Killo Bill

Meu nome é Kilo Minhoca e eu juro pela piruka que comprei ontem na 25 de Março que irei vingar a tentativa de assassinato de minha amiga Maddyrain! Desde que a bunita levou um tiro no meio dos silicones, tenho feito compania no hospital. Eu tô aqui, perdenu clientes ao lado de uma travesti moribunda. Não tô reclamanu! Longe disso, mas quem é que vai pagar o meu prejuízo? O médico saiu do quarto dizendo que a tadinha provavelmente não sobreviverá. Vocês acham que eu quero assumir esse blog? Pelo amor de Madonna! Mal consigo escrever e-mails! Levei um susto do garaio quando Maddyrain pegou minha mão.

_ Ai, que susto! Gata, você tá viva ainda?
_ Eu tô. Vaso ruim não quebra. Bem que mãe Lenytha falou que eu tava quase virando o Cabo da Boa Esperança.
_ Ai, Maddie. O médico falou que você não tem esperança de vida, gata! Eu sinto muito. Você viu quem fez isso com você?! Me conte!
_ Vi sim...
_ Quem foi?
_ Ai, Kilo... Foi o... Eu acho que tô morrendo...
_ Não, pera aí! Morre depois de me dizer quem fez isso com você!
_ Foi... foi... o Murilo Muniz.

E fechou os olhinhos. Peguei no pulso da bunita e ela ainda tava viva. Ufa... Tadinha, o esforço pra denunciar o seu assassino deve ter sido grande. Murilo Muniz? Eu sabia onde encontrar esse putinho. Peguei minha bolsinha e deixei Maddyrain sozinha no hospital.

_ Alôin, Ricardo. Aqui é Kilo Minhoca. Venha me buscar no Hospital dos Defeitos do Edi. Hoje eu quero ir pro Trianon pegar michê.

Ricardo é o motorista particular que me acompanha há anos. Maddyrain já deve ter mencionado o cafu. Muito eficiente (e feio); não posso fazer uma corrida de táxi com ele sem pagá-lo com um boquete. Já falei que não gosto da neca dele, mas enfim. Kilo Minhoca precisa passear pela cidade, não tem carro e se recusa a andar de ônibus. Chegamos nos fundos do Trianon, onde ficam os melhores michês de São Paulo.

_ Oiê, Eric, Eric, vem cá. Cadê o Murilo Muniz?
_ Ô gatinha...
_ Kilo Minhoca, gato. Sai com você ontem e você já esqueceu meu nome.
_ Poxa, Minhoquinha. O nome sim, mas os prazeres do seu rabão não.
_ Ai que meigo. Gato, cadê o Murilo Muniz? Quero ele hoje.
_ Ô Murilão! Vem cá. Vou te apresentar uma amiga minha, hmmm.. Nâo sei o que Minogue.
_ Kilo Minhoca. Gato, hoje é o seu dia de sorte. Entra no táxi. Ricardo, vamos pro Côncavo e Convexo. Quero fazer esse mocinho delirar.

Chegamos no motel, peguei a suíte mais baratinha e já fui tirando a roupa do bophy na porta do quarto. Empurrei ele na cama, coloquei um CD básico no rádio. Enquanto tocava Stranger In My House da Tamia no último volume, abri minha bolsinha e tirei Tanya Maria, minha pistola de estimação.

_ O que é isso!?!
_ Foi você que atirou em Maddyrain?
_ Do que você tá falando? O que é uma Maddyrain?
_ Responda! Não é a primeira vez que uso Tanya Maria!
_ Sim! - dei um tiro na perna direita dele - Ai! Socorro!
_ Cala a boca, senão o próximo é na boca. Ninguém vai te ouvir com esse bate cabelo tocando aqui dentro. Por que fez isso com ela!? Maddyrain é minha melhor amiga!
_ Porque ela merece! Venho caçando essa travesti desde os anos 80! Ela já capou a minha neca, me usou como escravo sexual e empregado doméstico!
_ Você deveria aceitar suas limitações, gato.

Realmente, não era a primeira vez que eu usava Tanya Maria. Toda travesti de respeito anda com o giletão debaixo da língua. Eu ando com Tanya Maria na bolsinha. Ricardo tava me esperanu dentro do carro e me ajudou a colocar o corpo de Murilo Muniz todo enrolado nos lençóis do motel no porta-mala.

_ Vamos praonde, Kilo Minhoca?
_ Franco da Rocha. Tenho que desovar esse vinhado.

Terminamos o servicinho sujo e, enquanto voltávamos pro hospital, o médico de Maddyrain me ligou no celular pedindo para eu voltar o mais rápido possível. Cheguei toda esbaforida. Nem pude chupar a neca do Ricardo dessa vez. Ele foi super compreensivo.

_ O que foi, doutor?! Você tá me deixanu nervosa e quando eu fico nervosa eu tenho gases!
_ Acho que seria bom você entrar no quarto e se despedir de Maddyrain. - chorando, fiquei ao lado daquele corpinho que já tinha feito tantos cafuçus felizes. Peguei na mãozinha de minha irmãzinha.
_ Maddie?
_ Kilo? Você...?
_ Sim, meu amor. Tá pra nascer o bophy que vai ficar danu tiro nas minhas amigas assim como quem não quer nada.
_ Obrigada... Eu te amo, minha irmãzinha.
_ Eu também, querida.
_ Cuida da minha coleção de dildos?
_ Claro... Só vou dar uma limpadinha antes de usar.
_ Faz bem. O Barney tá muito usado, mas ainda dá prazer. Gata, quando fecho os olhos, vejo meu pai e minha vó me chamando. Será que eu tô morrendo. Será que vou encontrá-los?
_ Pense positivo, gata. Podia ser o Clodovil... Já pensou?
_ O mundo é um grande dark room.

E fechou os olhos. Adeus, Maddyrain.

Stranger In My House

Album Version
So So Def Remix
Thunderpuss Club Mix
Thunderpuss Radio Mix
HQ2 Club Mix
HQ2 Club Mix Acappella
HQ2 Radio Mix
Maurice's Club Anthem
Maurice's Club Radio Mix
Mike Rizzo Club Mix (low quality...)

I'm not sure who you are...

Chupa meu edi que eu gosto:
Quem já era vinhado pintoso no começo dos anos 2000 coloca a mão no meu edi que já vai fechar! Queridinho, se você é novinho e não tinha nem 15 anos em 2001, você perdeu! Hoje tem que ficar aguentando esse bate cabelo sem graça e repetitivo! Stranger In My House estorou nas buatchis de todo lugar graças a quem? Ao Thunderpuss, claro! Até se eu desse um gogozinho meu pra eles remixarem seria sucesso! Já pensou que loucura a biluzada dançando ao som do meu gogozinho? Se joga com toda sua fé na piruka que lhe sustenta no Thunderpuss Club Mix! Pura fechação de buatchi! Puro travequismo! Puro ahazzamento na dublagi! Pura loucura do meu kool! O que eu já rebolei na boquinha da garrafa ouvindo esse remix, não tá escrito!

Mas vocês sabem, né? Há todo um problema em ter um remix ahazzador de edi do Thunderpuss num single. O resto fica extremamente sem graça e nem toca na buatchi. Whitney Houston que o diga! Tadinho do Hex Hector. Ficou na sombra do remix do Thunderpuss... O HQ2 Club Mix é super dance floor diva vinhada, como diria minha amiga Maddyrain. Mas não é lá um Thunderpuss...

Temos também o queridinho das Destiny's Child e o bophy responsável pelo buraco no edi de Beyoncé, Maurice Joshua. O Maurice's Club Anthem é aquela coisinha bem gostosinha que ele costuma fazer, mas que super não pega na buatchi. Não é uma pirocona, mas também não é uma nequinha sem graça, entende?
A qualidade do remix do Mize Rizzo tá bem cagadinha, então a xente vai ignorar até que uma alma caridosa apareça com esse remix com qualidade boa. O remix r&b do So So Def também vamos fingir que não existe. A versão original não é a última Coca-Cola do deserto. Nem uma Pepsi. Está mais para a última Dolly Cola do deserto.

Kilo Minhoca não tem, Kilo Minhoca quer:
Ai, seguindo as bobagens que a Maddyrain cria, vamos aos pedidos de Kilo Minhoca. Quem tiver algum destes remixes abaixo ganha uma noite especial de muito sexo, prazer e glamour (não necessariamente nessa mesma ordem) comigo!

original radio edit 4:13
thunderdub 9:23
mike rizzo radio mix 3:49
maurice's club instrumental 6:34
maurice's soul mix i.m. in the house mix 7:04
so so def remix instrumental 4:55
so so def remix radio edit 4:13
so so def remix radio edit - no jd 4:04
so so def acappella 4:56

1 Bilus felizes:

Too-Tsie disse...

Essa música era tão fubá da buatchi que quando tocava a gente dublava EU SONHEI QUE COMI BUCETAAAAA (there's no way you could be who you say you are)

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela