A monstra da Represa Billings

Fui içada numa rede de pesca junto com um monte de peixes. Uma coisa... assim... super Ariel, a Pequena Sereia.

_ Upa! Pescamos a baleia Orca.
_ Orca é o seu rabo, seu uó! Eu podia ter morrido no fundo dessa represa horrorosa!
_ Aí você virava a Monstra da Represa Billings. Eu ia mandar fazer bonequinhas de pano de você pra vender como lembrancinha. - como gente baixa não tem educação e eu sou uma diva, ignorei os comentários. Fabinho das Bananas veio me acudir.
_ Maddie! Desculpa! Não era minha intenção te derrubar na água!
_ Gato, isso lá é um pedido que se faça para uma dama como eu!?
_ Mas eu só te pedi em casamento...
_ Justamente! Eu já fui casada algumas vezes e não gostei da experiência. Não sei se tô disposta a repetir a dose.
_ Mas eu te amo...

Olhei praquele rosto moreno, traços masculinos sensuais, peito malhado, abdômem todo trabalhado, braços fortes, mãos grandes e pesadas me segurando com carinho e amor. Senti minha neca imaginária ficando dura. É tão bom não ter mais que se preocupar com esse tipo de coisa. Será que o Emplastro Sabiá vai aguentar? Tudo isso é passado agora.

_ Gato, eu não posso te responder agora. Tô muito confusa. Acho que bati a cabeça em alguma pedra no fundo do oceano e...
_ No fundo da represa, né?
_ Aim... fundo do oceano é tão mais charmoso. Eu tô confusa e agora só quero ir pra casa. Take me home, honey.

Completamente encharcada, eu tava parecendo a versão bunita e loira da Samara do filme O Chamado. Meu cafofo tava todo escancarado. Que beleza! Litta Walitta sabe mesmo como cuidar do meu lar! Litta Walitta! Cadê você, vinhada? Só falta terem dado a elza no meu rádio-relógio! Dei uma volta de 360 graus e não encontrei ninguém. Um barulho de vuco-vuco vinha do meu quintal. Apareci na porta e peguei Litta Walitta toda pelada atendendo um bophy qualquer.

_ Litta Walitta!
_ Jesuis, Maria e José!
_ Virgimaria! - o bophy ficou branco, a neca amoleceu na hora e ele caiu pra trás.
_ Maddyrain! É você debaixo dessa entidade maligna?
_ Se fecha, vinhada. Eu cai na represa, por isso estou assim demoníaca.
_ Ai que susto, putinha! Será que o bophy morreu?
_ Vê se ele tá com pulsação - peguei o braço do cafuçu - Hm... tá normal.
_ Ele tá abrindo os olhos!
_ VIRGIMARIA!
_ Desmaiou de novo! Gata, acho melhor a senhora ir tomar um banho e tirar esse lodo do corpo.
_ Litta, Fabinho das Bananas me pediu e casamento.
_ Tá brincando! E você?
_ Aim, gata. Eu não tô certa ainda. Acho que não tô pronta pra casar, gata. Gosto tanto de ser solteira com a pirikita livre pra quem pagar mais.
_ Eu sei do que você precisa pra ter certeza! Você precisa aquendar a banana dele, gata! Já pensou você casa com o bophy e ele é um banana na cama?

Fui tomar banho e fiquei pensando... esse tipo de coisa deve acontecer com tantas mulheres, néam? A bunita decide fazer a virgem e casa toda lacrada pra descobrir depois que o marido é uó na cama. E aquelas que passam a vida inteira tendo conhecido apenas uma neca? Que tristeza. Mulheres do mundo! Vocês precisam ter mais conhecimento necal! Pulem a cerca e vão conhecer mais necas!

Conhecimento necal é o futuro.

Um beijo,
Maddyrain

Got To Be Certain

Album Version
Extended
Out for a Duck, Bill, Platter Plus Dub Mix
Ashes to Ashes

Boys are all the same...

Chupa meu edi que eu gosto:
Voltei, meus amores. E nada melhor do que voltar com a Kylie, néam? A música de hoje é um dos primeiros singles da carreira da bunita, então acho válido vocês pegarem a Album Version pra ver como a evolução da borboleta dela foi ahazzante. Atóron Got to be Certain. Super bobinha e bonitinha. O modelito da capa do single é lindo, néam? Quero um igual.
A versão Extended não tem nenhum mistério. O grande mistério fica por conta do Out for a Duck, Bill, Platter Plus Dub Mix que nada mais é do que a versão instrumental da música. Mas precisava ter esse nome?! Que loucura!
Por fim, a Ashes to Ashes é minha versão favorita! Não é muito diferente da original, mas tem um clima flash house que eu atóron, isso sem contar numa trava louquíssima que fica gritando que nem uma loka do seu respectivo kool durante o remix! Super recomendado!

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela