Roxxana Veludo, Dominatrix Pt. 1

PM KY entrou em meu flat e me pegou toda nua, Kátia Flávia, deitada em meu sofá de couro de zebra ahazzando na masturbation. Fiquei super constrangida e joguei a G Magazine longe.

_ Opa! Mas que gososo chegar já te encontrando assim! Tenho um presente pra você! - e jogou uma caixa pra mim.
_ Hmmm... que será?! Eu odeio surpresas. Você me desculpa, mas sou uma trava sincera e pouco honesta. Se for algo que eu não gostar, não vou conseguir segurar a cara de uó, tzá bom?
_ Abre logo essa bosta! Você parece mulher mesmo! Só fala, fala e fala.
_ A diferença é que eu sei chupar, néam? - abri a caixa e vi uma coleira - Era só o que me faltava você me aparecer com um cachorro no meu flat! Não quero!
_ Maquemané cachorro? Você vai ser minha cachorra, sua vagabunda! Coloca essa coleira agora! - fiquei até com medo e obedeci. Tô cansada de assistir Cidade Alerta e ver aquele monte de mulher sendo espancada até a morte pelos maridos policiais selvagens e brutos! - Isso mesmo. Vai se vestir. Vamos a uma festa S&M. Coloca aquela modelito da performance de Erotica.

Xente, eu tenho anos de vivência na sordidez noturna, mas confesso que fui poucas vezes a festinhas S&M. Acho de uma chatice sem igual ficar batendo num bophy até ele gozar. E ficar presa, toda amarrada enquanto o bophy te come?! Xente, otéion! Eu gosto de movimento e se me dá a loka, eu sou capaz de ahazzar na dublagi enquanto aquendo uma neca! Mas, movida pelo medo e curiosidade, decidi ir na festinha sadomasoquista com o PM KY.
Apareci na sala com meu modelito à la Dita: botas de cano alto de couro com saltos super altos, um trapinho de couro que se dizia calcinha com um furo estratégico atrás, corselete de couro bem apertado, mas com as tetinhas de fora, claro. Máscara de couro numa coisa super Mulher-Gato sensual e sapeca. No cinto, toda uma variedade de brinquedinhos que deixariam o Batman com inveja.

A festinha era super privê, néam meu amô! Quem gosta desse tipo de putaria é super recluso e morre de vergonha de fazer essas coisas à luz do dia. Logo na porta começou aquele outro tipo de putaria que ninguém gosta.

_ De joelhos, sua putinha safada.
_ Ah sim, vai achando que eu me ajoelhar nesse chão sujo!
_ Eu tô mandando! Você não tem escolha. - e pegou nos meus cabelos de Diana Ross. Fiquei possessa e meu lado masculino super escondido sob camadas e mais camadas de feminilidade veio à tona.
_ Milargah! - dei-lhe uma chave de braço que o cafuçu ficou até espantado - Iscutaqui, seu abusado, você acha que eu sou escrava? Você tá muito enganado e não conhece o meu histórico! Sou eu quem manda! Pro chão!

Atórein meu abuso. O bophy se ajoelhou no chão e começou a choramingar. Retirei do meu cinto de utilidades uma amordaça com uma bola de sinuca no meio e coloquei na boca dele.

_ Pronto, vai passar a noite calado! Não tô com saco pra ouvir você, meu amô!

A casa alugada pra festinha S&M era bem grande, mas toda escura! Esbarrei em vários corpos disfarçados de sombra. Meu recém-adquirido escravo me seguida em todos os lugares, mas eu sou uma trava boazinha. Fiquei com pena dos joelhos torneados do bonito e mandei ele ficar de pé, mas ainda mantive ele firme na coleira.

A pista tinha um palquinho e ia começar uma performance de sexo explícito! Fiquei doida do edy! Atóron ver essas coisas assim, tão de perto! Já tô mais do que acostumada, mas atóron! Começou a tocar I'm A Slave 4 U e uma racha loira subiu no palco. Não segurei a indignação e vaiei!

_ UUUUUUHHH! Que uó! Uma racha! Eu lá sou travesti de ver sexo explícito de mulher! Xente! Calma! É a Britney Spears!! Britney! Aqui! Britney!

A bunita nem conseguia me ouvir. O povo tava todo doido gritando. Subiu outra racha loira. Fiquei passada! Ver a Britney ahazzar na aquendação de uma neca é uma algo interessante e conceitual, mas ver a bunita no cola velcro com outra racha, não dá!

_ UUUUUUUHHH!! Quero ver a Britney levar neca! Sai daí! Maperaí! Xente! É a Paris Hilton! Paris! Paris! Aqui! Xente, que babadu! Isso aqui tá melhor do que eu imaginei! PM KY, você tá vendo a loucura só!? PM KY! Xente, o bophy sumiu!

Fiquei tão eufórica com as celebrities no palco ahazzando na chupação de xana que tinha perdido o PM KY! Quem roubou meu escravo!?

I'm A Slave 4 U

Instrumental
Thunderpuss Club Mix
Thunderpuss Mixshow Edit
Thunderpuss Radio Edit
Thunderpuss Dark Mix
Thunderpuss Dark Dub
Thunderpuss Tribe-a-Pella
Miguel Migs Petalpusher Vocal Mix
Miguel Migs Petalpusher Vocal Mix Edit
Miguel Migs Petalpusher Dub
Dave Audé Slave Driver Mix
The Light Remix

Little girl don't step into the club...

Selo "Chupa meu Edi" de Qualidade:
E então menina Britney decidiu virar mulher-bicha e se jogar na buatchi e viveu feliz para sempre. Essa é a história com final feliz para menina Britney e I'm A Slave 4 U é uma das músicas mais babadufortji da bunita. Sou super nostálgica, vocês sabem, então vou fazer a Vovó Mafalda e relembrar o passado.

Meus amores, quando tocava esse arrombador de edi em forma de remix chamado Thunderpuss Club Mix na buatchi, eu e minhas amigas lokas e colokadas despirocávamos no agachamento até o chão! Uma loucura! Thunderpuss faz uma puta falta, néam meu amô? Se você é impaciente, tem fogo no rabo e não suporta coisa grande, se joga no Thunderpuss Radio Mix e se acaba na dublagi.
O Thunderpuss Dark Mix é bem diferente do Club Mix e bem mais chato. Super não recomendo. Aliás, os bunitos podiam ter ficado sem essa bucha.

O remix do Dave Audé também é bem diva club! Eu só acho que tem uma guitarra bem desnecessária e pouco bilu-friendly. Mas podem pegar o Dave Audé Slave Driver Mix que é digno. Claro que não chega nem perto do remix do Thunderpuss, mas é válido.

Se o seu babadu é se jogar no strip tease safado e cafona, acho a versão Instrumental super recomendada. Super séquisi! Eu morro de vergonha de fazer um strip, mesmo quando o bofe tá ahazzando no pagamento.
Além de ser uma travinha dubística, eu também atóron um lounge gostosinho e acho maravilhosos os remixes que o Miguel Migs fez pra bunita da Britney. Podem pegar o Miguel Migs Petalpusher Vocal Mix que é uma delícia. Super calminho e gostoso pra deixar tocando enquanto a senhora ahazza na xuca.

O The Light Mix está com a qualidade de som meio uózinha, então se alguém tiver CD rip aí, ahazza na bondade com Roxxana Veludo. O remix em si é basicamente um dub chatinho e pouco criativo. Algo bem ignorável.

3 Bilus felizes:

Shana disse...

Amore, vc sabe que titya ama a Britnéia de paixaum. Desde o ano passado que eu sou sua escrava musical.

Mia disse...

Roxanna querida, muito cuidado! A noite está cheia de bitches roubando escravos alheios!!! Beijos!

P.S. Cadê Maddy?

Too-Tsie disse...

Não sei se isso vai fazer alguma diferença mãs, o remix abalativo das thundercoisas atendia pelo nome de "Harris & Cox"

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela