A dura vida das fabulosas X-Travas

Ser uma X-Trava não é fácil. Hoje conheceremos um pouco mais da vida dessas travestis mutantes com poderes incríveis que lutam para sobreviver a todo tipo de perigo e contra o mau gosto da TV brasileira! Elas são as X-Travas!

Lady Pompoarismo aprendeu a controlar a movimentação de seus músculos anais e tornou-se uma verdadeira máquina de combate anal! Sua arquiinimiga, Madame Bola Gato, ficou meses hospitalizada após levar uma bola de boliche na cabeça vinda diretamente do kool de Lady Pompoarismo. Mas a vida de Lady Pompoarismo não é apenas treino e batalhas contra perigosos vilões. Ela também trava uma árdua batalha contra um problema intestinal que pode acabar com sua carreira heróica. Lady Pompoarismo não consegue mais segurar um peidinho sem se cagar por completo. Certa vez, numa luta contra Super Xuxa e o Baixo Astral, Lady Pompoarismo precisou deixar a arena de combate para ir ao banheiro se limpar toda. Maddyrain já sugeriu trocar o codinome para Lady Nena.

Saco de Purpurina foi promovida no barracão de sua escola de samba no Rio de Janeiro de "auxiliar de movimento" de carro alegórico para passista da comissão de frente. Ninguém entendia o porquê daquela biluzinha magrinha estar sempre pintada de purpurina. Após ingressar as X-Travas, Saco de Purpurina também subiu na carreira do tráfico. De avião passou para "separadora do pó". Embora combatesse o crime com as X-Travas, Saco de Purpurina era carioca e precisava pagar suas contas. Certa vez apareceu no QG das X-Travas toda coberta de pó branco e sem brilho. As anteninhas de Maddyrain logo captaram a presença de padê em quantidade fora do comum no recinto e cheirou Saco de Purpurina por inteiro.

A Trava Kiwi virou celebridade nacional ao se tornar uma X-Trava. Presença carimbada em todas as Ursounds, garota propaganda do Comitê Mundial de Proteção aos Bears e chegou até mesmo a gravar um CD com tiragem limitada. No entanto, a fama lhe subiu à cabeça. Os preços para suas aparições em público eram altos e a Trava Kiwi passou a ser confundida com algum ex-BBB qualquer. O fundo do poço chegou e a Trava Kiwi começou a frequentar progamas como SuperPop e Marcia Goldsmith. As outras X-Travas ainda discutiam se a Trava Kiwi continuaria no grupo após procurar o lado mais podre da TV brasileira.

Xuxuca foi a única X-Trava que não conseguiu se habituar à vida de celebridade mutante. Gastava todo o salário de defensora dos interesses homossexuais com bebidas e remédios para todos os tipos de doenças. A coisa começou a ficar mais complicada quando a coloração e cheiro da sua água de xuca mudaram para pior. Certa vez, numa terrível batalha contra a Sonia Abrão e seu Consultório Sentimental, Xuxuca acabou vencendo não apenas a terrível vilã, mas também suas parceiras X-Travas que não aguentaram o futum da xuca. Atualmente, Xuxuca está em tratamento clínico para voltar a ser uma água de xuca mais limpinha.

Maddyrain, a única não mutante do grupo, continuou dando o truque em todas suas parceiras. Na hora das batalhas, sempre se escondia atrás de alguma X-Trava ou corria pro banheiro alegando estar com cólica intestinal. A única que sabia de seu segredo era a Professorinha Lu, que não podia afastá-la do grupo após um terrível incidente envolvendo a descoberta de sua identidade secreta. Certa vez, Maddyrain andava pelo QG das X-Travas procurando algum depósito escondido repleto de padê confiscado durante uma missão numa favela carioca. Ao entrar numa sala qualquer, Maddyrain encontrou um pote de maionese grande com duas próteses de silicone boiando num líquido transparente.

_ Xente, mas quem é que guardou os peitinhos aqui nessa sala?
_ Maddyrain!
_ Aim! O silicone falou comigo!
_ Não sou um mero par de peitos de silicone! Eu sou a Professorinha Lu!
_ Xente! Somos lideradas por dois peitinhos!

Sem ter como dispensar Maddyrain das X-Travas por não ser mutante, Professorinha Lu viu-se obrigada a aguentar as chantagens financeiras e psicológicas dela e mantê-la como café com leite. Mas qual seria a verdadeira história da Professorinha Lu? O que teria transformado uma travesti em um par de próteses de silicone? Esses e outros mistérios ficarão para a próxima edição das X-Travas!

Found Love

Classic Frankie Mix
Frankie Knuckles Radio Version
Frankie's Album Version
Frankie's Classic Instrumental
Frankie's Dreamy Reprise
Gomi's Lair Club Mix
Gomi's Global Village Vocal Mix
Gomi's Alternative Vocal Mix
Gomi's Radio Edit
Gomi's Bonus Beats
The Queen's Mix

It was you, only you, who showed the magic that love can do...

Chupa meu edy que é de morango:
Hoje é dia da estreia de mais uma diva club que é super desconhecida da bicharada, Joi Cardwell. Ela tem outra música babadeira que em breve posto aqui também. Surpresa. Found Love é uma gracinha é o melô da biluzinha que finalmente encontrou o bophy com a neca perfeita pra preencher sua cavidade anal. Uma delícia! E vejam só quem produziu a música de hoje: Frankie Knuckles. Preciso apresentar? Não, néam? Podem se jogar no Frankie's Album Version que é uma fofura. O Classic Frankie Mix não é muito diferente na estrutura, mas tem alguns elementos mais club. Um ahazzo também. Peguem também o Frankie's Dreamy Reprise. Super fofo! Uma versão... assim... meio padapella, sabem? Não? Então abaphem. Isso é classic house, meus amores. De qualidade!

Do classic house pro tribal despirocado e club diva! Se você é bilu e gosta de bater o cabelo, se joga, meu amô... mas se joga com muita fé no Gomi's Lair Club Mix! Pura fechação de buatchi e loucura na dancefloor! O Gomi's Global Village Vocal Mix é super parecido. Aliás, tem o mesmo tempo que o Lair Club Mix, mas consegue ser ainda mais despirocado. Só pras mais pintosas do recinto! Amore, esses remixes estavam faltando na sua vida pra você se tornar a bilu suprema, viu? Depois de tanto close, vamos relaxar um pouco com o Gomi's Alternative Vocal Mix, que segue os mesmos moldes padapella do remix do Knuckles. Por fim, o The Queen's Mix que é de outro DJ, esqueci o nome, mas também é um tribal bem básico e loko do seu respectivo kool. Hoje temos uma seleção que é puro travequismo!

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela