque M para matar", do Hitchcock. Um fracasso fenomenal.
No finado Colegial, a professora de Artes era uma megera. Uma crítica de arte frustrada que acabou virando professora. Nada era bom, só o que a filha fazia com o maior desleixo. Aliás, a menina já carregava uma aura de maconheira fodida desde sempre. Fui pegando uma raiva das aulas de Artes. Só de pensar em subir, olhar aquela mulher de meia idade papagaiando sobre técnicas artísticas pra, no final da aula, eu não receber nenhum parabéns pelo meu esforço...

Pensei nela enquanto desenhava no rosto da Aurélia. Coloquei toda minha ira de Dante no pincel e pensei numa neca bem gostosa. As lágrimas da menina escorriam e borravam o desenho. Para de chorar ou vou te beliscar, mocreia! Engole esse choro! As outras crianças foram se aglomerando pra ver a obra de arte no rosto da menina. Começaram a rir e debochar quando perceberam o cacetão que eu tava desenhando. Pensei se a minha ex-professora de Artes me daria um parabéns pelo detalhe impressionante nas veias pulsantes daquele pintão. Pela cabeçona feita com capricho e carinho.

Aurélia soltou um grito quando viu o desenho no espelho e saiu correndo pelo salão chorando e aos berros. Eu, Litta e Kilo fechamos nossos estojos e saimos correndo em direção à saída antes que a casa caísse e fossemos caçadas como bruxas. No caminho, peguei uma taça de champagne porque eu não sou obrigada. Sou uma pessoa de muitos talentos. Um deles é não aguentar xente que se acha melhor que o restante.

Um beijo e fika a dika,
Maddyrain

Who Do You Think You Are

Album Version
Debsey Vocal Version
Strobelights & Platform Shoes Mix
Radio Remix
Nu Solution Mix
Saturday Night Fever Dub
Quex-RD

And every day sees another scar...

Meu edy não é quem você pensa que é, mas é gostoso mesmo assim:
Aim, o retorno da minha banda desconhecida favorita! "Who Do You Think You Are" é super antiguinha e já nasceu com essa vibe old skool. Uma delicinha! Super recomendo que vocês conheçam a Album Version.
Aliás, as recomendações de hoje serão super enxutas, já que só vamos ficar com os remixes do Roger Sanchez. O Strobelights and Platform Shoes Mix (xente, que nome!) só tem nome de disco music, mas é um classic house bem gostosinho e bem nos moldes dos remixes do Sanchez do passado. Super anos 90! Se gostar, pegue também o Nu Solution Mix, que nada mais é que um dub disfarçado. Pra continuar na overdose de Roger Sanchez, pegue também o Saturday Night Fever Dub. Adógo!

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Será?! Será, Diana Ross!? Será que alguém tem esses remixes promocionais do Roger Sanchez?!

tilt dub 6:00
bonus beats down 4:55

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela