I am... Maddyrain!

Beyoncé acordou cedo e batendo panelas. Neste caso, a tampa da privada. Eu nem tinha me recuperado da dor da perda de 80% da minha plantação de marijuana e já tava de pé pintando a cara da Beyoncé. Beyoncé é uma mulher linda, mas ninguém é bunita quando acorda. Nem eu sou, meus amores! Por que Beyoncé haveria de ser? Peguei minha bolsinha de maquiagem da Avon e comecei a pintar a bunita.

_ Hurry up, Maddie! Today is my show in São Paulo and I wanna be dazzling!
_ Upa urra, Maddie! Hoje é meu show em São Paulo e eu quero ir na Daslu!
_ Ai que loucura! A vinhada ainda quer passar na Daslu?! Gata, não vai dar tempo! Ainda temos que tomar a balsa pra civilização. Hoje é sábado e o babadu é mais demorado.
_ Ouch, what a madness! The fag still wants to pass in Daslu?! Cat, it won't give time! We still have to drink the balm to civilization. Today is Saturday and the flounce is more delayed.
_ Maddyrain, I want you to open my gig. What do you say?
_ Maddyrain, eu quero que você abra meu gigabyte. O que você diz?
_ A loka. Ela também andou usando meu padê. Gata, você quer que eu abra o seu computador? Eu lá tenho cara de técnica? Levei anos pra descobrir o que era um mouse.
_ The crazy woman. She is also walking using my drugs. Cat, you want that I open your computer? Do I there have face of technician? I took years to discover what was a mouse.
_ No, honey. I want you to open my show! Have you thought about the songs you're gonna perform?
_ Não, mel. Eu quero que você abra meu show! Você pensou sobre as múcias que você quer na performance?
_ Ai que loucura! Gata, eu tenho o meu set list pro meu show faz tempo! Vou abrir dublando Maria del Bairro! Atóron!
_ Ouch, what a madness! Cat, I have my set list for my show makes time! I will open dubbing Mary of the Borough! I luv it!

Devidamente pintadas, fomos de helicóptero até o Estádio do Morumbi. O camarim da Beyoncé era "fárias fezes" maior que meu cafofo. E eu coloquei a bunita pra dormir na privada! Que horror! Tudo era branco. As paredes, sofás, mesas, azulejos do banheiro. Me senti num mundo lácteo. Registrei na minha mente: Jamais pedir um camarim todo branco quando eu tiver meu camarim individual na buatchi. Abri minha bolsinha, tirei meu mp3 player e entreguei pro técnico de som.

_ O que é isso?
_ Mp3 player da Maddyrain, técnico de som. Técnico de som, mp3 player da Maddyrain. Agora que estão devidamente apresentados, espeta essa budega no teu computador. As músicas da pastinha "I am... Maddyrain" são as que eu vou dublar na abertura. E presta atenção, tzá? Não quero erros! - o bom de ser uma diva é poder pisar nas classes menos favorecidas da sociedade.
_ Mas quem falou que você vai abrir o show da Beyoncé?
_ Gato, você tá falando comigo? Eu não quero ninguém me olhando nos olhos! Se a Madonna pediu, eu também posso. Fale com meu acessor.
_ Gente, quem é você?
_ Eu sou... Maddyrain!
_ Tá, Médirêin. Quem falou que você vai abrir o show? Hoje é a Ivete Sangalo.
_ Tá loko!? - a porta do camarim abriu e Ivete Sândalo entrou cercada de acessores e exalando um cheiro de fritura fortíssimo.
_ Oi, minha gente!
_ Gata, o que você tá fazendo aqui? Eu não te mandei pro Acre?
_ Mandou, mas eu não fui. Você tá esquecendo quem trouxe a Beyoncé pro Brasil?
_ Provavelmente o avião.
_ Sim. Um avião chamado Ivete Sangalo.
_ Ah, tá boaw. E na casa de quem ela ficou hospedada? Ela mesma falou que eu vou abrir o show dela!
_ E a Beyoncé decide alguma coisa aqui, amor? Ela só veio cantar e balançar o rabo. O resto, é comigo. Mas como eu sou simpática e carismática, toma um ingresso pra você assistir o show.

Passada, completamente passada, peguei meu mp3 player, virei pra trás com o sangue nos olhos e numa pose super cigana da maldição, berrei:

_ Tomara que você caia no palco que nem uma jaca podre!

Virei com meu restinho de dignidade e fui pra arquibancada laranja, as mais longe do palco, no meio do povão. No meio da periferia que conseguiu comprar meia-entrada por R$35. Um futum terrível. Olhei pro céu. Só faltava chover pro foder de vez com meu dia. Finalizei a frase e um trovão fez as biluzinhas soltarem gritinhos histéricos. Depois de dois minutos, o céu desabava na minha cabeça.

_ Adeus, escova.
_ Joanete Filha-do-Jack! Não acredito que você tava aqui do meu lado e eu nem percebi!
_ Maddie! Saudades de você, querida!
_ Tá toda encolhidinha aí! O que você tá escondendo debaixo da capa?
_ Dei a elza num tour book! Não quero que ele molhe todo!

Ficamos conversando sobre os preços no supermercado, manicures e domésticas elzeiras até o temporal passar. Os ventos estavam tão fortes que os telões laterais se soltaram e foram ao chão. Quando o temporal finalmente passou, Ivete começou o showzinho dela reduzido a 40 minutos. Desceu da escada e a primeira coisa que fez foi escorregar e beijar o chão com toda classe e beleza da mulher baiana.

_ Meu amô, nunca mexa com uma travesti! A maldição pega!

Diva

Instrumental
DJ Escape & Tony Coluccio Vocal Remix
DJ Escape & Tony Coluccio Edit
DJ Escape & Tony Coluccio Dub
RedTop Vocal Remix
RedTop Radio
Karmatronic Vocal Remix
Karmatronic Edit
Maurice Joshua Mojo Remix
Maurice Joshua Mojo Remix Dub
Maurice's Radio Edit
Mr. Mig Vocal Remix
Mr. Mig Club Radio
Gomi & RasJek Vocal Remix
Gomi & RasJek Radio
Gomi & RasJek Remix Dub
DJ Jeff Barringer vs Fingazz Remix
DJ Jeff Barringer vs Fingazz Radio Edit
Lost Daze Hustla Edit

She ain't no diva...

Chupa meu edi que eu gosto:
SerOnça se tornou a diva suprema da biluzada com Single Ladies! É ou não é? Todo mundo adora Crazy in Love e Déjà Vu, mas ela ainda não era uma diva guêi até Single Ladies. E o que uma diva guêi ganha com isso (além de uma legião de bilus nos seus shows)? Uma caralhada de DJs querendo colocar suas mãozinhas em seu cuerpo! Atóron!

Pra começar ahazzando na buatchi, batendo muito o cabelón pra lá e pra cá, se joga com fé no ótemo DJ Escape & Tony Coluccio Vocal Remix! Super club diva! Mas, meus amores, o melhor remix do pacote de hoje é, sem dúvidas, o RedTop Vocal Remix! Super recomendado! Atóron os gritos histéricos, numa coisa... assim... super ritual macabro! As batidas também são incríveis! Super diva de la buatchi! Enfim, só faltava um dub babadu pra me fazer 100% feliz!

O Karmatronic Vocal Remix também é bem gostosinho. Um pouco menos pintoso que os outros dois remixes, mas também perfeito pra buatchi.
No Maurice Joshua Mojo Remix, o bunito do Maurice Joshua (aka. amante secreto da Beyoncé) diminuiu a velocidade dos vocais, deixando tudo um pouco estranho pra quem tá acostumado com a versão original. No final das contas, é gostosinho, como todo souful dele. Inexplicavelmente, o Maurice Joshua Mojo Remix Dub é mais aceleradinho e babadu. O Mr. Mig Vocal Remix segue a linha diva club e dá pra ahazzar no carão. Recomendado!
O remix do Gomi não é ruim, mas tá longe de ser babadu como os trabalhos mais antigos dele, então eu super dispenso. O estranhíssimo remix do Jeff Barringer não faz a minha cabeça. Muito estranho e chato. Por fim, o remix unreleased (nunca lançado) do Lost Daze podia continuar assim pro resto da vida. Muito chato e os vocais ficaram ultra mega acelerados!

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela