Maddyrain para presidenta!

[trecho extraído da entrevista de Maddyrain concedida ao Jornal Nacional.]

William Bonner: Hoje nós contamos com a presença da candidata à presidência da república e prefeitura da cidade de São Paulo, Maddyrain. Boa noite, Maddyrain.
Maddyrain: Inhaím, meu amô? Oim, Fátima Bernardes. Atórein o cabelito!
William Bonner: Candidata, a senhora é a primeira travesti a se candidatar à presidência do país e, ao mesmo tempo, à prefeitura da cidade de São Paulo. Como é isso para a senhora?
Maddyrain: Aim, gato. Assim, primeiramente, eu não sou senhora porque eu tô solteira. Aliás, posso? Com licença. Amores, os interessados numa trava sensual, 30 anos com 20 de experiência em tudo que e forma de sexo guêi, favor enviar currículo com foto da neca para maddyrain@hotmail.com. Obrigada. Entaum, qual foi a sua pergunta mesmo?
William Bonner: Eu havia perguntado como é ser a primeira travesti concorrente a cargos tão importantes. A senhorita conseguirá dar conta do recado?
Maddyrain: Aim, normal, gato. Nada que me faça dormir na pia. Tô acostumada a chupar e dar ao mesmo tempo, então não deve ser tão difícil cuidar do Brasil e de São Paulo ao mesmo tempo. Mesmo porque, meu amô, o pedaço do Brasil que importa é o Sudeste mesmo, néam? E eu tô atórantón ser candidata à presidência porque agora tenho um monte de bilu do país todo me seguindo no Twitter, me mandando e-mails com propostas indecentes, enfim. Tô super pop!
William Bonner: Bom, então vamos tratar dos assuntos que a população brasileira espera que sejam tratados pelo futuro presidente. Candidata Maddyrain, o que a senhorita tem a falar sobre a educação no Brasil?
Maddyrain: A educação no Brasil? Ah, meu amô, o povo brasileiro é muito mal educado, sabe? Mas isso é falta de cultura, néam? O povo brasileiro não tem cultura então é mal educado. Simples assim.
William Bonner: Mas como a senhorita irá tratar a falta de educação do brasileiro?
Maddyrain: Com pau no kool. Pau no kool é a solução de tudo!
William Bonner: Bom... A senhorita não pretende construir escolas, centros educativos?
Maddyrain: Naum! Claro que naum! Pra que? Você já viu o que esses vândalos fazem com as escolas públicas? Quebram tudo! Eu vou construir buatchis! E só entra quem for VIP! O que falta no país e em São Paulo são buatchis decentes! Vamos botar esse povo pra dançar!
William Bonner: Candidata Maddyrain, o morador da cidade de São Paulo reclama muito sobre o problema do trânsito. A senhorita mesmo já tratou deste assunto em seu blog recentemente. Como a senhorita pretende combater o problema do trânsito da maior metrópole da América Latina?
Maddyrain: Aim, eu acho que o povo anda muito de carro, tá sabendo? Então vou construir uma buatchi em cada bairro, assim o povo não precisa ficar se deslocando tanto.
William Bonner: A senhorita irá construir boates para combater o trânsito?
Maddyrain: Éam. Não posso? Terei tanto dinheiro público mesmo... Uma hora já terei comprado todo a coleção da Chanel, precisarei gastar com algo. Entende?
William Bonner: Candidata Maddyrain, como a senhora rebate as acusações de desvio de dinheiro ocorrido na Igreja de Nossa Senhora Maddyrain?
Maddyrain: Nada a declarar. Ah, tenho sim. Gostou da minha nova bolsa Gucci?
William Bonner: Como espera combater a lavagem de dinheiro em Brasília se sua própria instituição religiosa demonstra indícios de desvio?
Maddyrain: Gato, eu não sou responsável pela minha igreja. Converse com minha futura Ministra da Religião, Charlotte Chandelle. Eu sou do tipo que pensa que dinheiro bom é o dinheiro alheio, entendeu?
William Bonner: O Brasil conseguiu bastante destaque no mundo durante o governo Lula. Como a senhorita espera manter a visibilidade positiva do Brasil em seu mandato?
Maddyrain: Aim, essa é fácil! Gato, eu sou SUPER conhecida na Europa, principalmente na Itália. Já atendi clientes de vários países, então sou uma travesti globalizada! Não terei problema pra levar a fama do Brasil pra fora! Você sabe que o Brasil vende a imagem de coqueiro, praia, bunda, peito e Carnaval, néam? Agora vai vender a imagem da travesti abusada!
William Bonner: Para finalizarmos a sua participação, candidata, quais são suas últimas palavras hoje para os eleitores?
Maddyrain: Aim, posso dizer que eu te acho um gato? Tá bom que você tá ficando velho e tudo mais, mas você é tão charmoso... E que voz, hein? Eu super dava a pirikita pra sua voz. Um beijo povo brasileiro! Se até o Clodovil já foi eleito e o Tiririca tá se candidatando a um cargo político, por que é que eu não posso também? E olha, é capaz que eu ganhe, viu? O brasileiro não sabe votar mesmo...

S.O.S.

Radio Edit
Instrumental
Nevins Glam Club Mix
Nevins Glam Edit
Nevins Electrotek Club Mix
Nevins Electrotek Edit
Nevins Future-Retro Club Mix
Nevins Future-Retro Edit
Chris Cox Club Mix
Chris Cox Radio Edit
Moto Blanco Vocal Mix
Moto Blanco Instrumental
Digital Dog Mix

Just your presence and I second guess my sanity...

S.O.S., chupa o meu edy:
Atendendo os pedidos desesperados de um leitor meu, temos o retorno da destemida Rihanna! Destemida porque o blogspot ATÓRA gongar meus posts com a bunita. Vamos ver se dessa vez dá pra manter o babadu! Olha, eu já falei e vou repetir, não sou a fã número 1 da voz da Rihanna, mas geralmente acho que ela tem sorte de ser bem produzida. S.O.S. veio antes do sucesso de Umbrella e a grande sacada é o sample de Tainted Love. Podem pegar o Radio Edit
que é gostosinha e não ofende. Pra praticar seus dons artísticos, peguem a versão Instrumental de Tainted Love... ops.. de S.O.S. Abapha.

Jason Nevins já foi dubalacubacu. Hoje em dia, faz tudo igual, sem inovar muito. Pra S.O.S., o bunito sentou e fez três remixes preguiçosos e super parecidos entre si. O Nevins Glam Club Mix não tem nada de glam e também não promete pura bateção de cabelón. É bacana pra tocar na rádio como versão alternativa. Os outros dois remixes são bem parecidos, mudando um peidinho aqui e outro ali. Meu kool, néam? O babadu é o Chris Cox Club Mix que fazia parte do finado Thunderpuss. Esse sim é pra biluzinha pintosa se jogar na dancefloor!
O Moto Blanco Vocal Mix segue a linha dance phyno, mas deu um efeito chato no vocal, deixando ele mais lentinho. Olha... eu gosto de leitinho, lentinho... às vezes. Não é horrível. Por fim, o Digital Dog Mix que faz a linha electro club básica de todo dia. Não mudou a minha vida e provavelmente não mudará a sua.

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela