Calcinha justa

Sentamos as três na cama de Kilo Minhoca. Fiquei na beirada, encarando os olhares fulminantes das bunitas. Kilo Minhoca ficou na cabeceira, segurando com ternura a caixa do falecido dildo Alexandre Pires. Litta Walitta sentou que nem índia e começou a cortar a unha do pé.

_ Sabe, gata, eu tô cansada de assistir todo dia os programas da Ana Maria Braga e do Ronnie Von pra pegar inspiração pra cozinhar naquela casa!
_ Mas eles só ensinam a fazer cachorro-quente? Porque eu só como cachorro-quente há meses. Daqui a pouco viro uma salsicha!
_ Aim, que delícia!
_ Não, Kilo. Eles ensinam como cozinhar edy de bichinha mal agradecida! Se não fossem os meus esforços culinarísticos, a senhora não tava comendo nem salsicha! E nem venha me perguntar a origem da salsicha do seu cachorro-quente, tá?
_ Meninas, eu também não gosto de trabalhar lá, tzá? Só pra colocar os pingos na Bündchen. Ou vocês acham que é gostoso encontrar todo dia com aquela imitação brasileira de estátua grega? E já cansei da necona do Pigmaleão também.
_ Então passa pra cá, Maddie! Neca grande nunca é demais!
_ Mas pra fazer o que a xente vai fazer precisa de tempo, meus amores. Não dá pra chegar chegando fodendo com o barraco da noite pro dia. A xente precisa da confiança da Roxxana Veludo. E como ela é uma versão mil vezes pior que eu, a bichinha é desconfiada pragarai.
_ "Fazer o que a gente vai fazer". Mas o que a gente vai fazer, Maddyrain?
_ Nós vamos, aos poucos, acabar com o império de Roxxana Veludo. Andei vasculhando algumas gavetas do escritório dela e descobri que ela está em negociação pra comprar... assim... comprar, meus amore, a Ilha do Bororé. Comprar. Pá-pum. Pronto, a Ilha do Bororé é minha.
_ Comprar a Ilha do Bororé? Ahahaahahahahahahhahaa. Ai, gata, desculpa, mas quem é ryka compra uma ilha no Pacífico, não na Represa Billings!
_ Pois éam! Também acho. Mas enfim, se a bunita quer comprar aquele pedaço de terra esquecido pela nação, o que posso fazer?
_ Ai, que horror! E o que ela vai fazer com a Ilha do Bororé?! Não dá pra morar lá! É longe de tudo!
_ Gata, eu já morei e fui muito feliz lá!
_ Ai, desculpa... esqueci dessa fase pobre da senhora.
_ Até quase me casei lá... mas enfim. Além de cagar com os planos dela de comprar a Ilha do Bororé, vou re-roubar o Fabinho das Bananas. Na verdade, vou conquistá-lo novamente e depois dar um pé na bundinha durinha e gostosa dele!
_ Ah, tá! Justo a senhora vai mandar um bophy daquele pastar. Manda pastar na minha plantação então.
_ Litta, depois que eu acabar com o coração dele, a senhora ou qualquer outra pessoa do mundo podem fazer o que quiser com a carcaça. Tô nem aí! E a melhor parte, gatas: vamos reconstruir nosso armário às custas de Roxxana Veludo! Estaremos montadas com as melhores grifes internacionais novamente! Nada de Colcci e derivados nacionais! Só Gucci, Dior e Versace, meus amores! Eu quero muito glamour nesse armário!
_ E roubá-la? Vou poder?
_ Gente! Quando você acha que já chegou no fundo do poço, sempre vem alguém com a pá nas costas pra cavar mais fundo. Como assim "roubá-la"?!
_ Ah... vocês sabem... eu quero juntar dinheiro pra minha cirurgia... então tava pensanu... que tal chamar a Elza de vez em quando...
_ Amore, a senhora é crescidinha e sabe o que faz. Eu não sou muito adepta da Elza. Só quando há padê importado envolvido.
_ Ou ROUPA importada, né?
_ Isso. Aim... não! Bom, enfim. Só quando tem algo importado envolvido. Pronto. É melhor abranger do que limitar. Mas, como eu tava dizendo, contanto que a senhora seja discreta e não foda meu plano pra acabar com Roxxana Veludo, vá em frente, gata! E não se esqueça das amigas se sobrar alguns trocados. Acho válido redecorar seu cafofo.
_ Ai, também acho!

Às vezes, na correria do dia a dia, no cansaço e stress que tudo pode gerar, esquecemos que sentando e conversando é possível reverter qualquer mal entendido. A xente é mulher, travesti, gay, homem, ser de outra galáxia... a xente se entende.

Um beijo,
Maddyrain

Time

Album Version
Junior's Earth Anthem
Junior's Earth Beats
Junior's Earthstrumental
Junior's Mixshow
Junior's Radio Version
Junior's Tribapella
Junior's Ambient Mix

It's nobody's business what we do...

Chupa meu edy sem hora pra parar:
Aim, xente, esse será provavelmente o único post dos Pretenders aqui no blog. Mas, pelo menos, é uma recomendação boa! A loka! Pretenders está longe... muito longe... de ser minha especialidade, mas ouvi uma vez o remix de Time não lembro aonde e molhei toda a calcinha. Remix de quem? De quem? Do Junior Vasquez, néam melbéin? Sabe aquela fase dele em que ele fazia remixes enormes, super travestis, mas também irregulares, misturando batidas de vinhado e momentos mais calmos pra parar e beijar? Entaum, o Junior's Earth Anthem é assim! Todos os outros remixes são derivados dele, então se você não tiver saco pra aguentar os 10 minutos do remix principal, se joga no Junior's Radio Version, que vai direto ao ponto G. Uma observação: aparentemente, a única diferença entre o Mixshow e o Tribapella é o nome, porque eles são idênticos! Na verdade, o Junior's Ambient Mix deveria se chamar Tribapella, mas enfim... vai entender o que se passa na cabeça de uma bilu colocada!

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela