A Baronesa de Chanel

Eu já contei pra vocês que recebi com louvor o prêmio "Diva da 25 de Março"? Fiquei super emocionada e constrangida, porque, afinal, "diva da 25 de Março" não é lá um super título, néam? "Diva da Oscar Freire" ninguém me dá! Mas enfim, o importante é ser diva, não importa onde!
Foi uma cerimônia super babadu ali na 25 de Março mesmo, mas que teve que ser interrompida porque teve uma batida policial básica. Voltei pra casa com o vestidinho chita todo rasgado, toda suja e sensual, e com meu prêmio todo amassado debaixo do braço! Minha meta agora é virar a "diva do Brás", mas tá disputada a competição! "Diva da Indianópolis" eu já até desisti. Muita trava junta concorrendo, um uó!

Eu tava outro dia na 25 de Março cumprindo com minhas obrigações de diva del pueblo, tentando andar pra lá e pra cá entre os diversos amigos camelôs... ou melhor, ambulantes, porque sou phyna e popular, quando parei numa lojinha dubabadu especializada em bolsas e sapatos de grife. Fiquei chocada! Minha botinha Prada que pagaram muito caro pra me presentear estava sendo vendida a preço de banana! Entrei para conferir a promoção e comprar algumas bolsinhas novas. Fui recebida por um chinês horroroso, como todos.

_ Num pódi entrá assim aki! Isso aki é loja di repeito!
_ Meu amô, aprenda a falar antes de se dirigir a Roxxana Veludo, a Diva da 25 de Março!
_ Cê é Rexxona Veludo?
_ Não, amô! Rexxona é o desodorante que o senhor deveria ahazzar na usagem! Eu sou Roxxana! Vim dar uma olhadinha nas suas bolsas! Que Prada é aquele lá fora! Que babadu! Tudo ilegal, néam? Eu atóron um perigón!
_ Tudo made in China, gacta! - olhei para trás e uma trava toda enrolada em panos tinha entrado na loja.
_ Xente, que exotiqué! Nunca falei com uma trava mulçumana! Inhaí!
_ Não sou mulçumana, nada, vinhado! Estou assim porque não quero ser reconhecida!
_ E quem é a senhora na noite?
_ Eu sou a Baronesa de Chanel! - falou com tanta pompa e circunstância que eu comecei a rir - Tá rindo do que, vinhado!?
_ Máguegaraio é isso de "Baronesa de Chanel"? Nunca ouvi falar!
_ Casei com um barão, gacta! A senhora tá na merda e fica rindo de quem tá bem?
_ A senhora tá tão bem que vem na 25 de Março fazer as compras, néam? Então tzá, mel béin.

A bunita toda mumificada tinha ido no xing ling ahazzar nas bolsas Chanel. Super phyna.

_ Gata, pra que tanta bolsa? Tá começando agora na vida bandida?
_ Vem comigo. Quero que você conheça minha cobertura. A senhora é rampeira, mas sinto um pouco de classe em você.

Minha vontade de bater naquela trava estava crescendo cada vez mais. Acompanhei a bunita até a cobertura dela que ficava ali nas redondezas num muquifo terrível. Super cortição, sem elevador e com vizinhos suspeitos.

_ Antes de entrarmos em minha cobertura...
_ Laje, néam?
_ O que?
_ Se isso aqui é cobertura, mel béin, eu moro num palácio.
_ Bom, antes de entrarmos em minha cobertura, como eu dizia antes de ser interrompida pela sua educação abundante, gostaria que a senhora deixasse sua bolsa aqui fora para eu não correr o risco de levar a elza.
_ Tá boa que vou deixar minha bolsa aqui do lado de fora nesse pulgueiro! E eu lá tenho cara de ser elzeira?!
_ Bom, então tá. Não toque em nada, por favor.

A bunita abriu a porta velha e entramos na laje dela. A "cobertura" da bunita era tão pequena que não "cobria" nem metade do cortição. Uma das paredes da sala estava entupida de bolsas Chanel falsificadas presas com prego.

_ Mágueguéisso?
_ Não é linda minha parede? É uma homenagem à diva-mor Coco Chanel.
_ Gata, se ela soubesse desse babadu, ela com certeza viria atrás da senhora! Que coisa feia, mas é conceitual, isso que importa hoje em dia, néam?

Num outro cantinho da laje-wannabe-cobertura, um altarzinho com umas velas e fotos de Coco Chanel. Tomei um copinho de Coca, usamos um padê de origem desconhecida, mas irrecusável, que a bunita tinha e voltei para meu flat. Liguei meu rádio e tive uma ideia brilhante ao som de Umbrella da Rihanna. Como sou uma travinha super precavida, tenho uma coleção babadu de guarda-chuvas, porque a pior coisa que tem é estar na avenida e começar a chover. Corri pra sala e comecei a pendurar todos na parede.

A Baronesa de Chanel tinha seu cantinho pró-Coco Chanel. Eu tinha acabado de fazer meu cantinho homenageando a maior invenção moderna feminina, a chapinha.

Um beijo, meus kéridos!
Roxxana Veludo

Umbrella

Jody den Broeder Destruction Club Remix
Jody den Broeder Destruction Radio Edit
Jody den Broeder Lush Club Remix
Jody den Broeder Lush Radio Edit
The Lindbergh Palace Remix
The Lindbergh Palace Radio Edit
The Lindbergh Palace Dub
Seamus Haji & Paul Emanuel Club Mix
Seamus Haji & Paul Emanuel Radio Edit

When the sun shines, we'll shine together...

Selo "Chupa meu Edi" de Qualidade:
Hoje é sábado, meu amô! Dia de você colocar sua roupinha nova e se jogar na buatchi! Então, mel béin, comece calibrando os motores dessa máquina enrustida se ahazzando na dublagi com os remixes babadeiros de Umbrella!
Jody den Broeder é uma revelação na cena club. O moço surgiu do nada e já começou ahazzando! Acho um ótimo substituto para nosso finado Thunderpuss! O Lush Club Remix é super diva club gay! Atóron! Os vocais (feios) da Rihanna estão todos lá, sem muitos efeitos para disfaçar a falta de talento da mocinha. Mas o que me deixa cagada mesmo são as batidas. Super gostoso! Miacabu! O Destruction Club Remix é um pouco mais hardcore, mas super club também. Gosto dos dois, mas o Lush Club é mais diva.

O Lindbergh Palace Remix é um dance super gostosinho e super rádio. Não é tão buatchi, mas gosto de pensar nele como "Umbrella na versão da Kylie Minogue", tzá mel béin!? Podem se jogar sem dó.
Por fim, o Seamus Haji & Paul Emanuel Club Mix. Confesso que não gosto desse remix. Já ouvi coisas melhores do Seamus Haji, mas enfim, já que a senhora tá com fogo no edy hoje, se joga nesse remix também.

0 Bilus felizes:

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela