Um dildo de Natal

Com muito esforço e fé em Diana Ross, Mário Endless tentava entrar no uniforme de Trava Noel para fazer a entrega de presentes na noite de Natal.

_ Força, Trava Noel! Você não pode sair à noite vestido assim!
_ O que fiz eu para merecer isto, Diana Ross?! Como é que a Kristine W conseguia entrar nessa roupa?!
_ Ela era magra.
_ Faz sentido! Entra! Entra!
_ Força!
_ Entra! ENTROU! - um barulho alto de tecido rasgando preencheu o escritório de Mário Endless.
_ Rasgou! Aqui atrás! A bunda está toda rasgada!
_ Isso é fato.
_ Não, tô falando do uniforme. Rasgou toda a bunda!
_ E agora?! Não posso sair com a bunda pra fora!
_ Trava Noel, não dá tempo de costurar seu uniforme agora. Você não vai precisar levantar-se durante a entrega. É só jogar os embrulhos na casa das bilus e seguir pro próximo endereço.
_ Diana Ross, tudo que eu não preciso neste Natal é alguém vendo minhas hemorróidas!

Os gogo boys que serviam de renas já estavam prontos para puxar o trenó da Trava Noel. Mário Endless sentou no banquinho e sentiu a parte gelada da madeira encostando na pele da bunda. Hmm... que sensação boa! Os anões trouxeram o saco com os dildos até a parte de trás do trenó.

_ Trava Noel, aqui está a relação com o endereço de quem vai ganhar dildo nesta noite.
_ E como eu faço? É só pegar o dildo e jogar?
_ Isso. Cuidado pra não acertar ninguém. Você pode jogar pela janela ou deixar na porta. Se for algo mais tradiciona, pode jogar pela chaminé também. Você tem até meia-noite pra entregar todos. Boa sorte!

Os gogo boys apoiaram as cordas nos ombros musculosos e começarama puxar o trenó com muito esforço. MUITO esforço. A fábrica da Trava Noel ficava numa porção ilhada do céu. Os gogo boys foram puxando o trenó até a beira da ilha e começaram a cair em queda livre céu abaixo. Diana Ross! Socorro! Eu vou cair! Eu vou morrer! De novo! Mas, o milagre do Natal se fez presente naquele momento. Dos calcanhares de cada um dos gogo renas brotaram asas que impulsionavam os gogo renas e ajudavam a puxar a Trava Noel.

Mário Endless, a Trava Noel, visitou cada uma das bilus que haviam mandado e-mail pedindo um dildo novo para o Natal. Em alguns endereços na periferia foi difícil distinguir o número da casa, então alguns vizinhos ganharam dildos novos para começar uma vida mais moderna em 2011. Outras casas, no entanto, ganharam um dildo novo e grande, além de um novo conserto para a janela. Algumas pessoas que andavam pelas ruas levaram caralhada plástica na cabeça e contariam o ocorrido pelo resto de sua vida.

_ Nossa, eu tô cansado! E o último dildo é pra quem? Ah! Maddyrain! A flor vai passar o ano brincando com um dildinho que não vai fazer nem cócegas. Ela queria paciência, né? Então vai ter que praticar a paciência pra chegar no orgasmo anal! Meus amores, vamos pro Morumbi! Morumbi?! Nossa! Não imaginava que o poder de consumo dela fosse tão grande!

Maddyrain, Kilo Minhoca e Litta Walitta foram escaladas para trabalhar na ceia de Natal na mansão de Roxxana Veludo. Mário Endless olhou para a enorme chaminé e falou:

_ Ah! Finalmente uma chaminé! Gogo boys, parem em cima do telhado. Vocês conseguem! - os convidados para a ceia de Roxxana Veludo sentiram a casa tremer quando o trenó pousou no telhado.
_ Xente! Credo! É um terremoto!
_ Vou descer pela chaminé e deixar o dildo na lareira! Aposto que estão todos dormindo!

Mário Endless se apoiou na chaminé e pulou para dentro. Sentiu o vácuo cintura abaixo enquanto olhava para o céu estrelado. Estava entalado na chaminé de Roxxana Veludo.

_ Hey! Socorro! Eu tô entalado!
_ Roxxana, querida, há alguém falando na sua chaminé.
_ Mágomoasí!? Alejandro, vá ver como é que minha chaminé começou a falar do nada!
_ Socorro!
_ Xente! E não é que a chaminé tá falando mesmo! O que você quer, chaminé!
_ Eu tô entalado!
_ É um ladrão! Xente, tem um ladrão tentando passar pela chaminé!
_ Um ladrão!? Fabinho, ligue para a polícia! Meus amores, vamos manter a calma!
_ Eu não sou ladrão! Sou a Trava Noel! Ho Ho Ho! Gogo boys, me ajudem aqui! - os gogo boys foram até a chaminé e empurram Mário Endless chaminé abaixo. Os convidados de Roxxana Veludo olhavam pra lareira com espanto e levaram um susto quando algo desabou e levantou uma poeira escura. Quando a poeira abaixou, depararam com uma bunda repleta de hemorróidas - Ho Ho Ho! Feliz Natal!
_ Mário Endless! Eu preciso me esconder!
_ Eu vim aqui trazer um presente para uma bilu muito especial e abusada! Como eu sou uma bicha discreta, vou deixar o pacote aqui em cima na lareira, vou me retirar e vocês não vão comentar com ninguém que viram as hemorróidas da Trava Noel, ok? Posso contar com vocês, não é mesmo? Senão já sabem, ano que vem, ninguém ganha dildo! Feliz Natal! Ho Ho Ho!

Soltou o embrulho todo amassado e sujo em cima do console da lareira e saiu apressado, desviando dos convidados enquanto tentava esconder a bunda com as mãos. No jardim, assobiou para os gogo boys que desceram para pegá-lo.

_ Não vai se despedir de mim, vinhado?
_ Quem é você?
_ Eu sou quem te arranjou esse trampo, meu amô! É que tô vestida de hominho!
_ Maddyrain!? Nossa, por Diana Ross, como você fica melhor de homem!
_ Gato, o que aconteceu na chaminé? Você não largou seu vício pelo Doritos Queijo Nacho?
_ Não... posso ficar sem cacete, mas não tirem meu Doritos. Maddyrain, minha flor, deixei um dildo num tamanho... bom, aceitável pra você lá dentro. É pra você praticar sua paciência no ano que vem.
_ Obrigada, amore. Eu já tenho planos pro ano que vem... Tudo vai melhorar.
_ Tomara. Estarei lá em cima torcendo por você. Quer mandar algum recado pra alguém lá de cima?
_ Craro! Diga que eu os amo muito!
_ E eles também te amam, Maddyrain. Um beijo.

Mário Endless subiu no trenó, deu algumas chicotadas nos gogo renas (só pra não perder o fetiche) e voou noite a fora. Após a ceia, muitos lares estariam repletos de prazer plástico graças à Trava Noel. Maddyrain comia seu pedaço frio de peru e, enquanto Litta Walitta e Kilo Minhoca comentavam as gafes da noite, olhou pro céu estrelado e pensou no ano que vem. Tudo seria melhor...

Feliz Natal, queridos leitores...
Maddyrain

It Doesn't Often Snow at Christmas

Original
Instrumental
No Greetings Version
New Version

Families fighting around a plastic tree...

Chupa meu edy na ceia de Natal:
Acho que todo manual de pop star tem um capítulo chamado "Músicas de Natal". TODO MUNDO precisa gravar pelo menos uma música natalina! Craro que há casos como a Mariah Carey, néam? A gulosa não tem só um álbum de Natal, mas dois! Uma loucura!
Os Pet Shop Boys não ficaram pra trás, mas felizmente não regravaram pela milésima vez alguma música já conhecida. Podem se jogar na versão Original de It Doesn't Often Snow at Christmas que é super fofa. Um pop dance natalino chic. A música levou uns ajustes aqui e ali em 2009 e ficou mais moderninha com a New Version. Se joguem e feliz Natal!

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela