Uma nova vida para Charlotte Chandelle

Acordei decidida a visitar minha amiga Charlotte Chandelle na prisão. Ai que loucura! Desde que consertei todas as minhas cagadas no passado eu não tinha ido visitar a bunita na prisão ainda! Tadinha. Será que ela ainda lembrava de mim?

Coloquei meu modelito Chanel preto básico, óculos de sol gigantesco da Chilli Beans, Melissinha e uma bolsinha LePostiche. Amores, andar de trem em São Paulo é uma experiência única em que você pode sair de diversas formas:
- toda gozada (dependendo do vagão)
- completamente bolinada (em todos os vagões)
- roubada, sem lenço nem documento (em todos os vagões e estações)
- com um potinho de banha de baleia que cura dores nas pernas (em todos os vagões)

Dessa vez eu sai completamente bolinada e com um chupão enorme no pescoço, só para constar. Eu geralmente tenho problemas com chupadas no pescoço. Gato, eu passo perfume... Você vai chupar todo meu Toque de Amor? Tirar todo o meu esplendor oriental ambarado e trocá-lo por cheiro de cuspe? Chupa meu peitinho! Ou, melhor ainda, chupa meu edi que eu adoro!

Tomei uma lotação da estação até o Presídio para Travestis de Franco da Rocha. Fui recepcionada pela mesma guarda enorme de gorda que havia arrancado minhas madeixas de nylon em outra realidade.

_ Vim vistar Charlotte Chandelle. Ela ainda tá nesse presídio?
_ Claro, minha querida. Ou você acha que alguém sai daqui viva?

Sentei na mesma salinha em que Kilo Minhoca havia parido uma criatura de merda. Charlotte Chandelle entrou com seu lindo modelito à la Paris Hilton.

_ Charlotte Chandelle!
_ Maddyrain! Não tô acreditanu! Que saudades de você! Nunca mais te vi depois daquela baladinha básica!
_ Eu voltei pro presente, gata. Sou a loka do De Volta para o Futuro.
_ Ai, gata, ainda com esse lance de uma trava do futuro? Se fecha. Gata, você não sabe como é triste estar presa... E eu sou inocente!
_ Todas somos, néam? Mas chega de tristeza, gata! Eu vim aqui te livrar dessa joça! Dessa vida bandita! Vamos voltar à prostituição, pequenos furtos e padêzagem! Eu sou sua salvadora!

Levantei, abaixei a saia, meti a mão no edi e arranquei um maço de notas. Atóron a profundidade de minha cavidade anal. Já guardei tanta coisa nesse kool... O problema é quando as coisas começam a ir fundo pelo reto.

_ Gata! Você LITERALMENTE cagou dinheiro!
_ Eu sou uma trava tudibaun! Guarda! Ô seu guarda, vem cá. Vim libertar minha amiga! PM KY!?
_ Eu te conheço, travesti?
_ Hmmm... não. Ainda não. Vem cá, vem cá. Vou pagar a fiança dessa vinhada aqui. Agora ela é uma mulher livre pra dar pra quem quiser! E guarde meu rostinho na memória...

Esbanjando felicidade, Charlotte se despediu de suas amigas prisioneiras. Mandei beijinhos para uma Big Berta que não tinha nem ideia de quem eu era.

_ Gata, vamos começar sua vida pós-prisão com o pé direito, hein!? Se você voltar pra Franco da Rocha, eu não vou te ajudar! Tá pensando o que? É a festa do caqui!
_ Ai gata! Eu sou uma travesti nova! Até encontrei Jesus na prisão!
_ Vinhada, se a senhora me falar que virou crente, eu te mando de volta pra prisão agora mesmo!
_ Que crente o que!? Crente do kool quente, só se for! Jesus Pinto de Luz veio visitar uma travesti outro dia... Conheci o bunito ao vivo!

Voltamos para o meu flat ouvindo People Hold On da Lisa Stansfield no rádio do táxi. É tão bom salvar uma alma perdida como a de Charlotte Chandelle. Chega dessa vida de prisão. Agora, meu amô, você é cárcere de outra selva. Boa sorte.

Um beijo,
Maddyrain

People Hold On

Radio Edit
Full Length Disco Mix
A Cappella
New Jersey Jazz Mix
NYC Club Mix
NYC Club Edit
R.E.T.T. Dub
Perk-Appella Mix
Dirty Piano Mix
Dirty Rotten Scoundrels Mix
Dirty Radio Mix
Jon Is Don Mix
Monjack Dub

So who's gonna give us the answer?

Chupa meu edi que eu gosto:
Amores, People Hold On é um dos primeiros singles da Lisa Stansfield... ou será o primeiro? Bom, não sei e não me importo também. O babadu é o seguinte: a música de hoje fez muito sucesso e projetou a carreira solo da bunita. Super bonitinha e flash house. Pras bunitas que nasceram ontem e não conhecem People Hold On, se joguem na Full Length Disco Mix. Puro looshu flash house! Se você é apressada, pega a Radio Mix que a sensação será a mesma!

Já adianto que é um kool sem xuca encontrar os remixes da Lisa Stansfield e a xuca é pior ainda na hora de achá-los com qualidade boa, então não reclamem e se joguem nas raridades.
Os remixes da época do lançamento ficaram a cargo do Blaze e do Eric Kupper. O New Jersey Jazz Mix é uma graça. Super lounge de bom gosto, bem no estilo dos trabalhos futuros do Blaze. Super recomendado! Os remixes do adorado Eric Kupper não são ruins, mas a qualidade está muito ruim para chegar a recomendá-los. Também servem para mostrar como o bunito evoluiu e se tornou nesse arrombador de edi que é hoje.

Os remixes do Dirty Rotten Scoundrels são todos super parecidos, então fique apenas com o Dirty Rotten Scoundrels Mix, que é bem dançante e deu uma ótima repaginada na versão original. Super club classic! Se joguem! O Monjack Dub também é ótimo, mas a qualidade também não está maravilhosa...

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela