Esqueceram de mim

Por Diana Ross eu juro que jamais fumarei meu baseado, beberei mé barato e me agacharei pra chupar novamente! Eu olhava pro teto, o teto olhava pra mim. Não dizíamos nada um pro outro. Decidi tirar a roupa e esperar o bophy voltar pelada, pra facilitar a penetração, mas, com susto, ouvi barulho na porta. Xente, ele saiu! Ele saiu e me deixou aqui sozinha?! Levantei-me desesperada e sai gritando pela casa. Hey! Você aqui! Gerson! Não me faça gritar o seu nome feio novamente! Volta aqui, Gerson! Olhei pelo olho-mágico, mas o corredor já tava no escuro. O bophy já havia tomado o elevador.
Olhei ao redor do apartamento completamente loka do meu kool. A sacada! Corri frenética e o frio da noite arrepiou o caminho da felicidade até o meu edy. Hey! Socorro! Eu tô aqui presa e bêbada neste apartamento! Tem alguém aí pra me ouvir? Hey! Uma senhorinha do prédio da frente apareceu na janela toda assustada e de pijama.

_ Aim, graças a Diana Ross! Alguém! Socorro!
_ Menina, vai se vestir! Olha o frio que tá fazendo!
_ Minha senhora, eu tô presa nesse apartamento! Me deixaram trancada aqui dentro!
_ E o que você tá fazendo pelada nesse frio, menina? Vai se vestir!
_ Eu fiquei pelada pra facilitar a penetração, minha senhora! Você acha que eu não tô com frio? Tô com frio, sim! Essa história de que biscate não sente frio é tudo invenção do povo invejoso! Eu sinto frio!
_ Você não mora aí?
_ Eu não! Eu moro lá pra lá da puta que pariu!
_ E o que você tá fazendo aí, menina?
_ Eu vim trepar! Foder! Transar! Fazer sexo! Tzá entendendo?!

A velha me olhou espantada e ressentida. Fechou a janela, a cortina e apagou a luz. Vai dar o edy, minha senhora, que faz bem! Entrei no apartamento e fechei a porta da sacada pra me proteger do frio. Decidi me vestir já que eu não seria fodida tão cedo. Peguei meu celular. Torci pra TIM ter sinal lá na Higienópolis. Pra minha surpresa, tinha. Milagres acontecem! Liguei pra Litta Walitta.

_ Quem perturba?
_ Litta, é a Maddyrain! Amiga, preciso da sua ajuda!
_ No que você se meteu agora, piranha?
_ Eu... alô? A ligação ficou muda, gata! Litta?!

Olhei pro celular. A bateria tinha acabado. Sentei na cama desesperada. Cogitei tacar o celular pela janela, mas lembrei que eu não tinha pago nem a primeira prestação ainda. Já que eu não tenho pra onde ir, vou me acabar aqui mesmo. Fui até a cozinha e comecei a abrir os armários. Fui pegando tudo que era bebível. No quesito álcool, a casa era super bem abastecida. Já no quesito alimentação mais sólida...
Sentei no sofé de couro preto da sala com meu copo de vodka importada e um potinho de nozes. Aim, que casa chata! Folheei aqueles livros que as pessoas colocam na mesinha da sala só pra constar na decoração. Tudo chato. Xente... esse Gerson até é gostoso e super fazible, mas tem o nome feio e é chato. E a neca? Como será? Coloquei ela na boca, mas já tava tão em órbita, que nem lembro se era grande! Xente! O que é aquilo na parede!? O povo tem cada ideia estranha pra decorar a casa. Na parede, uma mão de gesso pedindo esmola. Aim, que susto dugarai!

Decidi revirar os armários do quarto. Nada muito atraente. Nenhum vestido Gucci ou Prada. Tudo muito loja de shopping. Bom... ainda bem que não tem nada feminino aqui! Era só o que me faltava o bophy gostar de se montar que nem eu! Encontrei uma caixinha de palha. Quequéissu? Abri a caixinha com certo medo. O passado me condena no setor "caixinhas misteriosas". Surpresa! Surpresa! Encontrei os narcóticos proibidos por leis brasileiras do bophy! Meu amô, você vai se arrepender até o último pentelho por ter me deixado aqui sozinha com seu padê e sua bebida.
Sentei na cama extasiada. O que vai ser primeiro!? Revirei, revirei, mas só encontrei a erva do capeta. Xente! Ele só tem isso!? Mas que caretice! Fiquei ahazzada. Não tinha absolutamente nada pra fazer naquele apartamento. Voltei pra sala e sentei na frente da TV com a maior cara de kool do mundo. Comecei a assistir um drama que podia ser facilmente meu no Corujão na Globo. Não sei nem quando, mas acabei pegando no sono. Acordei com alguém me cutucando.

_ Maddyrain? O que você tá fazendo aqui na sala?
_ Oi... aim... que horror! Que horror, Gerson! Que cara chato que você é! Puta merda! E como é que você me deixa trancada aqui!? Eu não suporto ficar presa num lugar!
_ Eu não fiquei nem 15 minutos fora!
_ Onde você foi!? E não me diga que foi comprar padê, porque só tem maconha nessa casa! Era tudo que eu precisava na minha vida: um maconheiro! Eu sou mais hardcore, amore.
_ Eu fui na farmácia! Fui comprar algo pra ver se você melhorava, mas já tá bem melhor, pelo visto.

Aim, que chato... Abracei aquele pedaço de mal caminho (e com a barba por fazer) e deixei ele me carregar de volta pra cama. Levou um sustinho ao ver sua caixinha de maconha jogada na cama, mas enfim... Qual é a graça em ir pra casa do bophy se não for revirar tudo e tentar descobrir algum podre mais sórdido que os seus?

Um beijo,
Maddyrain

All My Time

R'n'B Vocal Mix
Mousse T.'s Bad Boy Mix
Mousse T.'s Bad Boy Edit
Mousse T.'s Club Mix
Mousse T.'s Dub Mix (low quality...)
Mousse T.'s Raw Mix
Royal Garden Mix
On the Edge Mix
Armed & Dangerous

Never mess with geeks...

Chupa meu edy ou leva chumbo:
Hoje é dia de você mostrar pro mundo que é uma diva do gueto! Hoje é dia de raridade no meu blog, meu amô! Nem sei ao certo como encontrei esse dueto da Lauryn Hill, mas fui atrás dos remixes quando vi que tinha a mãozinha do Mousse T na parada. Até que gostei e decidi dividir com vocês esses momentos meus.
Não me perguntem quem é Paid & Live porque eu não faço a menor ideia, mas se é o seu estilo o perigón dos morros cariocas, se jogue no R'n'B Vocal Mix. Gosto da voz da Lauryn Hill de qualquer forma, até nesses raps americanos sem vergonha.

Como já falei, a maioria dos remixes foi feita pelo Mousse T, que MEGA anda sumido, néam? O Mousse T.'s Bad Boy Mix segue a linha lounge de traficante, com batidas r'n'b numa base calminha. Gostoso pra deixar tocando enquanto você dá uma fofada com seu cafuçu. O Mousse T.'s Raw Mix também tem essa pegada mais barraco de looshu.
Pra você mostrar que é mulher e veio pra ahazzar, se jogue no Mousse T.'s Club Mix, que é uma delícia e super club diva. Acho que nem a própria Lauryn Hill seria capaz de se dublar com esse remix! A loka!
Se jogue também no Royal Garden Mix, que continua a linha diva do morro que há dentro de todas nós. Por fim, o datado On the Edge Mix, que não sei de quem é. Um dance despirocado com a cara das bilus colocadas dos anos 90.

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Sem a menor esperança, mas vamos lá... Se alguém tiver, faz a caridade?

lazy daisy mix 6:57
mousse t.'s raw radio edit 3:24
royal garden radio edit 3:42

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela