Tem muito hetero nessa buatchi!

Na última sexta, eu e minha amiga travesti Litta Walitta pintamos as unhas, arrumamos o Emplastro Sabiá uma da outra e fomos pra buatchi beber todas até cair e dançar horrores. A buatchi escolhida? Ah, meu amô. Você ganha um kétji se acertar! Olha lá, nós somos del pueblo, então não me venha com The Week e Bubu, hein? E não é por falta de dinheiro, tzá? É por falta de paciência pra aguentar carão de vinhado. Mas pior do que aguentar carão de vinhado é aguentar carão de HETERO na buatchi! Óbiveo que eu tô falando da Tunnel, néam? Aliás, o post de hoje podia se chamar "A ascensão e queda da Tunnel"! Ia ficar um ahazzo!

Pras bilus que não moram em São Paulo e nem imaginam o que é a Tunnel, vamos lá: a Tunnel é uma das buatchis mais tradicionais da capital. Super antiga e bem localizada, pertinho da Avenida Paulista, então as bilus não têm desculpa pra não se jogar numa das duas pistas da casa. É só tomar o metrô ou qualquer ônibus e pronto. A casa é assumidamente gay e não faz o tipo "balada modernete" que nem Vegas e outras que não sabem se dão ou se comem. Ou seja, o público ERA PRA SER na sua maioria de bilus e sapinhas, mas na prática tá acontecendo o contrário, néam?
Um dos principais problemas da Tunnel é que ela se leva a sério demais, sabem? Assim... convenhamos... não é uma puta casa noturna repleta de coisas chiques pra lá e pra cá. Na verdade, é bem simplezinha. Agora tem até uma cascata na entrada. Eu juro que não tinha reparado nela na última vez que eu fui, mas enfim... chegar na buatchi já toda colocada é assim mesmo. Então, meu amô, espere por seguranças que misturam ignorância com uma pitada de violência desnecessária, doors mal comidos que descontam a frustração de terem de trabalhar em todo mundo... enfim... Mas mesmo assim eu atóron me jogar lá por dois motivos: primeiro porque é baratjinho e segundo porque é pertinho de casa!

Como eu tava falando, na última sexta, a casa tava repleta de heteros (homens e mulheres). Bom, as mulheres são aqueles canhões que não conseguem absolutamente nada em qualquer balada decente e se jogam com as amigas bilus na buatchi de vinhado. As famosas mulheres-bichas, conhecem? Eu tô pra conhecer uma mulher-bicha REALMENTE bonita. Os homens, meu amô, são o tipo de xente que não vai pra Vila Olímpia ou qualquer outra região de baladas heteros por inúmeros motivos. A começar pela aparência. Embora alguns fossem até que atendíveis, a maioria era do pântano dos desprazeres. E também, néam? Por R$12 a entrada com flyer, qualquer motoboy consegue juntar umas gorjetas e se jogar na buatchi!

Eu sempre achei bonitinho casalzinho hetero na buatchi indo com alguma amiga bilu, mas sempre achei uó de vários borogodós hetero indo sozinho na buatchi "pra catá muié". E buatchi de gay lá é lugar pra "catá muié"?! Eu e Litta Walitta estávamos no bar (pra variar) e um hetero atrás de nós reclamava que as guêis chegavam nele. Meu amô, você tá na porra da buatchi guêi! O que você quer? Que unicórnios cheguem em você? Tem horas que só na grosseria, viu? Eu atóron deixar bem claro pros heteros que se eles se atreverem a arrumar briga na buatchi, eles que saem perdendo. Um outro carequinha, todo saradinho e gostosinho passou a noite se atracando com os bophys. No final da noite, o que fazer? Catou um canhão que... por Diana Ross... deve ter sido o melhor dia da vida dela!

No final da noite, com o edy entupido de caipirinha de limão com Balalaika, Litta Walitta tentava explicar prum casal de heteros na fila o que significava "passar o cheque" toda cheia de dedos pra não chocar.

_ Aim, Maddie! Ela não tá entendendo o que é passar o cheque!
_ Aim, você não sabe o que é passar o cheque?
_ Não.
_ Passar o cheque é quando você dá o rabo e o pau do bophy sai todo cheio de merda. Entendeu agora?
_ Adoro sua phynesse!
_ Ah, mas eu aposto que ela entendeu. - a hetera ficou chocada e passada, mas dava risada.
_ É por isso que tem que fazer a xuca antes de dar o edy.
_ E o que é "fazer a xuca"?
_ Aim, deixa que eu explico! Fazer a xuca é enfiar o chuveirinho no rabo, encher de água e limpar tudo pra poder dar o kool. - Claro que eu não expliquei que precisa ter cuidado com o volume de água que entra pra não estourar, mas que se foda, néam? O hetero, SUPER constrangido, se manifestou dando risada.
_ Ah, vocês viados são tão engraçados!
_ Magina, amore. Engraçados são os heteros que vêm pra buatchi gay ficar de pegação entre si. Se eu for na buatchi de vocês e catar um bophy, apanho e sou colocada pra fora, néam?

Aim, eu super espero ser lida por algum dono ou sei lá o que da Tunnel e que esse alguém abra os olhinhos, porque daqui a pouco a bicharada tá batendo asinha e indo pra alguma outra buatchi GAY de verdade. Também quero deixar claro que não sou absolutamente contra heteros na buatchi gay, mas acho que vale a pena pensar: se eu for pra buatchi hetero toda montada e ficar dando em cima e começar a beijar um cafuçu no meio da pista, será que os heteros vão gostar? Acho que sou colocada pra fora por todo mundo, néam? Porque vou te contar, mulher quando é homofóbica e mal-educada, jesuis... Pois é, meus amores. Fika a dika. Até onde a fusão do mundo gay com o mundo hetero é válida de verdade?

Um beijo,
Maddyrain

It's Not Right But It's Okay

Album Version Instrumental
Album Version Acappella
Original Radio Mix (thanx to Rafael!)
Thunderpuss 2000 Club Mix
Thunderpuss 2000 Radio Mix
Thunderpuss 2000 Dub
Thunderpuss 2000 Beats
Club 69 Future Club Mix
Club 69 Future Dub
Club 69 Radio Mix
Johnny Vicious Momentous Mix
Johnny Vicious Radio Mix
Johnny Vicious Dub
Rodney Jerkins Smooth Mix
Rodney Jerkins Smooth Mix Instrumental
Marvel & Eli's G3 Mix (low quality...) (thanx to Rafael!)KCC's Release the Love Groove Mix

Things have got to change, baby...

Chupa meu edy na buatchi:
Xente, qual bilu ainda não balançou os têtês ao som do remix do Thunderpuss pra It's Not Right But It's Okay? O Thunderpuss 2000 Club Mix marcou uma geração de bilus e eu tava lá, toda contentinha batendo o cabelón na buatchi! Acho que poucas vezes um remix foi tão importante como com esse. Primeiro motivo: foi ele que tornou o duo Thunderpuss importante e relevante na cena club. Segundo motivo: foi ele que tornou a Whitney a queridinha das bilus e tirou a bunita do ostracismo completo. Terceiro motivo: muita biluzinha virou drag queen só pra balançar a piruka com esse remix! A loka! Embora dub nunca tenha sido a especialidade do Thunderpuss, acho válido se jogar no Thunderpuss 2000 Dub. Um ahazzo! Se você é uma biluzinha pós-Thunderpuss, só lamento.

Os outros DJs até que tentaram, mas nenhum outro remix fez o mesmo sucesso que o do Thunderpuss. E olha que só teve nome de peso mexendo nessa música, hein? O Club 69 Future Club Mix é bonitinho e gostoso pra dançar, mas menos despirocado que os outros remixes do Peter Rauhofer. Aliás, fika a dika, mas o bunito era mais legal nessa época, néam? Também é válido e glamouroso se jogar no Club 69 Future Dub, viu?
Olha o pavor do Johnny Vicious! Ele deve ter pensado: Vou fazer um remix de 13 minutos pra vencer a bateção de cabelo do Thunderpuss! Tadinho! O Johnny Vicious Momentous Mix é super club diva, mas eu duvido que tenha tocado em alguma buatchi! O babadu mesmo é o Johnny Vicious Dub, que é mais escândalo que o Momentous Mix. Podem pegar sem medo!

Por fim, os remixes "calma-lá-minha-filha" pras biluzinhas que cansaram ou fraturaram o pescoço depois de tanta jogação. Vocês não vão acreditar, mas eu já ouvi o Rodney Jerkins Smooth Mix na buatchi! Foi no Ipsis Club, antes da pista abrir! Uma coisa bem lounge chique e phemynyno. O KCC's Release the Love Groove Mix é uma gracinha também pra tocar no seu chill in. Aim, e eu tava quase esquecendo! A versão original super decepcinou milhares de biluzinhas no mundo inteiro que compraram o disco da Whitney achando que seria aquela ferveção toda do remix do Thunderpuss. Eu até acho válida, então podem pegar a Original Radio Mix pra conhecer. Um beijo!

2 Bilus felizes:

Rafael disse...

oi eu tenho essas versões de It's Not Right...
Original radio mix (corrigindo o radio edit tem 4:22 minutos e não 4:15)
Marvel & Elly's G3 Mix

Folder no Mediafire: http://tinyurl.com/24h4ezn

Maddyrain disse...

Kérido! Super ahazzou! Obrigadjénha! Já vou atualizar! Um beijo, Maddyrain

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela