Maddyrain no País das Rolas Maravilhosas

Quarto Capítulo

Maddyrain nunca ficou tão feliz em encontrar uma biluzinha ploc ploc na vida! Quem poderia imaginar que a responsável por trazer Maddyrain para o País das Rolas Maravilhosas era ninguém menos que o eunuco favorito da Travesti de Cócoras? Diferente dos contos de fada em geral, a soberana daquele reino completamente alucinógeno não morava num castelo encantado, mas sim numa boate chamada Luís Carralho.

_ Xente... "Luís Carralho"? Isso é nome de buatchi? E eu que achava NostroMondo estranho...
_ Maddyrain, quando estiver na frente da Travesti de Cócoras, nunca... JAMAIS... pegue numa neca sem ela permitir, oguêi? - sem entender muito bem, Maddyrain respondeu.
_ Amore, e eu lá sou travesti de ficar pegando na neca de outra trava? Meu negócio é homem.

A boate Luís Carralho era um grande jardim todo enfeitado com dildos de diversos formatos e texturas. Maddyrain e a biluzinha magra e afetada passaram por um grupo de gogo boys que estavam pintando vários dildos de amarelo fluorescente.

_ Por que vocês tão pintando esses dildos, meus amores? - Maddyrain abaixou os olhos para avaliar o material e notou que todos estavam pelados. E de pau duro.
_ A Travesti de Cócoras leu em algum lugar que existe cús que brilham. Ela decidiu que quer pintos que brilham. Por isso estamos pintando alguns dildos de cor fluorescente pra brilharem durante o blackout.
_ E essa neca dura? É felicidade por me conhecer? Que fofos...
_ Aim, Maddyrain! Não se assim! Toda a tropa de gogo boys da Travesti de Cócoras só anda de neca dura! E ai de quem deixar o pau ficar mole!
_ Xente! Que loucura! Vocês tomam Viagra?
_ O que é isso?
_ A loka! Aim, a Travesti com Cócegas não tá por aqui, néam? Deixa eu pegar na sua neca, ô cafuçu?
_ Vamos logo, sua loka! Não temos tempo! A Travesti de Cócoras já teve ter começado a partida!
_ Guêmané partida, meu amô?
_ A partida de roleta russa!

De cócoras em cima de uma cadeira de frente para uma grande mesa redonda, a Travesti de Cócoras estava acompanhada de várias outras figuras de aparência perigosa e marginal.

_ Xente! Mas essa Travesti de Congonhas é a cara da Missy Elliott!

A Travesti de Cócoras levantou-se irritada. Na verdade, a palavra "levantou-se" não era muito correta, pois ela deu um pulo da cadeira para o chão e veio "andando" de cócoras até a Maddyrain. Jesuis, se eu rir, o que acontece? E que boca é essa? Ela quer chupar todas as necas do mundo?

_ Que é isso?! Moninha, o que é isso? Pode me falar? O que é isso?
_ Travesti de Cócoras, essa é a Maddyrain.
_ Moninha, o que é isso! Não "quem" é isso! O que é isso no seu bolso!
_ Ah, perdão alteza. Isso é um flyer pra nova sauna Esmegma Cintilante que tá inaugurando hoje.
_ Tá. Agora, quem é isso? Moninha, me diga, quem é isso?
_ Essa é a Maddyrain.
_ Eu esperava alguém mais deslumbrante.
_ Aim, que eu fico ofendida assim.
_ Vem cá comigo, Maddyrain. Nós íamos começar nossa partida de roleta russa. Sabe como jogar?
_ Naum.

A Travesti de Cócoras explicou para Maddyrain a brincadeira. Cada um dos participantes apontava o revólver dentro da boca e apertava o gatilho. Ganhava o último participante vivo na mesa. Claro que sempre vencia a Travesti de Cócoras.

_ Gata, você quer que eu brinque de estourar miolos? Eu não vou brincar disso, naum. Não gosto desse tipo de coisa assim violenta.
_ Você vai brincar porque eu tô mandando, sua porrinha!
_ "Sua porrinha"? - Maddyrain explodiu numa gargalhada escandalosa - Aim, gata. Olha, foi difícil segurar o riso quando eu te vi toda estrupiada andando, mas "sua porrinha" não dá pra segurar! Que loucura! Nunca me chamaram assim! Chama de novo?
_ CORTEM-LHE AS BOLAS!
_ Uguê?
_ CORTEM-LHE AS BOLAS!
_ Máguê bolas, gata? Eu sou mulher! Não tenho bolas!
_ Como assim não tem bolas? Deixa eu ver! Você não é travesti, sua porrinha?
_ Sou, mas sou uma travesti mulher.

Maddyrain ficou de pé na mesa e abaixou a calcinha para todos verem o esplendor de sua feminilidade misteriosa. A Travesti de Cócoras ficou de boca aberta.

_ CORTEM-LHE OS LÁBIOS! Brincadeirinha, pode sentar. Vamos começar.

O primeiro participante pegou o revólver na mão, enfiou o cano na boca, o suor escorria pelo rosto. Apertou o gatilho e espirrou miolos no vestido da Maddyrain. Esta, por sua vez, não segurou a repulsa e vomitou ali na frente de todos.

_ Que horror! Você não tem educação? Isso é lugar de vomitar?
_ Xente, eu não tô passando bem... acho que eu vou desmaiar! Tem miolos na minha boca! Que nojo, Jesuis, Mary e Joseph!
_ GOGO BOYS! Levem Maddyrain para o quarto de hóspedes! E chamem um médico! Não suporto gente de saúde fraca!

Dois gogo boys sarados, mulatos e de piroca dura vieram carregar Maddyrain até o quarto de hóspede. Portas fechadas, Travesti de Cócoras ausente, boquete duplo no capricho. O que Maddyrain nem os gogo boys podiam esperar é que todos os cômodos da buate eram monitorados por um sistema interno de câmeras de segurança...

Teary Eyed

Maurice Joshua Club Mix
Maurice Joshua Beats
ATFC Club Mix
ATFC Drumdub
Sugardip Club Mix
Sugardip Morning After Mix
Tiefschwarz Club Mix
Tiefschwarz Dub

Look what you've done to me...

Chupa meu edy que é gueto power:
Aim, vou confessar: eu atóron a Missy Elliott! Aquela bocona de chupa rola e xana ao mesmo tempo! Uma coisa super gueto glam! E atóron mais ainda quando ela lembra das biluzinhas e decide lançar single com remixes! Vamos ahazzar e baixar tudo de Teary Eyed! O Maurice Joshua Club Mix é aquela coisinha soulful que a xente atóra! Podem pegar! O ATFC Club Mix é super club diva e o ATFC Drumdub é uma coisa... assim... arrombante sem KY. Uma delícia!
O Sugardip Club Mix é o que ahazza nos vocais. Uma delícia e super dançante!
O
Sugardip Morning After Mix é a versão "calma-lá-minha-filha". Super calminha pra você ouvir enquanto limpa a casa. Pras eletrônicas de plantão, temos o Tiefschwarz Club Mix que parece música de video game dos anos 80. Já cansei de contar a história deles, néam? Eram do house bobinho e fofinho e se converteram pra igreja da techneira. Não faz muito o meu tipo, mas numa buatchi e toda colocada, eu até danço...

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela