Penetrando na Ilha do Bororé

Peguei o dinheiro que Fabinho das Bananas tinha deixado no criado-mudo depois de me comer e ir embora e decidi fazer as compras pra um jantar de gala. Kilo Minhoca e Litta Walitta ficaram me encarando com desconfiança quando falei que ia comprar cigarro e já voltava. Você não fuma! Eu faço coleção!
O único lugar aberto era um bar com cara de perigo. Olhei praqueles ovos de codorna boiando numa geleca de origem desconhecida e cheguei a conclusão de que minha vida valia muito mais. Voltei pra casa de Kilo Minhoca com duas pizzas.

_ O que é que a gente tá celebranu?
_ Por que? Pizza é motivo de celebração?
_ Quando se tá na rua da miséria, sim.
_ Bom... a xente foi oficialmente convidadas pra inauguração da Ilha do Sexo! - tirei os três convites debaixo de um amontoado de tops que servia de travesseiro.
_ Hmmm... tá... mas o que é a "Ilha do Sexo"? Algum cine privê no Centrão novo?
_ Naum, Litta! É o nome que a Roxxana Veludo decidiu dar pra Ilha do Bororé!
_ Ai, que horror! Não podia ser mais cafona?
_ Pois éam! Ela pegou o que tinha pior em mim e elevou à nona potência.
_ E como é que você conseguiu esses convites? - perguntou Litta Walitta MEGA desconfiada. Aliás, a desconfiança da bunita era tão grande que ela tava lá comendo pizza com a xente.
_ Eu... achei no lixo! Alguém do bairro foi convidado e jogaram no lixo! Dá pra acreditar?
_ Não! - gritaram as duas - Maddie, a senhora já foi melhor na arte de mentir.
_ Conta a verdade! Foi o Fabinho das Bananas, né?
_ Como é que você sabe?
_ Ué, eu posso ser tudo nesta vida, menos burra! - odeio bicha inteligente.
_ Tzá, eu confesso! Foi ele! Ele tá comendo quando pode... assim... quase todo dia. Aim, não me olhem assim! Eu sou viado! Preciso transar constantemente!
_ Maddie, a senhora pode estar fofanu até com o Padre Marcelo Rossi! O importante é que finalmente voltaremos aos eventos sociais de São Paulo!

Decidimos ir à inauguração da Ilha do Sexo devidamente montadas. Pegamos o que sobrou do nosso bazar de caridade e saimos da casa de Kilo Minhoca como três princesas Kate Middleton. Só faltava o príncipe William. Litta Walitta pegou uma piruka vermelha meio Rihanna e cobriu as partes íntimas com espátulas. Simples assim. Kilo Minhoca pegou uma piruka moicana preta, colocou glitter na ponta e foi toda de couro preto com espinhos. Mega motoqueira perigosa. Eu fui a mais clássica; não sou Maddyrain por nada. Minha piruka lembrava a fase Erotica da Madonna e imitei a roupa do clip de "Nothing Really Matters". Uma coisa... assim... gueixa safada.

Levamos três longas horas pra cruzar a cidade e chegar na balsa que levava até a ex-Ilha do Bororé. Uma fila interminável de travestis, profissionais do séquiso, jornalistas e fashionistas esperava para embarcar na balsa. Mostrei meu convite VIP extra VIP e nós três furamos a fila mandando beijinhos e deixando uma multidão de bichas em estado de fúria.

_ E quem são elas pra furaram a fila assim?! - gritou uma bichinha qualquer.
_ Meu amô, nós somos Maddyrain, Litta Walitta e Kilo Minhoca. Preciso dizer mais alguma coisa?
_ Vocês voltaram!? Gente, elas voltaram! Maddyrain voltou! - um repórter da G Magazine veio me entrevistas. Perguntou por onde eu estive metida.
_ Não me meto. Me metem.

A balsa pra Ilha do Sexo tinha mudado completamente. De uma embarcação decrépita ameaçando afundar a qualquer movimento brusco para uma balsa chique e importada, toda decorada com dildos e lava lamps. Achei tudo de muito bom gosto.
A Ilha do Bororé Sexual tinha mudado muito também. A festa de inauguração tava marcada pra meia-noite, então não dava pra enxergar muito bem os detalhes das construções e caminhos, mas a luz negra de cada poste mostrava que Roxxana Veludo havia destruído tudo da Ilha do Bororé. A única coisa que havia restado era a igreja no meio da ilha, agora com um palco armado na frente. Uma pequena multidão já tava se aglomerando ao redor esperando a diva da noite subir e liberar as fantasias sexuais mais perversas do povo.

Abri minha bolsinha só pra me certificar se minha caixinha de Pandora japonesa tava lá, bem guardadinha. Hoje ela ia trabalhar...

Sexual Revolution

Radio Edit with Full Intro
Radio Edit with Short Intro
Norman Cook Full Version @128bpm Mix
Norman Cook Radio Version @128bpm Mix
Blaze DJ Shelter Vocal Mix
Blaze Shelter Vocal Mix
Blaze Shelter Early Dub
Miguel Migs Petalpusher Vocal
Morillo Retro Club Mix
Morillo Retro Dub Mix
Nunez, Morillo & Who da Funk Super Dub
Macy Acappella

I got to be the freak that God made me...

Chupa meu edy todo sexualizado:
Super estreia hoje aqui no blog, meus amore! Macy Gray! Aquela loka do cabelón! Aquela loka que fez sucesso no começo dos anos 2000 e depois desapareceu! "Sexual Revolution" é da fase em que a bunita já tava desesperada correndo atrás de algum sucesso pra continuar em evidência. A música não fez lá aquele mega sucesso, mas é bem gostosinha. Podem pegar qualquer Radio Edit pra conhecer. Depois se joga no YouTube pra assistir o clip. Acho super bonitinho.

Os remixes de hoje são bem interessantes e legais, tirando as versões do Norma Cook (aka Fatboy Slim). Aim, não adianta! Acho que não gosto de nada dele! Prontofalei. Então vamos pular essas cagadas e se jogar com fé no Blaze Shelter Vocal Mix. Um soulful house super gostosinho, como tudo que o Blaze faz. Continuando essa linha house phyno, pegue também o Miguel Migs Petalpusher Vocal pra deixar tocando enquanto você limpa a casa. Não dá pra jogar muito o cabelón. Por enquanto.
Pra você mostrar que é mulher e veio pra esse mundo pra ahazzar, se joga no Morillo Retro Club Mix! O "retro" no nome do remix não significa nada, porque ele não era retro nem na época em que foi lançado. Uma delícia e super jogativo! Faça sua revolução sexual e vire mulher hoje mesmo!

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Aim, já foi um parto encontrar aqueles remixes de "Sexual Revolution"! Imagina esses aí de baixo!

radio edit with no intro 3:13
norman cook full version @ 119bpm mix 6:28
norman cook radio version @ 119bpm mix 3:47
norman cook full version instrumental 5:53
miguel migs petalpusher dub 6:23

3 Bilus felizes:

Johan disse...

Thank you!

crazieynsf disse...

any chance you could re-up please? thanx

crazieynsf disse...

any chance of a re-up please?

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela