Siga aquela piruka!

Eu, Litta Walitta e Kilo Minhoca chegamos na buatchi já era mais de uma hora da manhã. O babado é sempre o mesmo: o chill in regado com muita vodka e padê na casa de Litta passa da meia noite e geralmente a gente acaba desistindo de ir pra buatchi pra ficar na bateção de bolo com uns boys que chamamos via o serviço Disk-Bofe. Dessa vez decidimos ir à buatchi com os edi entupidos de vodka. Sentei a bundinha no táxi e meu mundo começou a girar.

_ Gatas, acho que estou passando um pouco mal...
_ Magina vinhado... você bebeu tão pouco.
_ Pouco?! Só se foi pouco álcool Zulu, porque essa aí praticamente comeu minha garrafa de Amarula! É caro, sabia!?

Descemos do táxi como três saquinhos de farinha. Fomos trombando uma na outra até o mocinho que acha que nasceu para ser door da Tunnel. Só falta a dose certa de glamour e beleza.

_ Nome?
_ Como assim "nome"?! Você não sabe quem eu sou? Maddyrain, mél bêin.
_ Maddyrain! Mas a senhora tá acabada, hein!? Tava sumida, mas pelo visto voltou com tudo para o mundo do padê, séquiso e house music, néam?

Ignorei o comentário. Biluzinha quando quer ser maldosa, vira vilã de desenho da Disney. A bichinha era door de baladjinha quase-Centrão, néam...A xente deixa pra lá.
Depois de um esforço colossal que envolvia todos os membros de nossos corpos flácidos e embriagados, conseguimos descer aquela droga de escada da Tunnel e chegar na pista que estava só um pouco cheia.

A pista da Tunnel é basicamente assim: um espaço pequeno, com mais gente do que o recomendável pelas leis de proteção ambiental brasileiras, um palquinho pras biluzinhas ousadas e pouca, beirando nenhuma, ventilação. Mesmo assim, a gente se diverte.

_ Quero subir naquele palquinho! Quer dar um show!
_ Ahazza!

Uma biluzinha descamisada mostrando os ossinhos ajudou Kilo MInhoca a subir no palco. Durante o processo de içagem, a buatchi toda ficou olhando a bussanfa escancarada. Começou a tocar Brazen 'Weep' da Skunk Anansie.

_ Ai, eunãoacredito!!!
_ Ajuda a gente, porra! Queremos dublar também!
_ Querobatercabelón!

E no meio da bateção de cabelo frenética de Kilo Minhoca, a biluzada viu muito mais do que sua bundinha. Com toda graça e glamour que uma cena em slow motion pode render, todo mundo viu o exato momento em que a piruka de Kilo Minhoca desprendeu e alçou voo pela buatchi.

_ Gente! A peruca de Kilo Minhoca! Vamos pegar e vender no Mercado Livre!
_ Item de colecionador!
_ Devolvam a minha piruka, garaio!

Me senti num show do Wando, quando ele ataca a cueca borrada pra mulherada encalhada se matar tentando pegar aquela relíquia.

Voltamos pra casa com Kilo Minhoca alguns quilos mais leve. O peso do glamour, mel béin.

Um beijo,
Maddyrain


Brazen 'Weep'

Jr.'s Arena Anthem
Jr.'s Riff Dub
Hani's Weeping Club Mix
Hani's Hydro Instrumental Mix
Ventura's Underworld Mix
Ventura's Underworld Musik
Ventura's Underworld Dub
Dreadzone Remix
Dreadzone Instrumental Mix
Electro Mix
Perfecto Mix
Stealth Sonic Orchestra Remix

Called you whore right to your face...

Selo "Chupa meu Edi" de Qualidade:
Xente, vamos começar o chupação de edi de hoje com uma dose cavalar de travequismo na vida de meus leitores amados! Vamos bater o cabelón, segurar a piruka pra não perder no meio da buatchi? Vamos bater palma pro querido Junior Vasques (aka Juninho Vasconcelos) porque desta vez ele conseguiu! Xente, podem pegar o Jr.'s Arena Anthem! Esse remix me deixa toda cagada, arregaçada, ahazzada e assada! É uma bateção de cabelón maravilhosa! Aliás, acho que a bateção de cabelón começou com esse remix, só pode! Como eu sou uma travinha phyna dub, podem pegar o Jr.'s Riff Dub que também é babado certo. Pra deixar toda bilu acabada às 4 da manhã!

Eu atóron a maioria dos remixes do Hani. Acho super válido e dançante o trabalho do moço. Os remixes que ele fez pro Michael Jackson, por exemplo, me deixam toda cagada. Talvez por causa do remix do Juninho eu acabe não gostando tanto do remix dele pra Brazen 'Weep'. Não é chato, mas também está longe de ser uma obra prima. Podem pegar o Hani's Weeping Club Mix para tirarem a conclusão de vocês. Juro que ele sampleou Blue Monday, ou alguma outra música famosa perto dos 3 minutos.

O remix do Ronnie Ventura está super descompassado. O instrumental é super aceleradinho e dance music, mas o vocal é lento. Não ficou um trabalho bonitinho. O remix do Dreadzone não é muito dançante, não empolga... enfim...

O Electro Mix do Cutfather & Joe parece aqueles funks cariocas antigos. Acho válido pra você tocar na sua garagem e deixar o pessoal se comer ali mesmo. Vocês não vão acreditar, mas podem pegar para comprovar o que eu estou falando! Já ouvi milhares de funks que seguem a linha desse remix.
Paul Oakenfold dificilmente desaponta. Aliás, considero o Paulinho um DJ super versátil: dá e chupa. O Perfecto Mix é diferente dos babados que ele remixou pro U2 ou pra Madonna. É mais calmo, uma coisa meia lounge... meia rock... muito calma-lá-minha-filha. Tem uns violinos lindos. Recomendado!
Por fim, outro remix pra ouvir abraçadinha com o cafuçu. Podem pegar o Stealth Sonic Orchestra Remix. É basicamente um remix apenas com acompanhamento orquestral. Muito bonito, super diferente da bateção de cabelo do Juninho Vasconcelos. Aliás, essa vocalista ahazza, hein? Super travesti-friendly.

1 Bilus felizes:

Felipe Dário disse...

"_ Devolvam a minha piruka, garaio!"

hahahaha, Kilo ahaza!

Baixando!

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela