Sobre a felicidade

Outro dia eu tava fantasiada de bophy no metrô. Claro que eu sou uma trava phyna e só tomo a linha verde que é nova e bunita. Aqueles vagões novinhos, com ar condicionado e xente bunita. Bunita, mas pobre, porque quem é ryko não anda de metrô, néam? Como eu tava falando, eu tava no metrô segurando na barra de metal. Aquela coisa dura e gelada na minha mão... lembrei da neca no mesmo instante... e pensei: o que será que faz todas essas pessoas aqui felizes?

Aliás, a felicidade é algo tão abstrato e particular de cada um, néam? Eu sei que tem muita biluzinha que só se sente completa e feliz quando a neca tá entrando no edi. Eu tenho uma amiga junkie que o dia só vale a pena quando a marijuana tá acesa na boca. Parece que tudo deu errado até o momento em que ela acende o cigarrinho. Acho que a maioria dos junkies é assim, néam? Atualmente, com esse monte de mídia social, tem biluzinha que só se realiza quando senta a bundinha de passarinho na frente do PC e escreve suas baboseiras diárias no Twitter. Olha, eu já tive essa fase, viu? Não vou negar, mas cheguei à conclusão de que quanto menos você usa o Twitter, mais ele perde a graça.

Eu tava no metrô, como eu tava falando, e olhei pruma mulher gorda... jesuis... como era gorda. Parecia que tinha comido toda a comida do mundo inteiro. E como todo gordo que se preze, tava com uma barra de chocolate super calórica na mãozinha estufada. A felicidade pra ela só podia ser essa: entupir o edy perdido na bunda banhosa de comida. Mas, de novo, quem sou eu pra julgar o que traz felicidade pros outros, néam? A xente não tem esse direito e, principalmente, não temos o direito de acharmos que somos a felicidade do outro. O que eu conheço de xente convencida que acha que é tudo e mais um pouco na vida dos outros... Com toda minha magreza escultural, sentei ao lado da bunita.

_ Inh... oi, tudo bem?
_ Oi. Quer um teco?
_ Nau... não, obrigada... obrigado!
_ Pega um pedaço, por favor, moço. Eu não posso comer tudo sozinha!
_ Ué, por que não?
_ Eu tenho que emagrecer. Não vê o estado em que estou? Quero fazer a cirurgia de reduçao do estômago, mas estou muito gorda e o risco é muito grande. Fico triste e começo a comer tudo que vejo pela frente. Não sou feliz.
_ Calma, amore... querida. Não chora. Dá essa barra de chocolate.

Como a xente se deixa levar facilmente pelos pré-conceitos, néam? Só porque ela é gorda, deve atórar fazer a esfomeada por onde vai. Enquanto eu comia o chocolate da bunita e ela se desfazia em lágrimas, comecei a pensar no que me fazia feliz. Acho que é mais fácil analisar o que nos deixa feliz. Terminar de ler um livro incrível. Terminar um jogo de video game maravilhoso e ter aquela sensação de trabalho concluído. Comprar um perfume ótemo ou um CD raro. Sair pra beber e dançar com minhas amigas kéridas. Correr pra pista de dança com a Litta Walitta quando toca um house ahazzante. Descer pra te encontrar... Olha, são tantas coisas A felicidade e alegria de viver estão presentes em cada momento. A xente só precisa querer ser feliz.

Um beijo,
Maddyrain

Don't Need The Sun To Shine (To Make Me Happy)

E-Smoove Remix (low quality...)
E-Smoove Remix Edit
Agent Sumo Remix
Dimitri & Tom Remix
D'n'D Vocal

You bring out the best in me...

Chupa meu edi que é caolho:
Você conhece a Gabrielle? Não fique triste se não conhece, amore. Você nem a torcida do Flamengo conhecem. A bunita não é um poço de sucesso aqui no Brasil. Acho que a última música que tocou por aqui foi aquela do filme da Bridget Jones, a loka. E já faz tempo isso, viu? Mas como eu sou uma biluzinha que nasceu pra ensinar, vamos conhecer um pouco da Gabrielle, néam? A música de hoje é uma graça, mas vou ser sincera: só conheço os remixes. A loka!

O E-Smoove Remix Edit é super dubabadu. Um house atual bem gostoso e dançativo. Atóron! O Agent Sumo Remix segue uma linha club underground completamente ahazzante! Pra você dar bastante pinta enquanto balança os têtês. Por fim, temos o dubístico Dimitri & Tom Remix. Confesso que nunca ouvi falar desses bunitos, mas atórein o remix! Uma batidinha club bem moderada, mas super glam. Recomendado! O D'n'D Vocal a xente SUPER ignora.

Maddyrain não tem, Maddyrain quer:
Aim, é tão difícil encontrar coisas da Gabrielle pela Internet, viu? Olha só a capa do single de hoje... tem um puta adesivo enorme na cara da bunita, coitada! Enfonces, se alguém tiver alguma das versões abaixo, me manda, tzá?

instrumental 3:28
acoustic 4:17
e-smoove dub 6:58
d'n'd dub

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela