Trava Noel

Ai que emoção! Neve! Como eu sei que a grande maioria dos meus leitores é fodida e só conhece chuva ou enchente, vou descrever um pouco como é a neve. Vocês sabem que eu sou uma travesti internacional e que já viajei pra vários países, néam? Pois então, neve não é novidade alguma pra mim. A neve é uma coisa assim... meio nevada... que lembra muito... a neve.

A casa da Trava Noel ficava no fim do céu, numa região que nevava (super contextualizada). Tinha um pier pro nada com um trenó estacionado. Não vi nenhuma rena ao redor, mas uns bophys super fortes e musculosos estavam num celeiro. Super captei a mensagem. Ao lado da casa da Trava Noel, uma fábrica enorme. Uma sirene super histérica tocou, as portas da fábrica abriram e um monte de biluzinha anã saiu com aquele gingado todo particular.

_ Lindinho! Lindinho! Vem cá. Ai que loucura, tô me sentindo a Xuxa. Gatinho, fala pra titia, onde eu encontro a Trava Noel.
_ Ela deve estar lá no pier. Hoje ela tá fazendo a linha depressiva.
_ Vou animar a vida dessa vinhada. E me conta, o que é essa fábrica aí?
_ Sou um trabalhador da "Dildos Natalinos S.A."! Fazemos os dildos que são vendidos no Natal no mundo dos vivos.
_ Ai que trabalho gostoso! Quero trabalhar como provadora! Faço a xuca. Sou limpinha. Não deixo resíduos no material.

Subi as escadas que levavam até a casa da Trava Noel. Toquei a campainha, mas ninguém atendeu. Sou uma trava cinematográfica e decidi entrar sem ser convidada. A casa tava uma bagunça só. Fui seguindo o rastro do padê e cheguei ao pier. A Trava Noel tava sentada com as perninhas pro nada.

_ Trava Noel? Eu sou a Maddyrain!

A bunita tava ouvindo Björk no celular enquanto tacava um monte de dildo céu abaixo. Super Hyperballad.

_ Gata, eu acho um uó quem ouve mp3 com o som alto no celular, mas vou relevar porque a senhora é a Trava Noel.
_ Eu sou uma inútil! Vou jogar essas merdas todas lá embaixo. Não quero nem saber. Vai cair dildo na cabeça da bicharada! Toma dildo!
_ Você me chamou, tá esquecida? - a bunita se virou para mim - Kristine W! Você é a Trava Noel! Que é esse negócio no seu nariz, minha filha? Ah! Já entendi. Você não tá esquecida. Tá colocada.
_ Eu cheiro tudo até a última ponta mesmo!
_ Tô vendo!
_ Quem é você?
_ Eu sou a Maddyrain. Você me chamou.
_ Maddyrain? Ah é! Maddyrain! Fiquei sabendo da senhora! Uma loka passivona.
_ Isso. Maddyrain, la diva del sexo anale e dona do edy mais celebrado de São Paulo se apresentando para o serviço.
_ Maddyrain, eu preciso da sua ajuda. O Natal tá chegando e essa bicharada não pensa em outra coisa! Só querem dildo de presente! E um maior que o outro! Minha última provadora reencarnou e desde então só tenho produzido dildos pequenos e moles! Perdi meu parâmetro de prazer! Quem é que gosta de neca pequena e mole?
_ Eu não!
_ Nem eu! Vem cá. Senta aqui do meu lado. Vamos cheirar. Você cheira?
_ Eu?! Magina...
_ Ótimo. Gosto de gente que cheira. Tem que cheirar pra viver. Só cheirando pra viver. Então, minha querida, você vai trabalhar comigo. Eu tô sabendo da sua condição ilegal aqui no céu e eu vou te abrigar enquanto você não resolve as coisas. Vamos. Quero te apresentar a "Dildos Natalinos S.A."

A fábrica já tava vazia porque a classe operária é assim mesmo: acabou o expediente, o povo some! As instalações eram super bonitinhas, com vários adesivos e enfeites de Natal, que iam cada vez mais pro fundo do céu.

_ Só trabalham anões aqui, Trava Noel?
_ Claro! Essa bicharada safada viva só quer saber de necona! Ninguém tem neca maior que os anões! Aqui será o seu escritório. Tá vendo aquele saco cheio de carta? São as cartas que as bilus vivas me mandaram até agora. Um horror! Cada erro de Português que me deixa até boba! Você vai começar lendo esse monte de carta. Nem toda bilu pede dildo de Natal. Tem algumas mais exóticas.
_ E aquela porta ali no final do corredor?
_ É uma sala alugada. Eu tava precisando de dinheiro e tive que alugar espaço para o Setor de Reencarnação. Mas você não precisará entrar lá pra nada.

Sentei na minha cadeira. Dei mais uma cafungada na carreirinha e puxei aquele saco de cartas pra Trava Noel. Peguei a primeira.

Querida Trava Noel...

Hyperballad

Album Version
Radio Edit
Brodsky Quartet Version
David Morales Classic Mix
David Morales Radio Edit
David Morales Boss Dub Mix
Tee's Freeze Mix
Tee's Radio Edit
Tom Apella Remix
The Stomp Mix
Disco Sync Mix
3AM Mix
Robin Hood Riding Through the Glen Mix
Subtle Abuse Mix
Fluke Mix
Towa Tei Choice Mix
Girls Blouse Mix
Over the Edge Mix
Over the Edge Mix Live

Will my eyes be closed or open?

Chupa meu edi que eu gosto:
Super dedico a música de hoje pro meu kéridon Júlio Pio do Soda Indie. Um beijo e me chupa! Hyperballad é um dos maiores hits da Björk e super merece o selo "Neca Gostosa"! Todo mundo colocou a mão! Felizmente, Björk viveu numa época em que os singles eram de qualidade melhor e cheios de DJs e estilos diferentes. Não vou nem comentar a qualidade dos singles atualmente, néam? Os dela então, a xente super abaphe the case, porque estão cada vez pior!
Hyperballad é uma gracinha. Super lindinha. Podem pegar a Album Version que vocês vão gostar! Na Radio Edit, a bunita regravou os vocais, mas confesso que prefiro os vocais originais. A Brodsky Quartet Version é basicamente uma versão acústica só com violinos e a loka cantando! Lindíssima, mas muito mela calcinha pro meu gosto!

Vamos começar falando do mega star e arrombante David Morales! O David Morales Classic Mix é justamente isso: um clássico do house! Divino em seus 9 minutos de existência. Não tenho nem o que falar, néam meus amores? Eu atóron os remixes do bunito! O David Morales Boss Dub Mix é bem mais hardcore e colocado! As bilus addicted irão atórar!
Todd Terry fez o seu trabalho usual com o Tee's Freeze Mix. Um dance house de qualidade, mas as batidas que ele usa são quase sempre repetidas. Um super eco de outros remixes dele.

Sabe aquela versão que tocava na buatchi e na rádio e que te deixava TODO cagado? Então! Se joga, meu amô, mas se joga com muita força no The Stomp Mix! Puro batidão underground maravilhoso! Aliás, todos os remixes do LFO (aka Mark Bell) são ótemos! O Disco Sync Mix é bem mais acelerado e com uma melodia super gostosa. Recomendado! O 3AM Mix parece um pouco a versão original, mas com umas batidas mais calminhas e bonitinhas. Super lúdico, meu amô!

Björk regravou Hyperballad especialmente pro Howie B.! Olha que chique! Pena que o remix não ficou nem um pouco legal. O Robin Hood Riding Through the Glen Mix tem uma pegada meio r&b calma e estranha. Não chego a recomendar, mas é interessante como releitura da original. O mesmo digo pro Towa Tei Choice Mix. Que decepção! O bunito fazia parte do Deee-Lite, mas super cagou com a Björk!

O Subtle Abuse Mix é ótemo! Uma coisa assim, não sei como classificar, mas atóron! O Fluke Mix não é tão divertido como os outros remixes do bunito pra Björk, mas é muito bonito, com um clima meio capoeira transcendental.
O lixo industrial do Over the Edge Mix eu não vou nem comentar. O mesmo digo pro Girls Blouse Mix, que exala falta de inspiração e sonolência. Um horror!

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela