Os monges pirocudos - Parte 1

[modo "Madre Maddyrain de Cu-que-Tal" on:]

Continuei minha perigrinação em busca de uma neca poderosa e mítica capaz de saciar os meus desejos mais ardentes. E olha que são vários, viu? Está pra nascer um edi mais caliente que o meu.
Recebi outro dia uma ligação anônima:

_ Madre Maddyrain, venha ao Mosteiro dos Monges Pirocudos. Temos o que você precisa para acalmar seus impulsos.
_ E aonde fica esse Mosteiro, mel béin?
_ Na Vieira de Carvalho.

Fiquei com medo de ir pro Centrão sozinha. Peguei minha bolsinha e troquei minhas pedrinhas mágicas protetoras que Babooshka Sunny trouxe do MachuPichu por outras pedrinhas bem baratinhas que eu comprei na feirinha hippie da República porque eu já havia alertada pela irmã Lourdinha Karalha4 que as irmãs da Vieira de Carvalho são adeptas da Irmandade da Elza.

Cheguei no endereço que me passaram. Um bar chamado Habeas Corpus. Que chique... nome em latim! Só pode ser aqui mesmo! No bar, uma multidão se espremia ao som da música sertaneja que saiu da jukebox. Mel béin, isso aqui tá mais pra junkiebox.
Fui até o bar, levantando o meu manto sagrado pra não ficar arrastando naquele chão nojento! Aliás, minha cara de nojo era terrível.

_ Inhaí, com licença, eu sou Madre Maddyrain de Cu-que-Tal e preciso de orientação.
_ Com gelo ou sem gelo?
_ Como assim?
_ Orientação é o nosso drink que leva vodka, rum, pinga e club soda.
_ Aié? Ai que exotique. Me vê uma Orientação, entaum!

Depois de muita Orientação, eu estava completamente desorientada nos braços de um negão maravilhoso, carioca, mas um pouco mona.

_ Sabe, eu sou religiosa. Estou a procura na neca perfeita! Da grande piroca intergalática.
_ Acabou de achar, kerida.
_ Gato, vem cá, me fala, aonde é que eu encontro o Mosteiro dos Monges Pirocudos? Me passaram esse endereço! Será que fui vítima de um trote?
_ Vem cá que eu vou te ensinar a trotar.

Segui o cafuçu até o banheiro. Não posso entrar aí, mel béin! Estou tentando largar essa vida de sexo descompromissado em banheiros! Não quero! Não quero! Ai que necona! Vem cá que eu quero tudo!

Depois de muito atendimento, fui retocar a maquiagem no espelhinho do banheiro e o bofe apertou a descarga. De repente, não mais que de repente, uma parte da parede se deslocou revelando uma escadaria secreta! Xente, que coisa de filme de suspense! Fiquei toda suspendida!

_ Ai que loucura! Quequeéisso?!
_ Você não queria conhecer o Mosteiro dos Monges Pirocudos? Você passou no teste. Ahazza no kétji e dá gostoso. Sou o Monge Washington, venha comigo.

A escada tinha musiquinha ambiente. Sade deu lugar ao Enigma com Mea Culpa Pt. II. Achei super conceitual e temático aquele monte de homens ahazzando no canto gregoriano. Chegamos na entrada do Mosteiro. Uma portinha toda de madeira. Uma loucura só e olha que eu nem tinha visitado minha caixinha de narcóticos naquele dia!

_ Você está pronta para encontrar a Piroca Mística?
_ Mais do que pronta, meu kerido! Minha deusa guia está sussurrando no meu ouvidinho pra eu ahazzar no rebolado!

As portas abriram e fiquei xocada com o que vi.

_ Você?!

[modo "Madre Maddyrain de Cu-que-Tal" off.]


Mea Culpa Part II

Catholic Version
Orthodox Version
Fading Shades Mix

Turn off the light, take a deep breath, and relax...

Selo "Chupa meu Edi" de Qualidade:
A música de hoje é totalmente dedicada à sessão de strip tease que você tá devendo faz anos pro bofe! Xente... são só três remixes. Não dói o edi de ninguém três de uma vez.

A Catholic Version é aquele trance maravilhoso e enigmático do Enigma. Parece um pouco a Sadeness Part 1 que já pintou por aqui. Me deixa toda cagada e séquisi. Aquele coro de bofes... Cher do céu.
Vamos ver se você é ligadinha e saca quem foi sampleada na Orthodox Version... Posso contar? Vou contar, hein! Foi a Madonna, meus amores! Justify My Love! Não é tudo nessa vida?
O Fading Shades Mix é um dance trance mais introspectivo pra deixar tocando enquanto a fodelança rola solta. Quero ver meus leitores gozando horrores neste final de semana!

1 Bilus felizes:

IndigoDeviLLe disse...

Mea Culpa, my most favourite single from Enigma after Sadeness. I think the Fading Shades remix is just unbelievably eerie! Listen to it with lights off and ur eyes close... and let your imagination follow the music... You'll see what I mean :)

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela