Guia de Boas Práticas no Dark Room

Hoje vou dar continuidade aos Guias de Sobrevivência das Bilus criados pela finada Roxxana Veludo e falarei de um mito muito estudado e discutido: o dark room!

GUIA DE BOAS PRÁTICAS NO DARK ROOM
VOLUME I
POR MADDYRAIN

Vamos começar pelo básico, amores. O dark room não é um bicho de 7 cabeças. Muito pelo contrário. Se tiver só 7 cabeças, o dark room está vazio, espere mais um pouco pra entrar! O dark room é um bicho de várias cabeças, todas pra fora e esperando um edi agradável e acolhedor. O conceito do dark room, ou simplesmente dark pras amigas frequentadoras, é muito simples: um lugar para você dar aquela fodinha gostosa, descomplicada e sem troca de carícias ou telefone. Pode parecer a coisa mais vil e safada do mundo pra muita xente, mas, meus amores, preconceito está tão fora de moda, ainda mais preconceito sexual.

Otéion viadinho que fica criticando as bilus que se jogam com a cara e coragem no dark. Kérido leitor, se você se encaixa nessa categoria chata, meu kool pra você. Deixe o povo se divertir como quiser. O que eu sempre defendo é: USEM A CAMISINHA, meus amores! Todo mundo sabe que trepar sem camisinha é mil vezes melhor, não sejamos hipócritas, mas não dá pra aquendar qualquer um no dark sem camisinha e rezar para que seja alguém saudável.

Bom, voltando ao conceito do dark. O dark room pode ser basicamente uma salinha da buatchi, sauna ou bar completamente escura e sem nada além das paredes. Mas os dark rooms mais babadus são aqueles que ocupam um espaço maior e oferecem alguma coisa além de um espaço enorme e escuro. Já vi dark room com labirinto (do falo), cabine privada, banheirão, glory hole (não a cantora Glory Hole, hein!) e aparatos pras adeptas do S&M. Um looshu! Também gosto dos dark rooms que não são completamente escuros e têm um pouco de luz.

Agora vamos falar sobre como se comportar no dark room, meu amô. A coisa é bem simples: vai pro dark room, coloca a neca ou o edy pra fora e espera a fodelância acontecer. O babado é já entrar no dark apalpando os corpos pra achar algum que te agrade. Mas, meu kérido, não vai fazer a seletiva num dark room, néam? Querer uma neca grande, cabeçuca e gostosa é normal, agora ficar ahazzando no carão num dark room, isso é uó e você super merece ser gongado! Tá no dark room pra ficar na porta esperando entrar o príncipe encantado? O babadu é se jogar lá no fundão. Não estou falando pra você se jogar em qualquer um e abolir os seus gostos pessoais, meu kérido! Apenas não faz a caruda e recuse qualquer um. Nem todo corpinho bonito sabe foder gostoso. Aliás, sempre considerei malhação demais como forma de compensar o fracasso sexual, mas isso é papo para outro dia!

Também é importante lembrar que não é porque você estará no escuro completo que você pode ir toda porca pro dark room, porque ninguém vai te ver. Já vi muita bilu indo pro dark room exalando odores super estranhos e nojentos. Roxxana Veludo já explicou sobre a xuca e o recado já foi dado, meu amô! Tem xente que atóra um edy todo melado, mas lembre-se que esse pessoal faz parte da minoria.

Outra coisa insuportável e xoxante é biluzinha que gosta de acender o visor do celular pra iluminar todo o dark room. Kérido, isso vai COMPLETAMENTE contra o príncipio básico do dark room, que é: FODA NO ESCURO! Quando eu disse que gosto de dark rooms iluminados, eu tô me referindo a dark room com pelo menos uma luz vinda de fora ou alguma iluminação mínima, como luz negra, ou algo do tipo. Se eu quero trepar no claro, vou pra pista (porque sou abusada) ou pro banheirón mesmo!

Bom, voltando a como se comportar no dark room. Entrou no dark, foi apalpando os corpos até achar algum que lhe agrade, pegou na neca ou no edy pra conferir o material realmente importante, pronto, meu amô, começa a aquendar gostoso. Mas vou dar a dica. F.A.D. Fica a dica: eu não chupo em dark room. Aliás, só chupo se estiver de camisinha. Sei lá eu quais outros edis essa neca na minha mão já meteu hoje! Tudo questão de higiene, meu amô. Não confie nos seus instintos sexuais. E atenção na camisinha, meu kérido! Colocou a camisinha na neca do bophy, certifique-se de que a neca lhe fodendo é a neca protegida! No escuro e com um monte de neca a volta, é fácil uma neca estranha surgir do nada! Fica esperta, passiva!

Bom, meu amô, você com certeza encontrará aquela bilu chata, que fica te seguindo pra cima e pra baixo e você não tá nem um pouco afim dela. Diquinha da Maddyrain: se abaixe. É isso mesmo! Fique agachado! Ninguém vai te achar! Já dei VÁRIOS perdidos me agachando bunita. Claro que você corre o risco de levar uma esporrada certeira na cara ou de alguém tropeçar em você, mas enfim, é um risco mínimo perto de ter uma pessoa super chata e feia te seguindo pra lá e pra cá!

Meus amores, lembrem-se: o sexo não é seu inimigo, já dizia o Garbage com Sex Is Not The Enemy. Não encare o dark room, seus frequentadores ou o sexo descompromissado como algo errado, sujo, sórdido e depravado. Depravação é ficar molestando criancinhas pela Internet e coisas desse tipo. O importante é ser feliz, aquendar com consciência e gozar gostoso!

Beijos e boa aquendação no dark room!
Maddyrain

Sex Is Not The Enemy

Album Version
Devil's Gun Remix
ILS Vocal Remix
ILS Dub Remix
Freaks Abnormal Speakeasy
Freaks Revolting Dub
Naughty Vocal
Naughty Dub
Naughty Instrumental

A revolution is the solution...

Chupa meu edi que eu gosto:
Amores, tá dado o recado: sexo não é o inimigo! Onde já se viu biluzinha não querer aquendar por conceitos religiosos e sociais? Que absurdo! Morro de pena de pessoas que se escondem atrás de moralidades tão imorais... Meu kool. Ai, que loucura! Hoje eu tô bem revolucionária e rock star, néam? Já perceberam? Se você faz a linha puta do rock, se joga na Album Version de Sex Is Not The Enemy. Garbage é uma de minhas bandas favoritas e a música de hoje segue a linha mais rock. Confesso que sou mais fã quando a pegada é mais suave e pop.

O ILS Vocal Remix é muito hardcore para minha pessoinha indefesa. Muita guitarra... não gosto. O Devil's Gun Remix é um pouco melhor, mais electro, mas nada que me deixa loka do edi. O Freaks Abnormal Speakeasy também não é nada legal. Aliás, é muito estranho. Umas batidas esquisitas, enfim... O Naughty Vocal é o remix que salva esse pacote todo de remixes promocionais. Super diva de buatchi phyna e alternativa. Atóron! Dizem as más línguas que esse tal de projeto Naughty é do DJ Hell com o Fischerspooner. Tá explicada a qualidade do remix!

3 Bilus felizes:

Leco disse...

Garbage, é ótimo a Shirley arraza, o segundo cd deles o Version 2.0 disputava horrores minha atenção com Ray of Light da Madge que foi lançado +ou- na mesma época, aliás, boa parte dos meus cds favoritos são dessa mesma época, Ray of Light da Madge, o Version 2.0 do Garbage, The Miseducation of... da Lauryn Hill, o Come On Over da Shania Twain (Sim eu escutava Shania, rsrs)e o cd da All Saints, lembra delas? rsrsrs, ainda escuto ás vezes o primeiro cd delas, enfim...resumindo... AMEI O POST! THANKS!

André Mans disse...

Dicas utéis.
Garbage com saudade na gente.
Post nota 10.
Aplausos 1000.

Ruy disse...

Hahahahaha.

Ótimas dicas! Vou imprimir e levar no bolso da próxima vez, duro vai ser lê-las no escurinho.

Bjo

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela