A tribo dos índios necudos

Eu, Kelly Caleche e Shana Shanshada fomos carregadas como três sacos rosas de farinha nos ombros musculosos e fortes dos índios. Nunca fui tão sensualmente recebida na minha vida.

_ Aqui é sempre assim, gatas? Você chega e é raptada por índios fortes e necudos?
_ Gata, a Amazônia é enorme. Tenho que pegar um teco-teco pra fazer show nas cidades mais afastadas!
_ Naum tem metrô por aqui? O babadu é andar de metrô dando pinta.
_ Naum. Aqui tem cipós. - chegamos até um jipe e fomos colocadas no porta-malas com a menor delicadeza do mundo.
_ Ai! Que horror. Amore, eu não sou feita de borracha pra ser tratada assim não, tzá? Vem cá. Vem cá, cafuçu. Coça minha bunda? Tá coçando e eu tô amarrada. Não consigo me coçar!
_ Mim não coçá. Só cutucá.
_ Jesuis! Shana, pelo amô de Diana Ross, preciso coçar minha bunda! - num malabarismo todo performático, joguei a bunda em cima da mão amarrada de Shana Shanshada.
_ Aqui?
_ Não, é mais pra dentro.
_ Maddie! Você tá querendo que eu coce o seu kool?
_ Vai, gata! Aproveita que tá limpo!
_ Ai que honra! Eu vou cavocar a Maddyrain! Dona do edy mais celebrado de São Paulo! Tira uma foto, Kelly.

No balanço do jipe pelas estradas de terra do interior de Manaus, fomos sendo jogadas uma contra a outra numa verdadeira guerra de travestis. Vez ou outra um índio olhava pra trás pra ver se nenhuma de nós três tínhamos caído pra fora do jipe.

_ Óiá como balançá as teta das travesti. Óiá o peitão daquela ali.
_ Tão falando de você, Kelly.
_ Cutucá o peitão daquela ali. - o índio pulou pra trás e começou a mexer super delicadamente nos peitjinhos de Kelly Caleche.
_ Ai que gostoso!

Chegamos na tribo e fomos novamente carregadas nos ombros dos índios até o centro. Ficamos presas numa madeira fincada no chão batido da tribo como três bruxas prestes a serem queimadas vivas. Shana Shanshada entrou em desespero e começou a chorar. Queria os seus florais. Uma entidade saiu de uma das ocas, toda encoberta com tiras de feno pelo corpo e dando voltas e mais voltas.

_ Xente, isso aí parece um orixá! Que loucura! - a entidade começou a cantar Love & Happiness e eu reconheci na hora os gritinhos histéricos latinos - India! La India! Não acredito! Estamos salvas!
_ Quem chama o nome da minha égua?
_ Eu, Maddyrain. Prazer. Quero falar com a India. Coloca ela na linha?
_ Maddyrain! Aqui em Manaus? O que você tá fazendo aqui?
_ Vim visitar minhas amigas Kelly Caleche e Shana Shanshada quando fomos raptadas por esses índios fortes e necudos, mas feios de rosto.
_ Você veio parar na minha tribo, gata! La Tribo de la India! Eu não acredito. Eu mandei esses cafuçus pegarem outras três travestis italianas no aeroporto!
_ Eu não sou italiana.
_ Kelly, gata, mas nem se você quisesse ser italiana você conseguiria com essa cara de portuguesa misturada com árabe.
_ Bom, agora só me resta soltar vocês, né? Ai que situação... Ô, Rabo de Carneiro. Vem cá! Chama o pajé!
_ Você não é a chefe da tribo? Não é a... qual é o feminino de pajé?
_ EU QUERO OS MEUS FLORAIS!
_ Duvido que seja tudo isso...
_ EU QUERO OS MEUS FLORAIS!
_ India, tem marijuana aím? Aposto que tem, néam? Onde tem La India, tem marijuana boliviana. Dá um pouco pra minha amiga Shana se acalmar, tadinha.

O pajé chegou. Mais boliviano impossível. De índio ele não tinha nem os ancestrais mais antepassados. A neca batia no chão. Imaginem a sujeira! Esmega terrestre. La India mandou que fôssemos desamarradas e colocadas nas ocas de luxo da tribo. Já estava quase anoitecendo e teríamos um festival para arrecadar fundos pra plantação de marijuana. Aim... atóron essas coisas antropológicas...

De Manaus, com carinho...
Maddyrain

Love & Happiness (Yemaya y Ochún)

12" Club Mix
Radio Edit
Dream Sequence
Tito and India
La Rumba
Congo Drums
House Nation Mix
Morales Mix
Junior Boys Own Super Dub
MAW Original Remix - Extended
MAW Original Remix - Short
MAW Original Remix DJ Tool
MAW Original Remix Keyapella
MAW 07 Remix
MAW Reprise
Masters at Work Dub
Masters at Work Dub Beats
KenLou Dub

That you represent all the richness of the world...

Chupa meu edi que é da macumba:
O retorno de La India e a house macumba do River Ocean (aka Masters at Work)! Atóron! Pras macumbeiras de plantão, como a Cindi Loka, a música de hoje é cheia de referências ao universo do candomblé. Uma loucura. Como eu sou quase uma freira, super fujo dessas coisas misteriosas demais, sabem? A loka. Mas como bater cabelo é gostoso, vamos se jogar com toda fé no ótemo 12" Club Mix. Puro classic house de qualidade com direito a animais exóticos e batidas tribais. Uma loucura! Pra você ahazzar na incorporação, se joga no Tito and India que são apenas as batidas. Super recomendado. O House Nation Mix não é muito diferente, mas tem toda uma pegada Missing do Everything but the Girl. O Junior Boys Own Super Dub também segue essa mesma linha house super gostosa. Por fim, o Morales Mix não foi lançado na época e virou raridade. É aquele house básico do David Morales, ou seja, recomendado!

Em 2007, o single foi relançado pela primeira vez, mas felizmente os remixes ficaram a cargo dos Masters at Work de novo! Ufa... Depois foi relançado mais uma vez, mas eu super ignorei os remixes novos. O MAW Original Remix - Extended mantém a linha house macumba da versão original, apenas acrescentando novos elementos. Uma delícia! O MAW 07 Remix tem batidas mais diferentes e todo um clima glam mais underground. A versão que me deixa TODA cagada é o MAW Reprise, que super pega elementos de Reach, com participação da India, que em breve aparece por aqui também. Atóron! Como eu sou uma bilu dubística, super se joga no Masters at Work Dub porque é válido. O KenLou Dub também merece um kétji gostoso e prolongado!

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Aim, amores. Vocês sabem como eu atóron quando um hit é relançado mil e uma vezes, néam? Soltei um peidinho pros remixes atuais de Love & Happiness e acabei não achando em lugar nenhum pra baixar! Vocês tem?

india mix 9:30
david penn vocal mix 7:36
david penn dub 6:38
michel cleis 'floreo' remix 10:12

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela