Beyoncé - Halo

A Caixa de Maddyrain

Chovia forte em São Paulo. Maddyrain saía de mais uma entrevista de emprego e havia deixado o guarda-chuva no seu antigo flat. Não tinha mais guarda-chuva, emprego, flat, padê, dignidade... se bem que dignidade ela não tinha faz tempo... Quem olhava pra ela na rua ficava com dó. Uma travinha toda escorrendo com a chuva pro bueiro.

Vestidinho paetê todo molhado, sem brilho. Muita biluzinha já tinha visto o brilho da noite reluzindo por aquelas lantejoulas. Agora, eles refletiam a decadência de Maddyrain. Você dá roupa, comida, roupa lavada, padê, edi, padê, edi, padê, edi e padê para um semiestranho da balada com corpinho bonito, carinha de safado e cor do pecado e como ele te recompensa? Leva tudo o que você tem. Te afunda em dívidas. Retira todos os anúncios de programa dos orelhões da cidade.

Isso não é justo!

Debaixo do bracinho, uma pastinha repleta de currículos impressos na casa da amiga. O que dizer no currículo? Como agradar na entrevista? Ela dublou, cantou, interpretou e até fez vários testes do sofá. Nada estava surtindo efeito. Será que havia até esquecido como dar o edi? Nem isso estava mais agradando o povo!
Ganhou um pouco de dinheirinho abrindo a Tenda de Madre Maddyrain de Cu-que-Tal, mas isso não era vida. Concorrer com cigana no Viaduto do Chá era totalmente o fundo do poço.

Seu salto alto quebrou na rua escorregadia. Caiu e todos os seus currículos foram ao chão. Não conseguiu conter uma lágrima. A maquiagem Avon já tinha ido pro pescoço mesmo. Encontrou uma caixinha preta com decoração oriental e uma etiqueta:

Apenas abra esta caixa em momento de extremo desespero.

A hora era agora. Chegou no hotel e foi ao banheiro. Olhando para o espelho pensou: "Xente, e não é que sou bunita mesmo fodida e mal paga?". Abriu a torneira e ficou olhando a água escorrendo pelo ralo levando o resto da maquiagem que sobrara no rosto... um pouco de sangue do machucado nas mãos. "E lá se vai minha dignidade pro ralo. Que nem aquela música da Beyoncé... Halo. Aposto que ela tava que nem eu quando fez aquela música."

Uma voz em sua cabeça gritou: "Halo é áurea em inglês, bicha burra!". "Ai gato, mas parece ralo! Logo vi que a Beyoncé não ia fazer uma música pro ralo..."

Tomou um banho gelado. Sentou na cama só de calcinha, tetinha pra fora. Pegou a caixinha oriental. "Mas que garaio tem aqui dentro? Não faz barulho, não é pesada... será que tem padê?!"

Abriu a caixinha e tudo escureceu.

"Xente... garaio!"


Beyoncé - Halo

Main Version
Radio Edit
Instrumental Version
Dave Aude Club Mix
Dave Aude Radio Edit
Gomi & RasJek Club Mix
Gomi & RasJek Radio
Karmatronic Club Mix
Karmatronic Radio
Karmatronic Dub
Lost Daze Club Mix
Lost Daze Radio
Red Soul Club Mix
Red Soul Radio
My Digital Enemy Remix
The New Devices Remix
Olli Collins & Fred Portelli Remix

You know you're my saving grace...

Selo "Chupa meu Edi" de Qualidade:
Xente... deixa eu falar? Eu estou completamente apaixonada por esta música. Eu não sou aquele tipo de bilu doida que ouve a mesma música vinte mil vezes, mas com Halo eu estou assim. Termina, eu coloco de novo pra tocar. Música linda, interpretação maravilhosa! Enfim... Beyoncé está ahazzando com este CD novo! Gostei de tudo que ela lançou até agora. Assim que eu ganhar na loteria eu compro o CD. Pra quem não conhece, peguem a Main Version. É super linda. Gostou e acha que tem talento? Então se joga na Instrumental Version e vai praticando pra próxima edição de Ídolos. Eu sei que você consegue! Tenho fé na sua peruca.

Agora, os remixes. Listinha considerável de DJs. Beyoncé está pagando bem, pelo visto. Dave Aude fez o remix mais legal. Aprendam como transformar uma baladinha mela calcinha em um remix dançante e bonito. Gomi & RasJek também não desapontam, mas confesso que prefiro os remixes bateção de cabelo do Gomi sozinho. Mariah Carey e Joi Cardwell que o digam!

As batidas do remix do Karmatronic não me encantaram muito. Aliás, não me encantaram nem um pouco. O remix do Lost Daze é mais interessante, acho que ele diminui a velocidade do vocal, mas mesmo assim fez um remix dançante e purpurina. Recomendado! Agora esse tal de Red Soul... jesuis viu... que é isso? Pegou os vocais e acelerou até ficar quase "incantável"... Se fosse um remix instrumental, eu iria adorar. Uma coisa meio lounge... mas com essa vozinha acelerada, não dá!

O remix do My Digital Enemy (ai que nome sinistro... xente... Meu Inimigo Digital...) é o mais buatchi de bichinha ploc-ploc entre todos. Super show de trava às 06 da manhã. Recomendado! Tem poucos vocais, mas ahazza! O remix do New Devices também tem umas batidas que jesuis, não dá! No refrão, principalmente, dá uma vontade louca de contratar um assassino profissional e acabar com a raça desse povo! Pra finalizar com a chave de kool, o remix do Olli Collins & Fred Portelli (prazer! Maddyrain... vamos fazer uma DP?!) é um electro bem sem vergonha, sem graça, sem inspiração e sem selo de qualidade.

1 Bilus felizes:

poison disse...

kkkkk muito bom! bjs

Alô?! Maddyrain chamando!

Você acaba de adentrar as entranhas do mundo de Maddyrain, uma profissional da "náiti guêi" de São Paulo que ama house music e decidiu fazer a boazinha e compartilhar parte de seu acervo musical.

Filhos da Maddyrain

Ocorreu um erro neste gadget

Maddyrain recomenda!

Arquivos da Maddyrain

Você é da caravana de onde?

Clientes:


Mais detalhes da clientela