As travas superpoderosas

Voltei pra minha cela com o edi fechado de tanto medo. Encontrei Charlotte Chandelle ajoelhada perto de nossa privadinha de estimação.

_ O que a senhora tá fazendo?! - senti cheiro de padê no ar.
_ Shhhh, viada! Vem cá! Consegui padê com meu fornecedor! Vem cá! - não acreditei! Xente! Eu já tava há milênios sem padê! Tava quase esquecendo como era sentir a loucura explodindo na minha cabeça.
_ Ai que loucura!! Essa é da boa, hein?! Garaio! Que vontade de dar.
_ Me conta! Como foi lá na cela de Big Berta?
_ Eu conto, gata. Mas pelo amor de Madonna, se a senhora desmaiar de novo eu juro que te ponho pra fora! Estou muito nervosa pra ficar cuidando de bicha semi-morta! - contei o babado todo e Charlotte teve uma ideia brilhante.
_ Maddie, gatona, precisamos criar uma força tarefa para enfrentar a fúria de Big Berta! Precisamos nos proteger! Vem comigo, vamos encontrar Billie Jean. Ela é a trava mais macha que eu conheço!

Pra quem pegou o babado já começando, eu e Charlotte Chandelle trabalhamos juntas na lanchonete de Billie Jean nos anos 80. Acho que nenhum de nossos fregueses conseguiu sobreviver à deliciosa experiência do x-burguer de Billie Jean. Charlotte Chandelle me contou que Billie Jean foi presa após descobrirem que ela vendia hamburger de minhoca. Que exotiqué.
A cela de Billie Jean exalava um odor de fritura terrível. Aliás, todo o ser Billie Jean exalava esse cheiro de hamburger misturado com pastel. Só de cheirar já me dava azia.

_ Billie Jean! Veja quem está no Presídio! Maddyrain! Você lembra dela?!
_ Mas é claro que eu lembro desse viadinho abusado! Fugiu, deixou a lanchonete sem dar satisfações! Agora tá presa! Que espanto! - os anos deixaram Billie Jean uma trava quarentona musculosa, toda cheia de pelos grisalhos, cheia de tatuagens descoloridas e fedida. Mesmo assim, ainda havia um certo sex appeal em Billie Jean.
_ Também tava com saudades da senhora, patroa!
_ Abusada. - Charlotte contou todo o bafão em que eu havia me metido para Billie Jean.
_ Topa se juntar à nossa força tarefa? Seremos As Travas Superpoderosas do Presídio para Travestis de Franco da Rocha!
_ Claro! Tô dentro! Quero um pouco de emoção em minha vida!
_ Gatona, você já conheceu Amélhinha Casa-de-Pinga? Viemos juntas pro Presídio mas não consegui mais encontrá-la, tadinha.
_ Claro que conheço aquele pudim de álcool. Amélhinha! Vem cá! - e eis que surge a vinhada das trevas gordurosas da cela de Billie Jean. - Estamos dividindo cela.
_ Amélhinha! Sou eu, Maddyrain! Que cara é essa?
_ Ela tá assim desde ontem. Acho que é a falta de pinga. Mas tenho dado de comer pra ela toda noite...

Captei a vossa mensagem no ar. Pronto. Agora eu estava segura naquele lugar! Tinha a proteção de minhas amiguinhas e queria ver Big Berta vir me ameaçar!
Para comemorar, Billie Jean colocou um CD super novo das Destiny's Child e começamos a dublar Bills, Bills, Bills. Éramos as Jail's Child, meu amô!

Bills, Bills, Bills

Radio Edit
Instrumental Version
Acapella Version
Maurice's Xclusive Livegig Mix
Maurice's Xclusive Dub Mix
Digital Black-n-Groove Club Mix
I Can't Go For That (Bills, Bills, Bills Remix)
I Can't Go For That (Bills, Bills, Bills Remix) (Radio Edit)

Can you pay my bills?

Selo "Chupa meu Edi" de Qualidade:
Ai! Eu fico loka do edi com essa música!! Atóron! Faço uma dublagi maravilhosa incorporando cada uma das Destiny's Child por vez! Uma coisa bem à la Spice Girls.
Kéridos, Bills, Bills, Bills (não, não é uma ode à biluzada) foi o primeiro grande sucesso internacional das Destiny's Child. Tenho certeza de que todo mundo aqui já ouviu essa música antes! Se você viveu em outra galáxia, se joga na Radio Edit que é tudibom. Pras amigas que gostam de fazer a caloura do Raul Gil, se joga na Instrumental, mas treina bastante com a versão Acapella primeiro.

Eu fico doida do edi com essa música, mas quem ficou mais doido ainda foi o Maurice Joshua mesmo, tadinho. Ele virou Thunderpuss do dia pra noite com o Digital Black-n-Groove Club Mix. Todo mundo achou que quem fez essa obra prima dance foram os mocinhos do Thunderpuss! Aliás, até hoje se você procurar vai encontrar lesados de plantão com o arquivo errado! Esse remix é tudo de bom, minha xente! Super dance diva club gay! Um ahazzo! Tocou horrores na minha época de menina!

Mas é claro, o bunito é mais conhecido pelo seu house soulful safadinho delicioso. Pra não perder a classe, podem pegar o Maurice's Xclusive Livegig Mix que é super gostosinho! Vocais regravados, todo um clima sou phyna em Ibiza. Atóron! O Xclusive Dub Mix também é ótimo! Basicamente um instrumental da versão anterior. Super recomendado!
Acho que o kérido Maurice Joshua já comeu alguma das Destiny's Child (leia-se Beyoncé)! Vocês já repararam que ele remixou praticamente TUDO que elas lançaram? Não sei não... nesse mato tem neca...

A versão I Can't Go For That (Bills, Bills, Bills Remix) é um remix r&b meio chato, que não me agrada muito. Prefiro a versão original.

1 Bilus felizes:

Drama disse...

Bills é uma música que a gente ama, altas coreôs , de tipo uns 10 anos atras,

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela